Tibidabo – Templo do Sagrado Coração

Na parte mais elevada da montanha do Tibidabo localiza-se uma das mais emblemáticas igrejas de Barcelona, o Templo Expiatório do Sagrado Coração de Jesus, vista desde muitos pontos da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA ideia de sua construção surgiu no final do século XIX, quando apareceram rumores de que uma igreja protestante seria erguida no local. Uma associação católica adquiriu a propriedade do terreno, cedendo-o em 1886 a São João Bosco, então de visita a Barcelona. A partir deste momento, se planejou a edificação de um templo dedicado ao Sagrado Coração, que se converteu em moda na época, seguindo a linha das igrejas construídas em Roma e Paris.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO arquiteto Enric Sagnier i Villavecchia foi contratado para a realização do projeto, mas o templo acabou sendo finalizado por seu filho, Josep Maria Sagnier i Vidal. A construção se prolongou de 1902 até 1961, ano em que recebeu o título de Basílica Menor, outorgado pelo Papa João XXIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASeu aspecto exterior se parece a um recinto fortificado, presidido por um templo neogótico com alguns detalhes modernistas. O conjunto está formado por uma cripta inferior e a igreja propriamente dita, situada na parte mais alta. Combina elementos clássicos como o arco semicircular da cripta e a verticalidade gótica do templo. A cripta é de estilo neobizantino, e foi concluída em 1911. O tímpano, ricamente decorado, está composto por esculturas realizadas por Eusebi Arnau, representando a Virgem da Merced, São Jorge e o Apóstolo Santiago, respectivamente Padroeira de Barcelona, Padroeiro da Catalunha e o Padroeiro da Espanha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior da cripta está formado por 5 naves separadas por colunas, com seus correspondentes ábsides semicirculares.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm cada um dos ábsides vemos mosaicos pintados com cenas relacionadas a Virgem Maria Auxiliadora, Santo Antônio de Pádua, Jesus Sacramentado, São José a a Virgem de Montserrat.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma representação da Virgem de Montserrat, Padroeira da Catalunha, venerada no Monastério de Montserrat, um dos lugares mais sagrados da comunidade e situado a poucos quilômetros de Barcelona (matéria publicada em 29/7/2013).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior da cripta permite o acesso a capela dedicada à Adoração Perpétua, que foi escavada na própria rocha e concluída em 1940.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa sequência, vemos a igreja, rematada por uma estátua de bronze do Sagrado Coração realizada em 1950 por Josep Miret, que substituiu a original do artista Frederic Marès, de 1935 e destruída no ano seguinte durante a Guerra Civil Espanhola.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos a matéria com algumas fotos do interior da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Cartagena Púnica

Foram os interesses de Cartago de se estabelecerem na Península Ibérica e um modo de recuperarem-se das perdas sofridas durante a Primeira Guerra Púnica (264/241 aC), quando se enfrentaram com o Império Romano, os fatores principais que fizeram com que Cartagena se transformasse na capital do Império Cartaginês na Ibéria, no ano 229 aC. A política expansiva da família dos Barca iniciou-se com Almícar, que estabeleceu pactos que assegurassem pontos estratégicos em seu avance pela península. As aspirações cartaginesas provocaram rebeliões da população autóctona ibérica, ocasionando vários enfrentamentos. Num deles, o próprio Almícar veio a falecer, na Batalha de Helike. Seu genro, Asdrúbal, foi capaz de controlar boa parte do mediterrâneo e as riquezas minerais e sua estratégica localização resultaram determinantes para que escolhesse este local para fundar no ano 229 aC a cidade de Qart-Hadasht, futura Cartagena. Abaixo, vemos um monumento em homenagem ao general cartaginês.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADesta época fundacional, se conservam em Cartagena as Muralhas, descobertas em 1987 e consideradas um dos escassos exemplos de conjuntos arqueológicos púnicos encontrados na Península Ibérica. Uma estrutura contemporânea preserva os achados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs Muralhas Púnicas, além de sua função defensiva, refletiam a importância que a cidade havia adquirido neste período. Feita de arenito, estava composta por dois muros paralelos, separados 5 metros entre si.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA parte superior da muralha possuía um caminho em que as guarnições podiam transitar, e provavelmente tinham um fosso, para a proteção das áreas mais vulneráveis. A muralha foi construída segundo o modelo helenístico e o edifício que a alberga recria suas dimensões, de 10 metros de altura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO mais curioso é que dentro do conjunto arqueológico preservado se encontra uma cripta, pertencente a Ermita de San José, uma construção separada quase dois mil anos que nada tem que ver com a muralha, salvo que foi edificada no mesmo local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANão se sabe ao certo quando o templo foi construído, provavelmente no séc. XVI. A cripta foi construída no séc. XVII por alguma das confrarias  que tinham sede na ermita, a de São José e a de São João Nepomuceno, acolhendo os restos de muitos de seus membros. Pinturas de época medieval, inspiradas na dança da morte, se conservam, recordando a fugacidade da vida e a vitória da morte sobre os poderes temporais, simbolizada por um esqueleto que pisa numa bandeira real  com a tiara papal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA  construção da cripta provocou a perda de boa parte da muralha onde foi edificada. Com a Desmortizaçao de Mendizábal em 1836, a igreja foi demolida, preservando-se somente a cripta graças ao uso que lhe foi dada, como um local de escombros. A importância da cidade durante o período cartaginês pode ser observada no Museu de Arqueologia Subaquática, que possui uma boa quantidade de ânforas púnicas para o armazenamento de produtos, prova de sua intensa atividade comercial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A Catedral de Cádiz

A Catedral é um dos monumentos mais significativos e conhecidos da cidade de Cádiz. Situada bem próxima ao mar, pode ser vista de vários lugares, e sua cúpula amarela é inconfundível.

OLYMPUS DIGITAL CAMERARecebe a denominação de “Santa Cruz sobre o mar“, ainda que os gaditanos a chamam de Catedral Nova, em contraposição a Catedral Velha, edificada no séc. XVI sobre uma anterior igreja gótica construída em tempos de Alfonso X, e que atualmente cumpre a função de igreja paroquial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua construção se produziu devido ao deficiente estado da Catedral Velha, assim como pela importância que Cádiz adquiriu depois que tornou-se sede da Casa de Contratação em 1717, adquirindo o status de principal porto comercial com o continente americano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFoi iniciada em 1722 e finalizada em 1838, e durante as obras participaram vários arquitetos, entre os quais Vicente Acero, que realizou o projeto inicial, Gaspar Cayón e seu sobrinho Torcuato Cayón, entre outros.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASua fachada principal está composta por uma combinação de formas côncavas e convexas, próprias do estilo barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO clima da cidade, e a localização da catedral junto ao mar provocaram o desgaste da pedra, cuja consequência foi o progressivo desmoronamento de algumas partes de sua estrutura. Por este motivo, no interior do templo foram colocadas redes de proteção, como vemos na foto abaixo, em que aparece o belo coro da catedral.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Altar Maior está formado por um baldaquino neoclássico dedicado à Imaculada Conceição.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASob o altar maior, situa-se uma grande cripta, onde estão sepultados personagens ilustres de Cádiz, como o compositor Manuel de Falla (1876/1946).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos com uma foto do órgão e do púlpito da Catedral de Cádiz….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Salamanca Romana e Românica

Os primeiros povoadores do que hoje conhecemos como a cidade de Salamanca se assentaram nas margens do Rio Tormes há cerca de 2500 anos atrás. No ano de 220 aC, Aníbal, o grande general de Cartago, em seu avanço pela Península Ibérica, sitiou e conquistou a antiga cidade de Helmántica. Finalizada a II Guerra Púnica, o vitorioso exército romano expandiu-se pela península, anexionando a cidade, que passou a integrar a Província Romana da Lusitânia. Durante este período, se construiu uma enorme ponte que cruza o Rio Tormes, também conhecida como Ponte Maior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERARestaurada em diversas ocasioes, dos 26 arcos que está constituída, 15 sao de época romana. Sua data de construçao nao se conhece com precisao, estando situada entre os mandatos dos imperadores Augusto e Vespasiano, durante o séc. I dC.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA construçao da ponte visava oferecer uma estrutura que cruzasse o rio para os viajantes que percorriam a denominada Via de la Plata, que comunicava as antigas cidades romanas de Emérita Augusta (hoje Mérida) com Astorga. Entre os séculos XII e XIII, se reconstruiu a parte da ponte mais afastada do centro histórico da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1627, foram realizadas uma das maiores intervençoes em sua estrutura, devido às fortes enchentes provocadas pelo rio. Declarada Monumento Histórico-Artístico em 1931, seu uso atualmente é exclusivo para pedestres, que aproveitam o espaço criado em seu entorno para a prática desportiva.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASalamanca esteve fortificada em vários períodos de sua história. A chamada Cerca Velha foi levantada durante a dominaçao romana. A muralha nova foi erguida na Idade Média (séc. XIII),mas grande parte de seu perímetro se perdeu durante o processo de expansao da cidade, conhecido como Ensanche.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAPouco se sabe da época visigoda de Salamanca, exceto que foi sede episcopal já no séc. VI dC. Conquistada pelos muçulmanos no séc. VIII, ficou praticamente destruída durante as frequentes invasoes a que foi submetida, e a cidade foi abandonada. Salamanca foi reconquistada pelos Reinos Cristaos e repovoada por Raimundo de Borgonha, genro do monarca Alfonso VI, da mesma forma que sucedeu com a cidade de Segóvia. A partir de entao, se formam as bases da cidade atual. Muitas das construçoes desta época foram edificadas no estilo em voga naquele momento, o Românico. Um exemplo é a Igreja de San Marcos, que foi construída num pouco habitual formato circular, no final do séc. XI ou no começo do séc. XII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs estudiosos nao chegam a uma conclusao defintiva sobre o porquê e com que finalidade foi levantada desta forma, já que a planta circular é rara dentro dos templos religiosos românicos. A construçao se caracteriza também pela quase total ausência decorativa de seus muros, compondo uma estrutura sóbria e austera.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPróxima à belíssima Praça Maior de Salamanca, que em breve veremos com detalhes, encontramos a Igreja de San Martín, erguida no Estilo Românico no séc. XII. San Martin de Tours é um santo francês, e entre os episódios de sua vida se tornou famoso aquele que montado sobre um cavalo, divide suas roupas com um mendigo, fato retratado numa escultura policromada que decora a Porta do Bispo da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMuitas das construçoes pertencentes ao periodo românico se perderam, como a Igreja de San Cebrián, levantada no séc. XII e desaparecida no XVI. Se conserva apenas a cripta, um lugar lendário que, segundo a tradiçao popular, era o local onde lecionava aulas de ciências ocultas o próprio Satanás. Disfarçado de sacristao, dava cursos de adivinhaçao, magia, etc, a sete alunos durante sete anos, um dos quais permaneceria o resto de sua vida ao serviço do diabólico mestre. O escritor Miguel de Cervantes ofereceu um caráter burlesco a lenda em sua novela “A Cova de Salamanca”. A tradiçao foi levada a América Espanhola, e muitos dos lugares de reunioes de bruxas e demônios ficaram conhecidos como Salamancas….

OLYMPUS DIGITAL CAMERALogo depois da reconquista, a Diocese de Salamanca foi restaurada, iniciando-se a construçao da Catedral Românica no séc. XII, cuja matéria foi publicada em 24/07/2012. Abaixo, vemos uma foto da Capela Maior e seu impressionante retábulo, coroado por frescos representando o Juízo Final, realizado pelo pintor Nicolás Florentino em 1445.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO retábulo está presidido por uma imagem da Virgen de la Vega, padroeira da cidade. Finalizamos o post com uma imagem da Capela de San Martín, repleta de pinturas murais medievais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Palácio Episcopal de Gaudi – Parte 2

O Palácio Episcopal de Astorga, projetado por Antoni Gaudí, pode e deve ser visitado, já que seu interior é tao surpreendente quanto o aspecto exterior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERALogo na entrada, vemos esculpido numa das portas o símbolo episcopal, talhado em madeira.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA estrutura do edifício está sustentada por pilares com capitéis decorados e bôvedas de crucería sobre os chamados arcos ojivais, ambos elementos característicos da arquitetura gótica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACada detalhe da construçao chama nossa atençao por sua beleza, como as coberturas existentes nas várias salas que compoem o palácio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAs inúmeras janelas permitem uma excepcional iluminaçao do interior, com um grande leque decorativo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Palácio Episcopal possui, inclusive, uma grandiosa capela, cujas paredes foram adornadas com pinturas murais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, vemos os grandes arcos que sustentam o edifício.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo subsolo, encontramos uma imensa cripta, destinada a acolher sepulcros antigos e peças pertencentes a várias épocas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o Palácio Episcopal é a sede do Museu dos Caminhos, um espaço cultural referente no Caminho de Santiago, que será o tema do nosso próximo e último post sobre esta magnífica construçao.

Nuevo Baztán – Comunidade de Madrid

Existem lugares que devem sua existência a uma só pessoa e a uma finalidade muito concreta. Este é o caso de Nuevo Baztán, povoado situado na Comarca de Henares, a  sudeste da Comunidade de Madrid e a cerca de 50 km da capital. A cidade foi fundada em 1709 pr Juan de Goyeneche y Gastón, como residência dos trabalhadores de diversas indústrias que nela foram instaladas. Seu nome origina-se do Vale de Baztán, uma regiao navarra onde nasceu o fundador. Juan de Goyeneche foi o tesoureiro durante os reinados de Carlos II e Felipe V. Seu principal objetivo na construçao do povoado era resolver dois aspectos que afetavam o país na época, a falta de industrializaçao e a recessao demográfica. O rei Felipe V lhe concedeu, entao, privilégios para a construçao de um complexo industrial para ativar a economia da regiao, competir com o mercado estrangeiro e reduzir as importaçoes. O complexo incluía fábricas de tecidos, couros, sapatos, papel, vidros, etc. Estas atividades eram altamente especializadas, atraindo um grande número de artesaos à regiao de Nuevo Baztán.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA fábrica de vidros, por ex., proveu de objetos finos a Madrid, outras cidades do país e inclusive o continente americano. Juan de Goyeneche estabeleceu também uma rede de serviços para os trabalhadores, como hospitais, farmácias, etc, e melhora as vias de comunicaçao ao local. Goyeneche encarrega o traçado urbano do povoado ao arquiteto José Benito de Churriguera, sendo que o projeto continua, até hoje, a ser objeto de estudos urbanos como exemplo do “Urbanismo Barroco Espanhol” e como povoado industrial. Nuevo Baztán foi construída totalmente em pedra, lembrando o pueblo natal de Goyeneche.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJosé Benito de Churriguera (1665/1725) foi o primogênito de uma importante família de artistas. Junto com os irmaos Alberto e Joaquim, definiram o denominado Estilo Churrigueresco, termo utilizado para definir o Barroco Espanhol do primeiro terço do séc. XVIII. Além de arquiteto, José Benito foi um fantástico escultor, realizando vários e admiráveis retábulos para igrejas. Uma das travessas do povoado homenageia o grande arquiteto.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATanto as ruas, quanto as três praças que compoem o povoado, convergem ao recinto formado pela igreja e o Palácio de Goyeneche. Os traçados sao retos e regulares,  integrados entre si. O Palácio foi edificado entre 1709 e 1713, estando  adossado à igreja. Possui uma torre quadrada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA entrada do palácio ostenta o escudo do Vale de Baztán, que consta de um tabuleiro de xadrez, concebido pelo rei Sancho VII pelo heróico comportamento dos habitantes do vale durante a Batalha de Las Navas de Tolosa, que supôs uma fatal derrota das tropas muçulmanas, propiciando o avance dos reinos cristaos durante a Idade Média.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAConstruída em 1722, a Igreja de San Francisco Javier apresenta duas belas torres.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo centro da fachada, vemos uma escultura de San Francisco Javier, co-padroeiro de Navarra e conhecido como Apóstolo das Índias, pela atividade missioneira que exerceu.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo interior, o coro comunicava com o palácio, permitindo que a família de Goyeneche pudesse assistir os ofícios religiosos desde sua residência. O Retábulo Maior foi executado pelo próprio Churriguera e realizado em mármore verelho, estando presidido por uma imagem do santo titular.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJuan de Goyeneche faleceu em 1735 e foi sepultado na cripta da igreja, mas atualmente seus restos nao se encontram mais no local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs indústrias sofreram várias transformaçoes e acabaram fechando as portas. O povoado permaneceu num estado de abandono  durante muito tempo e no começo do séc. XX foram realizadas várias tentativas de restauraçao, até que em 1941, Nuevo Baztán foi catalogada como Monumento Histórico e em 1980 declarada Conjunto Histórico Artístico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém da singularidade do povoado, chama a atençao algumas árvoes que foram plantadas na época da fundaçao, como este exemplar, situado em frente à igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFamoso também é o denominado Olmo de Baztán, um dos últimos exemplares desta espécie que presidiam as praças dos pueblos madrilenhos. Churriguera mandou plantar uma fileira de Olmos para decorar a entrada do palácio, e a foto abaixo mostra o único sobrevivente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma escapada à Nuevo Baztán permite também saborear pratos típicos das culinárias madrilenha e castelhana, como o cordeiro assado, o churrasco ou a sopa castelhana. O Restaurante El Conde é uma excelente pedida e seu simpático e atencioso proprietário nao se cansa de contar curiosas e interessantes histórias do povoado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A “Catedral” de Justo Gallego – Segunda Parte

Como visto no post anterior, a obra de Justo Gallego projetou-se internacionalmente, graças ao êxito arquitetônico que logrou alcançar. Curiosamente, sua “catedral” está situada próxima a uma rua, cujo nome homenageia outro reconhecido gênio da arquitetura: Antoni Gaudi. Justo Gallego realiza diariamente (só descansa aos domingos) sua obra no estilo eclético, combinando elementos românicos, góticos, renascentistas e barrocos. O interior da “catedral” nos mostra sua magnificência e capacidade criativa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A planta da igreja está composta por 3 naves, sendo a central mais larga que as laterais, seguindo o esquema tradicional. Para o teto, utilizou materiais mais leves. A cúpula, vista do interior, é realmente impressionante.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Os muros estão repletos de janelas, permitindo que a luz inunda o interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Para não dizer que Justo Gallego fez a totalidade de sua obra, recebeu a ajuda do artista Carlos Romano Silveira, que pintou os murais da nave central.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Atualmente octogenário (nasceu em 1925), Justo recebe a ajuda de duas pessoas, que esporadicamente colaboram com os afazeres diários. Abaixo, vemos a cripta.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A seguir, vemos imagens do claustro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Justo recebe também a companhia de um cão pastor, solução encontrada depois que, em flagrante, percebeu que algumas pessoas invadiram a catedral para roubar…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O destino da “catedral” de Justo Gallego é incerto, pois ainda não encontraram uma forma de legalizá-la. Enquanto isso, continua seu trabalho, digna e pacientemente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Perdurará a grandiosa obra de Justo Gallego, quando já não esteja mais conosco? As grandes catedrais medievais demoravam séculos em edificar-se, e nosso herói, praticamente sozinho, muito realizou para ver seu sonho concretizado. Poderá, desde as estrelas, contemplar sua obra concluída? Todos aqueles que tiveram o privilégio de conhecê-lo e admirar sua obra, esperamos esperançosos que sim…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA