Praça de Jacinto Benavente – Madrid

A matéria de hoje está dedicada a Praça de Jacinto Benavente, situada bem no centro de Madrid, próxima a Puerta del Sol. O local homenageia o escritor e dramaturgo Jacinto Benavente (1866/1954), autor de mais de 100 obras e laureado com o Prêmio Nobel em 1922.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa cidade, existe um monumento que recorda o escritor, mas que não se encontra na praça, e sim no Parque do Retiro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA praça foi aberta na década de 20 do século passado, com a demolição de várias casas. Atualmente, é um local bastante movimentado, e caracteriza-se pela variedade de estilos de seus edifícios.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom a chegada do inverno, os bares da praça começaram a colocar mantas nas terraças para aliviar o frio, de modo que os clientes possam estar mais confortáveis.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlgumas estátuas lembram o indispensável trabalho dos funcionários municipais, como os varredores de ruas. Curiosamente, um artista resolveu acompanhar a solitária estátua, e resulta complicado saber quem é quem…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO local onde se localiza a praça possui um importante significado histórico, graças a alguns dos edifícios que nela encontramos, como também pelas construções desaparecidas, caso do Convento de la Santíssima Trinidad. Um dos maiores monastérios de Madrid, foi fundado pelo rei Felipe II em 1562. Destacava-se por sua arquitetura renascentista e seu precioso claustro. Depois da Desamortização de Mendizábal de 1836, o convento foi fechado e em 1847  destinado como Museu Nacional de Escultura e Pintura, conhecido popularmente como Museu de la Trinidad. Lamentavelmente, em 1897 o edifício foi derrubado e seu importante acervo artístico hoje em dia pertence ao Museu do Prado. No solar onde antes ocupava o convento foi construído um dos teatros mais conhecidos da cidade, o Calderón.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Teatro Calderón foi erguido em 1917 pelo arquiteto Eduardo Sánchez Eznarriaga num belíssimo estilo eclético.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAInicialmente, chamava-se Teatro Odeón e depois passou a denominar-se Teatro do Centro. A partir de 1927, recebeu o nome que ostenta atualmente. Recentemente foi pintado, e agora podemos admirar seus elementos decorativos e suas formas arquitetônicas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos edifícios mais importantes da capital, desde o ponto de vista econômico, situa-se na Praça de Jacinto Benavente. Atualmente ocupado por um órgão municipal, historicamente é conhecido como a Casa dos 5 Grêmios Maiores. De forma resumida, esta associação estava formada pelos comerciantes de joias, sedas, panos e produtos  de luxo destinados a elite social e a corte. A partir de 1667, se reuniram para a defesa de seus interesses, constituindo os Grêmios Maiores, que alcançaram a maior atividade comercial de sua época.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMantinham o monopólio de importação, produção e distribuição de seus produtos, sendo considerada a primeira instituição pré capitalista e mercantilista de todo o mundo. Em 1763, transformou-se na Companhia Geral do Comércio, com o objetivo de negociar com todos os países, contando com o indispensável apoio da monarquia. Em 1788, o arquiteto José de la Ballina projetou o edifício para a sede da companhia no estilo neoclássico, que se conserva perfeitamente. Com o liberalismo no séc. XIX, entrou em decadência, e a partir de 1845 limitou-se a fabricação e venda de tecidos de seda e lã com o nome de Sociedade Fabril e Comercial dos Grêmios.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO imóvel foi então adquirido pelo Banco de Isabel II, que posteriormente se juntou com o Banco de San Fernando, fato que possibilitou a criação, em 1874, do Banco de Espanha. Sua primeira sede foi justamente neste edifício, antes de ser levado para sua localização atual, na Praça de Cibeles (ver post publicado em 7/2/2012). Finalizamos o post com uma cruz que preside a entrada da Praça de Jacinto Benavente com a representação do Apóstolo Santiago, padroeiro da Espanha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

O Alcázar e o Eslava – Madrid

Hoje veremos mais dois teatros emblemáticos da cidade de Madrid, tao importantes como os vistos nos posts anteriores. Situado na Calle Arenal, que une a Porta do Sol com a Praça de Isabel II, o Teatro Eslava foi inaugurado em 1871. Sua construçao foi promovida pelo empresário Bonifácio Eslava, irmao do músico Hilarión Eslava,  que encarregou o projeto do edifício ao arquiteto Bruno Fernández de los Ronderos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom capacidade para 1.200 espectadores, no início foi destinado para sala de concertos. Dois anos depois, porém, sua parte inferior transformou-se num café, enquanto em suas plantas superiores eram apresentadas obras de caráter mais “atrevido”.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPosteriormente, o entao proprietário do local, José Leyva, decidiu mudar a imagem do teatro, que passou a incentivar estréias de Zarzuelas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1923, ocorreu um fato trágico no teatro, quando o dramaturgo Luis Antón de Olmet foi assassinado pelo escritor Alfonso Vidal y Planas, durante uma de suas representaçoes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO local sofreu reformas em 1950 e 1979, que nao impediram seu fechamento em 1981. Atualmente, o edifício foi transformado na Discoteca Joy Eslava, uma das mais badaladas da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém castigado por uma tragédia, o Teatro Alcázar situa-se na Calle de Alcalá, e foi construído segundo o projeto de Eduardo Sánchez Eznarriaga, que nao chegou a ver finalizada sua obra.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInaugurado em 1925, o Teatro Alcázar foi assim chamado até 1940, quando o regime de Franco proibiu locais públicos com nomes de origem estrageiro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo começo da década de 30, funcionou também como cinema, sendo uma das primeiras salas a incorporar projetores sonoros. No entanto, grande parte de sua história está ligada ao Teatro de Revista, no qual teve papel preponderante a atriz Celia Gámez (1901/1992).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO mencionado e trágico incidente ocorreu em 1983, quando funcionava na parte inferior do edifício uma sala de festas denominada Discoteca Alcalá 20. Um terrível incêndio assolou suas dependências, que estava lotada. O saldo de 82 pessoas falecidas provocou um escândalo nacional, que promoveu um debate a respeito das regras de segurança em locais públicos, tao deficientes no momento do ocorrido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 2013, o teatro sofreu outro incêndio que afetou sua estrutura superior. Felizmente, desta vez, nao houve vítimas. Abaixo, vemos umas imagens do hall de entrada do Alcázar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Teatro Calderón – Madrid

Localizado na Calle de Atocha, em frente a Praça de Jacinto Benavente, o Teatro Calderón é considerado um dos mais belos de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFoi inaugurado em 1917 com o nome de Teatro Odeón e o projeto de sua construçao se deve ao arquiteto Eduardo Sánchez Eznarriaga.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício ocupa parte do solar do antigo Convento de Los Trinitários Calzados. Sendo proprietário o Duque de Infantado, recebeu sua denominaçao atual.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAPor sua grande capacidade (cerca de mil espectadores), acolheu durante a maior parte de sua história espetáculos líricos e de Zarzuela, e foi a sede da Orquestra Sinfônica de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1999, um acidente motivou seu fechamento de forma temporária, quando um bloco de pedra se desprendeu de sua parte superior, impactando num carro parado na rua e ocasionando uma vítima fatal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA fachada do teatro combina elementos clássicos com outros inspirados na arquitetura francesa do início do séc. XX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, apresenta em sua programaçao espetáculos de caráter diversos, como musicais, tanto nacionais como estrangeiros.