San Clemente – Castilla La Mancha

Depois de conhecer Alarcón, fomos visitar a cidade de San Clemente, também localizada na Província de Cuenca (Comunidade de Castilla La Mancha), situada a cerca de meia hora em ônibus de Alarcón. Possui aproximadamente 7 mil habitantes, constituindo-se no maior município do sul da província. Também recebeu o título de conjunto histórico-artístico, graças à riqueza e conservação de seu patrimônio histórico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASeu nome é uma referência a um dos primeiros cavalheiros que se estabeleceram na localidade, Clemente Pérez de Rus. A conquista das cidades de Cuenca e Alarcón pelas tropas do Rei Alfonso VIII, e a posterior derrota àrabe na Batalha das Navas de Tolosa em 1212 representou a causa direta de sua anexaçao ao antigo Reino de Castilla.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADurante um período de sua história, San Clemente foi dependente de Alarcón, integrando o Marquesado de Villena. Inicialmente pertenceu a Don Juan Manuel e depois a Don Juan Pacheco, mestre da Ordem de Santiago e primeiro Marquês de Villena. Este último, em 1445, elevou o status do povoado a vila, título reconhecido por vários monarcas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm fato crucial para seu progresso foi o apoio dado por San Clemente à Isabel La Católica entre 1476 e 1479, dentro do contexto da guerra que assolou o antigo Reino de Castilla entre os partidários de Isabel e Juana la Beltraneja para alcançar o trono real. Como vimos, Alarcón apoiou a Juana, fato que provocou sua decadência a partir do momento em que Isabel converte-se em Rainha de Castilla. O povo de San Clemente, descontente com o Marquês de Villena, partidário de Juana, decidiu apoiar a Isabel. Com sua vitória na disputa, San Clemente foi incorporada à coroa, convertendo.se numa vila de realengo, tornando-se finalmente independente de Alarcón. Abaixo, vemos a denominada Torre Velha, a construção mais antiga da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta esbelta torre foi edificada no século XV e foi utilizada como uma estrutura defensiva para a vigilância da cidade. De planta quadrada, atualmente encontra-se restaurada, e abriga a Oficina de Turismo e o Museu Etnográfico, com uma curiosa coleção de objetos antigos de uso cotidiano, agrícola, artesanato local, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos objetos que mais me chamou a atenção foi o chamado “bombo de sorteio”, utilizado para o sorteio daqueles homens que deveriam prestar o serviço militar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte mais elevada da torre existe um mirante com belas vistas da cidade, um local onde aproveitei para que me tirassem uma foto…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA cidade atingiu sua época de maior prosperidade entre os séculos XV e XVI, com a chegada de religiosos, hidalgos e nobres, que construíram diversos palácios pela cidade, como o que vemos a seguir, situado ao lado da torre.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post sobre San Clemente, vocês poderão ver os principais edifícios da cidade e a importância de seu patrimônio histórico. O final de tarde na cidade foi belíssimo….

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Alarcón – Castilla La Mancha

Antes de começar o post de hoje, gostaria de convidar a todos (as) que visitem e sigam minha nova página no Instagram, conta umbrasileironaespanha. Já publiquei várias fotos de minhas viagens pela Espanha, e muitas outras serão publicadas com o tempo…

No final do ano passado realizei outra excursão com meus professores de história, que continuamente organizam passeios históricos por lugares de grande interesse e beleza. Passamos o dia visitando dois pueblos da Província de Cuenca (Comunidade de Castilla La Mancha), San Clemente e Alarcón, que merecem ser conhecidos por seu rico patrimônio histórico. O primeiro a ser visitado foi Alarcón, catalogado como Conjunto Histórico-Artístico desde 1981, por sua importância e conservação, além de estar localizado num lugar privilegiado, num espécie de canyon formado pelo Rio Júcar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO território onde situa-se este pueblo de apenas 150 habitantes esteve habitado desde a pré-história, como demonstram os achados arqueológicos encontrados, como cerâmicas da cultura celtíbera. No entanto, a vila de Alarcón entra para a história durante a ocupação islâmica, no final do século VIII. Os árabes, a quem se deve o nome do povoado, que significa fortaleza, construíram um grande castelo que integrava o conjunto de fortificaçoes de Alarcón. Sua história está intimamente relacionada ao castelo e sua condição de recinto militar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO sistema defensivo desta grande fortaleza está composto por uma muralha que protegia a localidade e o castelo propriamente dito, além de outras 5 torres isoladas estrategicamente colocadas, e uma ponte.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1184, o Castelo de Alarcón foi conquistado pelas tropas do Rei Alfonso VIII, depois de 9 meses de assédio, ampliando a fortaleza e transformando-a num impressionante baluarte defensivo. O capitão do exército, Fernán  Martínez de Ceballos, como recompensa pela façanha, recebeu o privilégio de ostentar o nome da vila em seu sobrenome, passando a chamar-se Fernán Martínez de Alarcón, dando origem a esta nova linhagem senhorial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADois anos depois da conquista do castelo, os reis castelhanos outorgaram um foro próprio à vila de Alarcón. Sua importância se comprova pela grande quantidade de outras aldeias que estavam submetidas a ela, mais de 60. Em 1194, passa a ser propriedade da Ordem Militar de Santiago.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo princípio do século XIV, o Infante Don Juan Manuel recebeu do monarca Fernando IV o Senhorio de Alarcón, com o castelo incluído. Neste local, escreveu algumas de suas principais obras literárias. Um pouco depois, o Rei Pedro I retomou a vila como patrimônio real. No século XV, Alarcón foi cedida ao Primeiro Marquês de Villena, Don Juan de Pacheco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm fato crucial negativo para a história da vila e seu castelo foi o apoio dado pelo Marquês de Villeña a Juana de Beltraneja, em contra de sua tia Isabel la Católica, durante a guerra pela sucessão do trono do Reino de Castilla. Com a chegada ao trono de Isabel, paulatinamente a vila entra em decadência, e o Castelo se deteriorou, passando por um longo período de abandono. Abaixo, vemos a Torre de Homenagem, na qual o senhor recebia a vassalagem de seus servos. Era independente do resto da fortificação, e possuía um aljibe (depósito de água), dispensas variadas e um salão de armas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1966, o Castelo de Alarcón foi reabilitado como Parador Nacional, fazendo parte desta rede hoteleira que utiliza construçoes históricas para seus empreendimentos. Este fato gerou um novo impulso ao povoado, e o turismo se converteu numa atividade que revitalizou sua economia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Plaza Mayor de Trujillo

Devido ao destacado centro histórico e monumental que possui, Trujillo foi declarada conjunto histórico-artístico, e foi cenário para a realizaçao de diversos filmes. Um dos locais mais famosos é sua esplêndida Plaza Mayor, considerada das mais belas da Espanha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe formato retangular, constitui o centro da localidade, estando composta por edifícios dos séculos XV e XVI, onde predomina o estilo renascentista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANum dos costados da praça localiza-se as Antigas Casas Consistoriais, do século XVI…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos edifícios que mais impressiona na praça é o Palácio dos Marqueses da Conquista, construído no século XVI pela filha de Francisco Pizarro, conquistador do Peru, Francisca Pizarro Yupanqui.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo interior do palácio foi montado um presépio (Belém, em espanhol), um dos muitos que pude presenciar em minha visita a Extremadura

OLYMPUS DIGITAL CAMERANum dos extremos da praça foi colocado outro presépio, além de uma grande árvore de natal que decora seu perímetro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro elemento essencial da praça, que a tornou famosa, é a Estátua Equestre de Francisco Pizarro, explorador e conquistador espanhol nascido na cidade, responsável pela conquista do Peru (em breve, realizarei uma matéria sobre este importante personagem). Foi esculpida em bronze pelo escultor americano Charles Cary Rumsey e colocada na Plaza Mayor de Trujillo em 1929. Em Lima, capital do Peru, cidade onde faleceu o conquistador, existe uma réplica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma panorâmica da praça, tirada do alto do Castelo de Trujillo

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA praça possui também um aspecto comercial, com uma grande quantidade de bares e restaurantes. Aproveitei minha visita à cidade para almoçar na praça…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJunto à estátua equestre de Pizarro encontra-se a Igreja de San Martín, que veremos no próximo post….

 

 

Orbaneja del Castillo – Província de Burgos

A Província de Burgos, especialmente sua parte norte, conhecida como Las Merindades, constitui uma sucessão de gratas surpresas pela beleza de sua paisagem natural e também pela quantidade de pueblos encantadores existentes, como vocês já devem ter percebido pelas matérias que publiquei até o momento. Nosso próximo destino me deixou literalmente de boca aberta, tamanha a espetacularidade da paisagem e o povoado que nela se localiza, a vila de Orbaneja del Castillo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOrbaneja del Castillo situa-se no meio do Canyon do Rio Ebro, e suas magníficas vistas impressionam a qualquer visitante. De fato, ultimamente este pueblo converteu-se num destino relevante do norte da Província de Burgos, tanto por seu entorno natural, quanto pelo próprio povoado, que conserva sua estrutura medieval.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASua origem é medieval, e chegou, como seu nome indica, a possuir um castelo, que lamentavelmente não se  conservou. Apesar disso, a vila foi declarada Conjunto Histórico-Artístico em 1993.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO título de vila a Orbaneja del Castillo foi concedido pelos Reis Católicos. As casas feitas de madeira com um balcão em sua fachada exterior refletem a influência da Comunidade da Cantábria, por sua proximidade com o pueblo. Abaixo, vemos imagens de sua maravilhosa paisagem, emoldurada pela ação erosiva do Rio Ebro e caracterizada pelo predomínio de rochas calcáreas, propícias para o aparecimento de grutas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOrbaneja del Castillo possui somente 50 habitantes, mas seu número aumenta com a chegada dos turistas, ansiosos por descubrir suas belezas. Abaixo, vemos a Igreja Paroquial da localidade, cuja torre se destaca no meio da paisagem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre suas incríveis formações rochosas, uma delas chama a atenção por sua semelhança com o mapa do continente africano…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar de seu reduzido tamanho, a vila possui uma variada oferta gastronômica e pousadas para receber o visitante. Nos dias tranquilos, a vida segue plácida e tranquila para seus habitantes…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOrbaneja del Castillo é um local fascinante. Além do mais, o povoado é atravessado por um riacho que durante sua descida pela ladeira da montanha formam belíssimas cachoeiras, que veremos no próximo e último post.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Frías – Província de Burgos

Durante vários anos, tive um sonho que finalmente se realizou, conhecer o povoado de Frías, situado ao norte da Província de Burgos, na região conhecida como Las Merindades. Razões para visitá-la não me faltavam, pois este pueblo sempre aparece nas listas dos mais belos da Espanha, fato que pude comprovar com meus próprios olhos…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAParte da incrível beleza de Frías se deve à sua espetacular localização, no alto de um cerro conhecido como “La Muela“. Outro aspecto que destaca no povoado é que conserva seu aspecto medieval, motivo pelo qual foi declarado Conjunto Histórico-Artístico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFrías aparece documentada já no ano de 867. No século XI, foi vendida ao Conde Sancho García e depois de sua morte, passou a depender do Reino de Navarra, sendo governada pelo Rei Sancho “El Mayor”. Em 1202, o Rei Alfonso VIII concede foros à vila, favorecendo seu desenvolvimento econômico, momento em que volta a integrar o Reino de Castilla.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1435, o monarca Juan II outorga o título de cidade a Frías, sendo atualmente considerada como a mais pequena de toda a Espanha, com cerca de 300 habitantes. Este fato contribuiu de maneira decisiva em sua história, pois Frías se converteu num dos principais centros de Las Merindades. Posteriormente, Juan II doou à cidade ao Primeiro Conde de Haro, Pedro Fernández de Velasco, integrando o Senhorio dos Velasco. Em 1492, os Reis Católicos concedem o título de Duque de Frías a Bernardino Fernández de Velasco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANum dos extremos de Frías situa-se seu impressionante Castelo, que veremos no próximo post. No outro lado ergue-se a Igreja de San Vicente

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste templo foi construído no século XIII no estilo românico, mas atualmente seu aspecto se deve ao conjunto de reformas realizadas ao longo do tempo, predominando o estilo barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOriginalmente a Igreja de San Vicente desempenhou uma função defensiva, associada ao castelo. Vários desastres marcaram sua vida, e em 1836 se construiu um pórtico quadrado para proteger sua portada românica. Em 1906, a torre e parte do templo desabaram.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInacreditavelmente, a porta românica foi adquirida pelo Museu dos Claustros de Nova York, onde se exibe nos dias de hoje.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior guarda uma excelente amostra de obras religiosas, principalmente do século XVII, além de um retábulo maior dedicado a San Vicente (imagem acima).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutra das atrações de Frías são as Casas Colgadas (literalmente Casas Penduradas, pois foram construídas ao borde do penhasco).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO traçado medieval de suas casas e ruas nos convidam a um passeio relaxado pelo pueblo, que foi protegido ao longo dos séculos por sua imponente fortificação.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANumerosos são os exemplos de arquitetura popular que encontramos no povoado, constituindo outro dos atrativos de Frías. Muitas das casas possuem uma bodega de vinho na parte inferior da estrutura, pois foi um produto comercializado desde séculos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo a matéria com uma foto de meu querido irmão Marcelo, a companhia perfeita para explorar Las Merindades e a Província de Burgos

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Oña – Província de Burgos

Depois de visitar Poza de la Sal, fomos ao povoado de Oña, situado a poucos quilômetros de distância. Este pequeno município nos serviu de base para explorar a região de Las Merindades, localizada ao norte da Província de Burgos. Este belo pueblo também foi declarado Conjunto Histórico-Artístico pela importância de seu patrimônio histórico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar dos restos paleolíticos encontrados, a história da vila se remonta ao século VIII, quando surge como um baluarte fortificado para os cristãos refugiados diante da pressão militar dos muçulmanos do sul do território espanhol. No ano de 950, Fernán González, o primeiro conde do Reino de Castilla, lhe concede seus primeiros privilégios. Seu neto, o Conde Sancho García, eleva a vila ao status de condado, fundando o poderoso Monastério de San Salvador, que veremos na próxima matéria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs privilégios concedidos pelo Rei Alfonso VIII contribuíram significamente para seu desenvolvimento e o assentamento de uma importante comunidade judaica. Abaixo, vemos a Plaza del Ayuntamiento, onde encontramos o Edifício da Prefeitura e a Igreja de San Juan, construída entre os séculos XII e XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa fachada da prefeitura foi colocada uma faixa contra os recortes destinados à saúde (com a saúde não se brinca…). Ao lado, vemos a românica Torre de San Juan, que pode ser visitada, pois alberga um pequeno museu relacionado à história de Oña.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA portada principal da igreja foi construída já no período gótico

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOña desempenhou um importante papel na criação do antigo Reino de Castilla, através de seu monastério. Abaixo, vemos uma das praças da cidade, com uma antiga e bela fonte no centro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO povoado possui um albergue municipal destinado aos visitantes…

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém se conserva o antigo lavadeiro

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOña está situada junto ao Parque Natural dos Montes Obarenes, uma reserva criada em 2006 com uma superfície de 33 mil hectares. Possui uma grande diversidade biológica, servindo de refúgio para diversas espécies animais ameaçadas. Nos Jardins do Monastério foi construída uma oficina em que podemos descobrir a importância do parque, além das diversas opções de senderismo existentes (o parque possui 22 rotas diferentes, cuja percurso varia dos 4 aos 15 km).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEu e meu irmão Marcelo decidimos realizar um passeio pelo Desfiladeiro do Rio Oca, um afluente do Rio Ebro,  que atravessa a cidade. Aproveito para agradecer a simpatia do funcionário do parque, que nos recebeu da melhor forma possível e comentou que os últimos brasileiros que tinham visitado a cidade foi há dois anos atrás…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Poza de la Sal – Província de Burgos

A Província de Burgos está repleta de pueblos de grande beleza e relevância histórica. O primeiro que visitamos foi Poza de la Sal, situado a 43 km ao norte da capital da província, a cidade de Burgos. Com apenas 340 habitantes, situa-se na Comarca de de la Bureba e sua localização na ladeira de uma serra lhe valeu o apelido de “Balcão de la Bureba“.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADevido à conservação de seu núcleo urbano, foi declarado Conjunto Histórico-Artístico em 1982. Conhecida já em época romana devido à exploração de sal (no próximo post comentarei sobre a importância deste produto no desenrolar de sua história), foi na Idade Média que adquiriu novamente importância, graças ao foro real e o privilégio de realizar um mercado semanalmente e duas feiras anuais, concedido por Enrique II em 1371. Uma boa forma de conhecer o povoado é dirigindo-se à Oficina de Turismo, situada ao lado do Edifício do Ayuntamiento, construído no final do século XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua planificação e distribuição urbana reflete seu passado medieval, com inúmeras casas  construídas com vigas de madeira.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA vila encontra-se rodeada por uma muralha medieval que se conserva em sua maior parte. Abaixo, vemos a chamada Plaza Nueva, construída no século XVII, e o Arco de la Concepción, a principal porta da muralha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de San Cosme y San Damián ergue-se no centro do pueblo….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFoi construída a partir do final do século XIV no estilo gótico. No entanto, sua fachada foi reformada no estilo barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1982, a igreja foi catalogada como Monumento Nacional. Abaixo, vemos imagens de sua esbelta torre.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERACaminhar tranquilamente pelas ruas de Poza de la Sal é um verdadeiro prazer para os sentidos, nos remetendo a um passado que sobrevive em seu urbanismo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPara a grande maioria dos espanhóis, a vila é conhecida como a cidade natal de um dos mais influentes naturalistas do mundo, Félix Rodríguez de la Fuente (1928/1980). Este médico e divulgador ambientalista contribuiu em grande medida ao desenvolvimento da consciência ecológica no país, numa época em que ainda não existiam movimentos dedicados à conservação da natureza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERARealizou vários documentais ambientalistas para a Rádio e a Televisão Espanhola, como a série “El Hombre y la Tierra“, de grande êxito no país e vista por incontáveis espectadores entre os anos de 1974 a 1980. Entre os muitos estudos que realizou junto à natureza, destacou-se pela convivência com os lobos da região.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua merecida fama extrapolou os limites do país. Em 1980, sofreu um acidente aéreo no Alasca, quando realizava filmagens para um novo documentário, fato que lhe custou a vida. Durante minha visita ao povoado, conheci vários turistas espanhóis que se lembravam de terem assistido suas séries na TV quando crianças, e do quanto aprenderam com ele…