San Clemente – Parte 2

A cidade de San Clemente possui um importante patrimônio histórico digno de conhecer-se. Seus principais edifícios encontram-se nas proximidades de sua Plaza Mayor. Uma destas construções, que reflete a importância da localidade, é o Pósito, um depósito de cereais para ser utilizado em época de produção insuficiente, que somente encontramos em cidades de relevância histórica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConstruído no século XVI, posteriormente foi usado como prisão e quartel da guarda civil. Em sua fachada, vemos os escudos da Casa Real dos Áustrias e o próprio escudo de San Clemente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar do nome, o chamado Arco Romano pertence ao período barroco, servindo de passagem à parte histórica da cidade.  Abaixo, vemos do lado direito o Pósito e, à esquerda, a Igreja Paroquial de Santiago.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAPassando pelo arco, encontramos a Real Audiência, também do século XVI. Atualmente é a sede da Prefeitura de San Clemente. Do edifício original, conserva a arcada inferior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADois dos edifícios mais notáveis da cidade pertencem ao estilo renascentista. A Igreja Paroquial de Santiago constitui uma extraordinária obra, que inclui elementos góticos e barrocos em sua estrutura e decoração interna.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo possui duas portas principais, em uma das quais foi representado o Apóstolo Santiago.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO projeto da igreja é atribuído ao grande arquiteto renascentista Andrés de Vandelvira (1505/1575). O interior está formado por 3 naves com enormes pilares de sustentaçao e cúpulas estrelhadas. Possui um impressionante retábulo maior barroco, que foi construído segundo o formato do original, queimado durante a Guerra Civil Espanhola do século XX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo centro do retábulo, vemos a figura de Santiago Matamouros, montado num cavalo branco cujas patas destroçam a cabeça de um guerreiro muçulmano. Em uma das capelas da igreja vemos uma excepcional cruz feita de alabastro, de 3 metros de altura,  considerada uma verdadeira jóia artística do final do século XV. Seu autor é desconhecido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA sacristia da igreja exibe uma coleção de várias peças interessantes, como as que vemos abaixo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Antiga Casa Consistorial de San Clemente é um verdadeiro orgulho para seus habitantes, pois é considerada uma das mais belas de toda a Comunidade de Castilla La-Mancha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASituada na Plaza Mayor, é uma obra prima do Renascimento Espanhol. Foi edificada no século XVI, durante o  reinado de Felipe II.  Está composta por dois níveis de arcadas e uma torre.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO último arco de sua parte inferior serve de passagem para a rua lateral, como vemos na imagem acima. Foi projetado por Domingo de Zalvide e sua construção se estendeu de 1566 a 1622. O edifício apresenta uma curiosa decoração de personagens, estando coroado pelo Escudo Monárquico dos Áustrias.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAHoje em dia, funciona como arquivo histórico local e museu, além de um centro de exposições. Tanto a igreja quanto a antiga Casa Consistorial foram declarados Bem de Interesse Cultural em 1992.

Anúncios

San Clemente – Castilla La Mancha

Depois de conhecer Alarcón, fomos visitar a cidade de San Clemente, também localizada na Província de Cuenca (Comunidade de Castilla La Mancha), situada a cerca de meia hora em ônibus de Alarcón. Possui aproximadamente 7 mil habitantes, constituindo-se no maior município do sul da província. Também recebeu o título de conjunto histórico-artístico, graças à riqueza e conservação de seu patrimônio histórico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASeu nome é uma referência a um dos primeiros cavalheiros que se estabeleceram na localidade, Clemente Pérez de Rus. A conquista das cidades de Cuenca e Alarcón pelas tropas do Rei Alfonso VIII, e a posterior derrota àrabe na Batalha das Navas de Tolosa em 1212 representou a causa direta de sua anexaçao ao antigo Reino de Castilla.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADurante um período de sua história, San Clemente foi dependente de Alarcón, integrando o Marquesado de Villena. Inicialmente pertenceu a Don Juan Manuel e depois a Don Juan Pacheco, mestre da Ordem de Santiago e primeiro Marquês de Villena. Este último, em 1445, elevou o status do povoado a vila, título reconhecido por vários monarcas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm fato crucial para seu progresso foi o apoio dado por San Clemente à Isabel La Católica entre 1476 e 1479, dentro do contexto da guerra que assolou o antigo Reino de Castilla entre os partidários de Isabel e Juana la Beltraneja para alcançar o trono real. Como vimos, Alarcón apoiou a Juana, fato que provocou sua decadência a partir do momento em que Isabel converte-se em Rainha de Castilla. O povo de San Clemente, descontente com o Marquês de Villena, partidário de Juana, decidiu apoiar a Isabel. Com sua vitória na disputa, San Clemente foi incorporada à coroa, convertendo.se numa vila de realengo, tornando-se finalmente independente de Alarcón. Abaixo, vemos a denominada Torre Velha, a construção mais antiga da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta esbelta torre foi edificada no século XV e foi utilizada como uma estrutura defensiva para a vigilância da cidade. De planta quadrada, atualmente encontra-se restaurada, e abriga a Oficina de Turismo e o Museu Etnográfico, com uma curiosa coleção de objetos antigos de uso cotidiano, agrícola, artesanato local, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos objetos que mais me chamou a atenção foi o chamado “bombo de sorteio”, utilizado para o sorteio daqueles homens que deveriam prestar o serviço militar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte mais elevada da torre existe um mirante com belas vistas da cidade, um local onde aproveitei para que me tirassem uma foto…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA cidade atingiu sua época de maior prosperidade entre os séculos XV e XVI, com a chegada de religiosos, hidalgos e nobres, que construíram diversos palácios pela cidade, como o que vemos a seguir, situado ao lado da torre.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post sobre San Clemente, vocês poderão ver os principais edifícios da cidade e a importância de seu patrimônio histórico. O final de tarde na cidade foi belíssimo….

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Alarcón – As Pinturas de Jesús Mateo

A terceira igreja que visitei em Alarcón, a de San Juan Bautista, é um exemplo perfeito de revitalização cultural, transformando as originais funções religiosas do templo num espaço onde a obra artística pôde desenvolver-se de forma magistral. A igreja situa-se na praça principal do povoado, chamada de Infante Don Juan, em homenagem ao destacado nobre e escritor da primeira metade do século XIV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANesta bela praça antigamente realizava-se o mercado da vila, e como normalmente sucede nas praças principais dos povoados espanhóis, nela foi construída a sede da prefeitura local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de San Juan Bautista iniciou sua construção em 1578, sobre outro templo de origem românico, e finalizou-se no século XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom as desamortizações dos bens eclesiásticos da primeira metade do século XIX, a igreja foi fechada para o culto, permanecendo um bom período de tempo abandonada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1968, praticamente em ruínas, realizou-se a primeira restauração da igreja. Em 1995, um jovem artista chamado Jesús Mateo planejou um ambicioso projeto, a realização de uma grandiosa pintura mural no interior da igreja, que finalmente foi colocado em ação com grande maestria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA20181215_123526As pinturas cobrem praticamente todo o espaço da igreja, tanto nas paredes laterais, quanto nas bôvedas, totalizando 1500 metros quadrados de superfície.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA finalização da obra proporcionou uma nova vida à antiga igreja como um Centro de Arte Contemporânea, e muitos são os visitantes que atualmente entram no anterior espaço sacro para admirar as pinturas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1997 a Unesco outorgou o patrocínio oficial para sua realização e, quando foi terminada, declarou o conjunto de pinturas de interesse artístico mundial. Coincidentemente, o próprio Jesús Mateo encontrava-se no povoado, e pudemos tirar uma foto sua…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Alarcón – Parte 2

Ao longo do século XVI, a cidade de Alarcón manteve a importância que teve em tempos passados, e uma prova disso é a quantidade de igrejas que chegou a ter, concretamente 5, um número elevado para seu tamanho reduzido. Atualmente se conservam 4, e pude visitar três delas. A mais antiga é a Igreja de la Santísima Trinidad, construída no século XIII, logo depois da conquista de Alarcón pelo Rei Alfonso VIII.

20181215_114425No começo do século XV, se realizou a bela fachada plateresca do templo, durante a época do senhorio do Marquês de Villena e do Bispo Diego Ramírez de Villaescusa, cujos escudos foram colocados na porta principal, em sua parte superior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA torre que vemos hoje em dia foi construída no século XVI, com um arco em sua parte inferior com o objetivo de não cortar a rua que passa por debaixo dele…

20181215_11441320181215_120242Inicialmente o templo possuía apenas uma nave, mas a igreja foi ampliada, apresentando um estilo de transição do românico ao gótico, que podemos observar nos arcos que formam o interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta igreja foi utilizada como paróquia até 1995, e atualmente se encontra vazia. A mais importante de todas as igrejas de Alarcón é a Paróquia de Santa María, a única que permanece com cultos religiosos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste impressionante templo foi edificado no século XVI, estando considerado um dos mais importantes de toda a Província de Cuenca. Abaixo, vemos a portada sul da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior desta igreja é incrível, formado por 3 naves com bôvedas góticas….

OLYMPUS DIGITAL CAMERASeu notável retábulo maior de estilo renascentista foi realizado em 1572, estando dedicado à Virgem Maria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADo século XVIII é o coro barroco, muito bonito…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Paróquia de Santa María de Alarcón foi declarada Monumento Nacional por sua importância histórica e por seu conjunto artístico, de excepcional valor.

Alarcón – Castilla La Mancha

Antes de começar o post de hoje, gostaria de convidar a todos (as) que visitem e sigam minha nova página no Instagram, conta umbrasileironaespanha. Já publiquei várias fotos de minhas viagens pela Espanha, e muitas outras serão publicadas com o tempo…

No final do ano passado realizei outra excursão com meus professores de história, que continuamente organizam passeios históricos por lugares de grande interesse e beleza. Passamos o dia visitando dois pueblos da Província de Cuenca (Comunidade de Castilla La Mancha), San Clemente e Alarcón, que merecem ser conhecidos por seu rico patrimônio histórico. O primeiro a ser visitado foi Alarcón, catalogado como Conjunto Histórico-Artístico desde 1981, por sua importância e conservação, além de estar localizado num lugar privilegiado, num espécie de canyon formado pelo Rio Júcar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO território onde situa-se este pueblo de apenas 150 habitantes esteve habitado desde a pré-história, como demonstram os achados arqueológicos encontrados, como cerâmicas da cultura celtíbera. No entanto, a vila de Alarcón entra para a história durante a ocupação islâmica, no final do século VIII. Os árabes, a quem se deve o nome do povoado, que significa fortaleza, construíram um grande castelo que integrava o conjunto de fortificaçoes de Alarcón. Sua história está intimamente relacionada ao castelo e sua condição de recinto militar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO sistema defensivo desta grande fortaleza está composto por uma muralha que protegia a localidade e o castelo propriamente dito, além de outras 5 torres isoladas estrategicamente colocadas, e uma ponte.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1184, o Castelo de Alarcón foi conquistado pelas tropas do Rei Alfonso VIII, depois de 9 meses de assédio, ampliando a fortaleza e transformando-a num impressionante baluarte defensivo. O capitão do exército, Fernán  Martínez de Ceballos, como recompensa pela façanha, recebeu o privilégio de ostentar o nome da vila em seu sobrenome, passando a chamar-se Fernán Martínez de Alarcón, dando origem a esta nova linhagem senhorial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADois anos depois da conquista do castelo, os reis castelhanos outorgaram um foro próprio à vila de Alarcón. Sua importância se comprova pela grande quantidade de outras aldeias que estavam submetidas a ela, mais de 60. Em 1194, passa a ser propriedade da Ordem Militar de Santiago.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo princípio do século XIV, o Infante Don Juan Manuel recebeu do monarca Fernando IV o Senhorio de Alarcón, com o castelo incluído. Neste local, escreveu algumas de suas principais obras literárias. Um pouco depois, o Rei Pedro I retomou a vila como patrimônio real. No século XV, Alarcón foi cedida ao Primeiro Marquês de Villena, Don Juan de Pacheco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm fato crucial negativo para a história da vila e seu castelo foi o apoio dado pelo Marquês de Villeña a Juana de Beltraneja, em contra de sua tia Isabel la Católica, durante a guerra pela sucessão do trono do Reino de Castilla. Com a chegada ao trono de Isabel, paulatinamente a vila entra em decadência, e o Castelo se deteriorou, passando por um longo período de abandono. Abaixo, vemos a Torre de Homenagem, na qual o senhor recebia a vassalagem de seus servos. Era independente do resto da fortificação, e possuía um aljibe (depósito de água), dispensas variadas e um salão de armas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1966, o Castelo de Alarcón foi reabilitado como Parador Nacional, fazendo parte desta rede hoteleira que utiliza construçoes históricas para seus empreendimentos. Este fato gerou um novo impulso ao povoado, e o turismo se converteu numa atividade que revitalizou sua economia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Último Passeio por Almagro

Neste último post sobre Almagro veremos outros lugares de interesse histórico existentes na cidade, como o Antigo Convento de Santa Catalina, fundado no início do século XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADesde 1612 até mediados do século XIX, o convento foi a casa da Ordem Franciscana em Almagro. Foi edificado com severos critérios de austeridade, como podemos observar nos muros do edifício. O convento sofreu os efeitos da Desamortização de Mendizábal em 1836, e foi transformado em hospital, cuja função exerceu entre 1850 e 1878.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERACuriosamente, o local foi recuperado pelos próprios franciscanos, que decidiram fechá-lo definitivamente em 1942, devido a escassez de frades dispostos a residir num lugar com uma espartana disciplina. Atualmente, o Antigo Convento de Santa Catalina é um hotel pertencente a Rede de Paradores Nacionais da Espanha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando viajo pelo país, sempre que possível visito os Paradores Nacionais, por estarem situados em edifícios históricos e por sua decoração de bom gosto e requinte. Abaixo, vemos a cafetería, situada na antiga bodega do convento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro local que integra o patrimônio histórico-cultural de Almagro é o Convento Universidade de N.Sra do Rosário, construído pela Ordem de Calatrava como local de ensino em plena época renascentista, na primeira metade do século XVI. Com a desamortização do século XIX, o local foi fechado…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAComo toda cidade castelhana tradicional, em Almagro se realizam corridas de touros (touradas, em português) em seu coso taurino, como também são denominadas as Praças de Touros na Espanha. Construída a partir de 1845 com materiais pertencentes à Igreja de San Bartolomé, que foi derrubada justamente neste ano, é considerada uma das praças históricas do país. Sua capacidade é para 8.600 espectadores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA popularidade dos espetáculos taurinos na cidade ficou demonstrada quando entrei num bar, decorado com fotos dos toureiros mais famosos que se apresentaram na praça. Vinhos locais para serem apreciados instigaram meu apetite. Como curiosidade, uma faixa com a famosa frase “Por qué no te callas?”, pronunciada pelo Rei Juan Carlos I ao ex presidente venezuelano Hugo Chávez, durante a XVII Conferência Iberoamericana realizada em Santiago do Chile em 2007.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO motivo desta declaração do Rei Espanhol foram as constantes interrupções de Hugo Chávez no momento em que o Presidente de Governo José Luis Zapatero defendia a seu compatriota José María Aznar, acusado pelo presidente venezuelano por seu suposto apoio ao fracassado golpe de estado ocorrido na Venezuela em 2002. A frase deu a volta ao mundo e foi bem explorada comercialmente…

Um Passeio por Almagro

Outro fato histórico que contribuiu de maneira decisiva para  desenvolvimento de Almagro foi a chegada da Família dos Fugger à cidade. Esta poderosa família de origem alemã destacou-se por sua intensa e variada atividade financeira e comercial, com negócios espalhados por todo o continente. Inicialmente dedicaram-se ao comércio de seda e especiarias, com Jacob Fugger I “El Viejo”, mas foi um de seus filhos, Jacob Fugger II “El Rico”, quem expandiu as atividades financeiras da família, baseada no monopólio de minerais como prata e cobre. Em 1507 emprestou 150 mil ducados ao Imperador Maximiliano I, iniciando sua carreira como credor da Dinastia dos Habsburgos e convertendo-se em um dos primeiros banqueiros de todo o sistema capitalista. Jacob Fugger II é considerado também um grande mecenas das artes, acolhendo ao grande pintor renascentista alemão Alberto Durero, que realizou um retrato seu, cuja cópia vemos abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs Fugger estabeleceram-se em Almagro a partir de 1525, quando o Imperador Carlos I concedeu umas minas de exploração de mercúrio situadas próximas à cidade, como agradecimento aos favores dispensados pela família. Para poder armazenar o mercúrio, construíram um verdadeiro palácio, cuja fachada vemos a seguir, com uma faixa com o sobrenome da família traduzido ao espanhol (Fúcares).

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua construção iniciou-se em 1525, destacando-se seu belo claustro renascentista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste pátio retangular feito de tijolo está formado por arcos sustentados por colunas de Ordem Toscano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs amplas salas dispostas ao redor do pátio constituíam originalmente as antigas câmaras de armazenamento do mercúrio. O edifício teve outras funções ao longo do tempo, como colégio, por exemplo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, é a sede da Universidade Popular de Almagro e desde o ano 2000 é utilizado para a realização de  obras teatrais durante o Festival Internacional de Teatro Clássico. Abaixo, vemos uma reconstituição de uma das dependências do antigo palácio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAÀ Família dos Fugger se deve também a construção da Igreja de San Blás, uma forma de agradecer ao Imperador Carlos I o direito de exploração das minas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAberta ao culto normalmente, durante a realização do festival Internacional seu interior  transforma-se num espaço dedicado à obra universal de Miguel de Cervantes, “El Ingenioso Hidalgo Don Quijote de La Mancha“, com um interessante espetáculo de som.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, um detalhe arquitetônico do interior da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs Fugger trouxeram também a Almagro vários administradores de seu imenso império econômico, que construíram outros palácios pela cidade, alguns dos quais foram publicados numa recente matéria.