Praças Alta e de San José – Badajoz

Na matéria de hoje, veremos dois lugares emblemáticos de Badajoz. Dentre todas as praças da cidade, as denominadas Praça de  San José e Praça Alta são consideradas as mais importantes, do ponto de vista histórico. Ambas estão situadas ao lado da Alcazaba e formam um espaço contínuo. A origem da Praça de San José se remonta ao período em que a Alcazaba ficou pequena para acolher uma população em aumento, que começou a mudar-se para a zona adjacente.OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta praça recebeu este nome graças a Ermita de San José, construída no século XIII depois da reconquista da cidade, ocorrida no dia de São José. Com a Guerra de Independência no início do século XIX, o templo foi bombardeado e saqueado pelos franceses, provocando sua deterioração progressiva. Em 1917, a ermita foi substituída pela construção atual,o Convento de San José, projetada pelo arquiteto Francisco Franco Pineda no estilo neogótico. Em frente a igreja podemos observar uma cruz de ferro colocada em 1632.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte lateral da praça, se conservam casas construídas no estilo mudéjar. Se desconhece a época exata de sua construção. Sua fachada está composto por arcos sobre colunas, cujos capitéis são de origem visigodos, que foram reutilizados. Atualmente, acolhem um Centro de Informação Turística.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Praça Alta passou a existir depois que casas da época árabe foram derrubadas, quando então funcionava o mercado de animais da cidade. Em 1458, iniciou-se uma reforma que modificou seu aspecto, com a construção de portais formados por um conjunto de arcos feitos de tijolo e pedra.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO objetivo principal desta reforma era transformar o local para que voltasse a cumprir sua função original de mercado. Ainda hoje podemos ver exemplos de rótulos escritos em seus muros, que delimitavam os espaços reservados para as distintas classes de comerciantes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA praça também passou a ser um local de espetáculos diversos. Nela se celebraram corridas de cavalos e de touros, autos sacramentais, representações teatrais e execuções públicas. O local apresenta duas partes bem diferenciadas. Na mais antiga situava-se a antiga Casa Consistorial, de finais do século XV. Este edifício exerceu a função de prefeitura da cidade até 1799. Destaca sua fachada com elementos mudéjares. Atualmente o edifício é utilizado para a celebração de atos institucionais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa foto acima, vemos duas das torres que compõem o recinto da Alcazaba, situadas detrás da antiga Casas Consistorial. Ao lado dela, vemos a fachada do Edifício do Conselho de Ferias e Festas, considerada a mais antiga da cidade (1450).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Praça Alta possui um caráter renascentista, com amplos espaços abertos. É considerada a primeira praça pública construída em Badajoz.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA finais do século XVII, o bispo da cidade Juan Marin de Rodezno realizou uma nova reforma na praça, finalizada abruptamente em 1703 devido à Guerra da Sucessão Espanhola. Se completou apenas um terço do planejamento previsto, e a praça também é conhecida pelo nome deste bispo. No costado da praça, vemos um monumento em sua homenagem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar da reforma não ter sido completada integralmente, podemos admirar a decoração barroca dos edifícios desta parte da praça, que em conjunto foram denominadas Casas Coloradas, composta por esgrafiados com motivos geométricos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma imagem da praça tirada da Alcazaba.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo foi dito no começo da matéria, antigamente as Praças de San José e Alta estavam unidas, até que a mediados do século XVI se construiu o Arco del Peso, que acabou separando as mesmas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, a Praça Alta está sendo reabilitada e é um dos principais pontos de encontro dos habitantes de Badajoz. Um lugar único, sem dúvida nenhuma.