Laredo – Cantábria

Depois de dois dias em Castro Urdiales conhecendo a cidade, iniciei minha pequena rota pelo Caminho do Norte com destino a Santander. Foram apenas três dias de caminhada, mas o esforço valeu a pena, por ter a oportunidade de conhecer várias localidades interessantes do norte da Espanha. Nossa primeira parada foi Liendo, onde nos hospedamos numa excelente pousada, instalada num edifício histórico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo segundo dia de caminhada saímos de Liendo e paramos para conhecer a cidade de Laredo, de grande importância histórica. A primeira referência escrita sobre o local data do ano 968, na qual se menciona sua existência desde o século VIII, como uma vila de pescadores. Em 1200, recebe o privilégio de ser uma vila real com jurisdição própria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADurante séculos, Laredo aportou homens e barcos a atividades comerciais e bélicas, integrando a denominada Quatro Vilas do Mar, junto com Santander, Castro Urdiales e San Vicente de la Barquera. As ruas do centro antigo, chamada de “Puebla Vieja” foram declaradas Conjunto Histórico-Artístico em 1970. Podemos observar restos da muralha do século XIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs Reis Católicos favoreceram o desenvolvimento de Laredo como cidade portuária, e estiveram em várias ocasiões visitando a cidade. Isabel la Católica despediu-se de sua filha Juana la Loca no porto de Laredo em 1496, que partiu para casar-se com Felipe El Hermoso em Flandes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Imperador Carlos V também passou por Laredo em 1556, iniciando pela cidade o retiro com destino ao Monastério de Yuste, local onde viria a falecer. Os Reis da Espanha se hospedavam na casa pertencente ao Condestable de Castilla, atual Arquivo Histórico Municipal, que vemos abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a Igreja de Santa María de la Asunción, construída a partir do século XIII no estilo gótico. O templo foi catalogado como Monumento Histórico-Artístico em 1931.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, vemos a antiga Casa Consistorial de Laredo, construída no século XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutras imagens do centro histórico de Laredo….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o turismo representa uma das principais fontes de renda da cidade. Abaixo, vemos o Mercado de Laredo, uma bela construção realizada pelo arquiteto Eladio Laredo, a quem foi dedicado uma matéria recentemente publicada. O edifício possui um caráter eclético com elementos modernistas e a decoração de cerâmica realizada por Daniel Zuloaga.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Casa de Allende – Madrid

Um dos edifícios mais interessantes do Centro Histórico de Madrid, a Casa de Allende é uma construção única situada na Plaza de Canalejas, esquina com a Carrera de San Jerónimo, a poucos metros da Puerta del Sol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício foi projetado pelo arquiteto Leonardo Rucabado e construído entre 1916 e 1920 para um promotor imobiliário da cidade de Bilbao, chamado Tomás de Allende.

OLYMPUS DIGITAL CAMERALeonardo Rucabado foi um arquiteto fundamental da denominada Arquitetura Regionalista, e a Casa de Allende representou sua principal obra na capital. O edifício destaca-se por sua riqueza decorativa, presente em elementos associados à história espanhola, como a concha relacionada ao Caminho de Santiago, que vemos acima, e os belíssimos balcões de ferro. Outra figura, no caso relacionada à Arte Ibérica, que podemos admirar na fachada do edifício, é a famosa Dama de Elche, considerada um ícono da Arqueologia Espanhola.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta escultura de finais do século V e princípio do século IV aC, foi encontrada casualmente na zona arqueológica de La Alcudia, situada a poucos quilometros da cidade de Elche, e pode ser vista no excepcional Museu Nacional Arqueológico, em Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro elemento arquitetônico de destaque é a Torre do edifício, decorada com cerâmicas realizadas por Daniel Zuloaga (1858/1921), um dos renovadores mais importantes da arte realizada com este tipo de material na história do país.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Casa de Allende foi construída como um edifício residencial. No entanto, durante um bom tempo ficou conhecida como Edifício Credit Lyonnais, pois no andar térreo albergava a sede desta instituição financeira.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa construção do edifício foi empregada formas típicas da Arquitetura Tradicional Espanhola, principalmente da Cantábria, terra natal do arquiteto, seguindo os princípios da corrente regionalista de finais do século XIX. Neste aspecto, sobressai na fachada que dá para a Carrera de San Jerónimo um magnífico mirador (mirante, em português) totalmente realizado em madeira.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Plaza de Canalejas recebeu este nome em homenagem a José de Canalejas (1854/1912), um famoso político liberal espanhol, que foi assassinado por um anarquista em plena Puerta del Sol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos a matéria com outras imagens da Casa de Allende

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Hospital de Maudes – Madrid

Neste último post sobre a obra arquitetônica de Antonio Palacios, veremos o Hospital de Maudes, seu segundo projeto executado em Madrid, junto com seu colega Joaquín Otamendi.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA construção foi finalizada em 1916, ano em que recebeu um prêmio da prefeitura de Madrid. o projeto foi encarregado ao arquiteto por D.Dolores Romero, uma rica viúva sensível aos problemas que afetavam a classe obreira no bairro de Quatro Caminos, onde se localiza. Em concreto, aos jornalistas da região, um grupo bastante numeroso na época. Por estar localizado numa região pouco turística, este edifício passa desapercebido, não sendo conhecido, muitas vezes, nem pelos próprios madrilenhos…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAntes da construção do Hospital de Maudes os jornalistas, quando ficavam doentes, tinham que ser ingressados em centros médicos distantes da zona onde viviam. Neste novo hospital benéfico de caráter gratuito, os hospitalizados recebiam toda a atenção necessária, desde sua entrada até seu pronto restabelecimento. O local recebeu a advocaçao de São Francisco de Paula e foi dotado das mais modernas instalações da época. Se conta, que nos anos 20, quando alguém tinha um pequeno resfriado ou  sentia uma dor de nada, rapidamente acudia ao centro para poder aproveitar, durante alguns dias,  sua confortável infraestrutura e passar alguns momentos de total relax…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar de sua semelhança com o Palácio das Comunicações, neste edifício Antonio Palacios rompeu completamente com toda a tradição da arquitetura hospitalar. Para sua elaboração, utilizou 5 diferentes tipos de pedra: calcária, granito, mármore, ardósia e silício. Os painéis cerâmicos que decoram o conjunto foram realizados por Daniel Zuloaga, um dos grandes ceramistas do país. Os pátios e os jardins internos que o conformam tornavam o local agradável e propício para a recuperação dos enfermos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa fachada principal do hospital foi situada a igreja, que pude visitar recentemente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, a bela cúpula do interior do templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs belos vitrais que ornamentam a igreja foram feitos pela prestigiada Casa Maumejeán.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADepois da Guerra Civil, o Hospital de Maudes perdeu seu caráter assistencial para os jornaleiros e transformou-se num hospital militar. Em 1969, foi abandonado e fechado. A partir de então, entrou num lento processo de deterioração, e somente começou a ser restaurado depois de 10 anos, quando foi declarado Monumento Histórico-Artístico. Nos anos 80, foi finalmente comprado pela Prefeitura de Madrid, que o destinou a um órgão público.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Edifícios Art Decô – Gijón

Na primeira metade do séc. XX, graças ao desenvolvimento econômico de que foi protagonista, Gijón foi o centro, em Asturias, das chamadas correntes vanguardistas arquitetônicas que assolaram o continente europeu. A Art Decô foi uma das mais importantes, deixando uma grande quantidade de edifícios na cidade, que foram realizados neste estilo eminentemente decorativo, como vemos a seguir.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO movimento Art Decô desenvolveu-se principalmente entre os anos 20 e 40 do século passado, tendo a sofisticação exterior e interior como um elemento referente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO arquiteto Manuel del Busto e seu filho Juan Manuel foram os pioneiros desta estética na cidade. Em 1929, por ex., realizou este edifício, marcado por uma concepção racionalista em voga na Europa, provocando uma mudança de seu estilo, anteriormente regionalista, para um conceito moderno, através da Art Decô. Destaca o geometrismo da composição.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste outro edifício, de caráter modernista, foi projetado pelo arquiteto em 1913…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo começo do séc. XX, a repercussão da arquitetura modernista catalã provocou um grande impacto e Gijón acabou brindada com alguns belos edifícios, como o de abaixo, construído em 1902 pelo arquiteto José Craner Prat, situado ao lado do edifício acima.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA primeira etapa de Manuel del  Busto esteve marcada por uma arquitetura regionalista, como dissemos acima. Um exemplo vemos a seguir, onde a decoração de azulejos foi encomendada a Daniel Zuloaga.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO conhecido Café Dindurra, o mais antigo da cidade (1901), foi alvo de uma reforma nos anos 30, cujo teto e colunas foram inspirados na Art Decô, encargo que Manuel del Busto e o escultor Pepín Morán assumiram com grande competência.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA20150721_221849Também neste período projetou a Estação Rodoviária da cidade, obra pertencente a última fase do Movimento Art Decô, que passa a incorporar critérios racionalistas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO estilo foi adaptado a muitos outros tipos de construção, que proporcionaram glamour antigamente e mesmo hoje em dia, como neste bar à beira da praia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm frente ao bar vemos o Hotel Alcomar, cuja fachada apresenta uma decoração tipicamente Art Decô

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO mesmo podemos dizer do Clube Náutico de Gijón

OLYMPUS DIGITAL CAMERANossa visita a cidade de Gijón está chegando ao fim. Antes, porém, de sua conclusão, veremos no próximo post um museu exemplar, que me impressionou muito, tanto pelo seu conteúdo, quanto pela amabilidade e simpatia de seus funcionários, o Museu Ferroviário de Gijón…até lá !!!

Edifício da Companhia Colonial – Madrid

Outra Obra Fundamental do Modernismo em Madrid encontramos em plena Calle Mayor, no centro histórico da cidade. O Edifício da Companhia Colonial possui uma maravilhosa fachada, cuja recente restauraçao a deixou ainda mais bela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta empresa dedicava-se a elaboraçao de chocolate e a importaçao de produtos como o açúcar, o cacau e o café. No alto do edifício, o ceramista Daniel Zuloaga, cujo trabalho vimos no dia 11/1/2015, realizou diversos painéis de azulejos, mostrando os produtos da companhia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Este elegante edifício comercial foi projetado pelos arquitetos Miguel Mathet e Jerónimo Pedro Mathet, e recebeu o prêmio da Prefeitura de Madrid de melhor edifício construído na cidade em 1908.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASua composiçao simétrica, em que a verticalidade das estruturas laterais que servem como mirantes, se equilibram perfeitamente com a horizontalidade dos balcoes. Esta característica é própria da Arquitetura Eclética. No entanto, a enorme plasticidade decorativa de sua fachada incorpora vários elementos modernistas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA A ornamentaçao da fachada foi inspirada na Art Noveau, e apresenta uma abundante iconografia simbólica, referente á atividade mercantil da empresa, como por exemplo, a escultura de Mercúrio, Deus do Comércio, que adorna a fachada principal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA indústria também se representa com um de seus símbolos mais conhecidos, a Roda Dentada, que vemos acima e abaixo. A seguir, vemos outros detalhes escultóricos da fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm uma das laterais da fachada podemos ver o nome dos arquitetos construtores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADigno de nota é o incrível trabalho de ferro em seus balcoes, mirantes e portas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, muitos sao os que param diante do edifício e começam a tirar fotografias, pois sua beleza é realmente contagiante, e os detalhes decorativos, incríveis.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Edifício do Ministério da Agricultura – Madrid

Todas as pessoas que chegam a Madrid pela Estaçao Ferroviária de Atocha se deparam, ao sair da mesma, com uma magnífica e monumental construçao, o Edifício do Ministério da Agricultura, considerado um dos símbolos da Arquitetura Eclética da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Ecleticismo englobou construçoes de caráter diversos, tanto na arquitetura residencial,  nos templos religiosos, naqueles relacionados aos  estabelecimentos industriais e comerciais, e também nos edifícios governamentais, como no presente caso. Inicialmente, este edifício foi concebido para sediar o Ministério do Fomento, uma parte do Ministério do Comércio, Instruçao e Obras Públicas. Com a reforma ministerial realizada no princípio do séc. XX, o Ministério do Fomento foi suprimido e o edifício foi ocupado pelo Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentaçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATanto o projeto como a conduçao das obras foram realizados por Ricardo Velázquez Bosco, entre 1893 e 1897. Este fundamental arquiteto foi um dos responsáveis pela incorporaçao dos diferentes elementos decorativos n Arquitetura Eclética. Neste edifício, observamos várias características do estilo, como a combinaçao de variados componentes artísticos. Um de seus destaques é o corpo central da fachada, formado por 4 pares de colunas de ordem coríntio, que podemos ver nas fotos acima.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte superior da fachada, vemos um excepcional conjunto escultórico feito em mármore denominado “Glória e os Pégasos“, executado em 1905 pelo escultor Agustin Querol (Tortosa-1860/Madrid-1909). O artista idealizou um conjunto composto por 3 partes: a Glória (vitória alada junto com as alegorias das ciências e artes) e os cavalos Pégasos acompanhados por figuras humanas representando a agricultura e a indústria (esquerda) e a filosofia e as letras (direita).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs danos sofridos durante a Guerra Civil e as inclemências metereológicas ao longo do séc. XX fez com que o conjunto se deteriorasse, sendo substituído em 1976 por uma réplica em bronze, feita por Juan de Ávila. Esta obra foi inspirada na Mitologia Clássica para simbolizar uma visao global do progresso, tanto em seu aspecto material quanto intelectual. O trabalho de ferro ornamental é outro dos destaques do edifício.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa imensa estrutura que rodeia toda a construçao podemos admirar este maravilhoso trabalho, prrincipalmente nos portoes, formado também por colunas de ordem coríntio e bustos da deusa Minerva.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANao poderiam faltar, evidentemente, os elementos decorativos a base de cerâmica e azulejos, realizados por Daniel Zuloaga, que incluiu motivos alegóricos e mitológicos em sua concepçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs muros do edifício foram ornamentados por esculturas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a parte traseira do edifício, composta por duas guaritas que delimitam um dos portoes de acesso oficial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos com outra imagem em que se observa a notável combinaçao artística deste belo monumento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Daniel Zuloaga

Um dos nomes mais importantes associados à Cerâmica Espanhola foi o pintor e ceramista Daniel Zuloaga (Madrid-1852/Segóvia-1921). Considerado um dos renovadores da arte em cerâmica no país, sua obra se estende por toda a geografia espanhola, e graças a sua participaçao em várias exposiçoes internacionais é possível encontrar trabalhos do artista em muitos países europeus. Um exemplo é o maravilhoso painel realizado para a Escola de Engenharia de Minas, situada em Madrid (para maiores informaçoes sobre este belíssimo edifício, ver a matéria publicada em 10/5/2013).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASeu trabalho caracterizou-se pela recuperaçao das antigas técnicas de elaboraçao da cerâmica. Foi um dos diretores da Real Fábrica de Moncloa, inaugurada com o objetivo inicial de produçao de objetos de cerâmica para a decoraçao das residências reais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPosteriormente, a fábrica dedicou-se à produçao de cerâmicas, azulejos e porcelanas destinadas à arquitetura de vários edifícios madrilenhos. Alguns dos exemplos mais conhecidos encontramos no Parque do Retiro de Madrid. Daniel Zuloaga realizou a decoraçao de dois dos monumentos referentes desta inigualável área verde da capital espanhola. Um deles é o Palácio Velázquez, construído como pavilhao para uma Exposiçao Internacional de Mineralogia no final do séc. XIX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO outro edifício, um dos mais belos construídos dentro da denominada Arquitetura de Ferro, é o Palácio de Cristal, criado originalmente como estufa para a Exposiçao de Botânica Hispano-Filipina, também organizada no final do séc. XIX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo caso do Palácio de Cristal, Zuloaga enriqueceu o por si só monumental conjunto com um grandioso trabalho artístico, combinando a estrutura de ferro e vidro com a decoraçao de cerâmicas e pinturas nos azulejos. Ambos edifícios foram projetados por Ricardo Velázquez Bosco, arquiteto com que manteve uma estreita colaboraçao. Se a participaçao do artista nas corrente eclética foi fundamental, o mesmo se pode dizer na implantaçao das tendências modernistas. De fato, o estilo modernista verificou-se inicialmente nas Artes Decorativas, e somente depois foi incorporado à arquitetura. Em Madrid, uma das primeiras formas do estilo encontramos no saguao de um edifício eclético, situado na Calle Barquillo, em pleno centro da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1900, Zuloaga foi encarregado de realizar um conjunto de painéis inspirado na Arte Noveau que se tornaram pioneiros na Arte Decorativa Modernista de Madrid. O conjunto está formado por uma série de cabeças femininas de cor azul sobre um fundo dourado e foram colocados entre os capitéis das pilastras que conformam o espaço interior do edifício.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANos próximos posts conheceremos dois edifícios capitais do Ecleticismo Madrilenho. Nao percam….