Explorando a Universidade de Salamanca: Parte 3

No final do século XVI chegavam à Universidade de Salamanca 6500 alunos novos cada ano, cifra que demonstra o prestígio que a instituição alcançou nesta época. No século XVII o caráter humanista foi abandonado, produzindo-se uma relativa decadência, pois os filhos da nobreza começaram a dominar os Colégios Maiores, menosprezando sua função original de ensino aos jovens, independente de sua condição social. Neste período estudou na Universidade de Salamanca um dos maiores expoentes literários do Século de Ouro Espanhol, o poeta e dramaturgo Luis de Góngora (1561/1627), que chamou a atenção por seu talento poético. A cidade de Salamanca homenageou a Góngora com um monumento…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo final do século XVII, 65% dos salários da universidade estavam destinados aos professores de direito e teologia. As disciplinas piores remuneradas eram Matemática, Astrología e Música. No século XVIII, a Universidade de Salamanca transformou-se num dos principais focos da Ilustração Espanhola, momento em que desenvolveram-se as ciências científicas, além das letras clássicas. Muitos dos intelectuais da universidade desempenharam um papel preponderante na elaboração da Constituição de 1812, a primeira em ser promulgada em Espanha e uma das mais liberais da época, além de incentivar o pensamento progressista. Abaixo, vemos o Palácio de Anaya, um dos poucos edifícios neoclássicos da cidade, que se destaca por seu belo pórtico com 4 grandes colunas rematadas por uma estrutura triangular (em espanhol, frontón).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício começou a construir-se em 1760, substituindo o Colégio Maior de San Bartolomé, cuja estrutura foi severamente prejudicada pelo Terremoto de Lisboa de 1755. Atualmente é a sede da Faculdade de Filologia da Universidade de Salamanca.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA partir do século XIX, a universidade adotou um planejamento centrado mais nas disciplinas naturais e sociais, em detrimento do direito canônico e da teologia. Durante a Invasão Francesa, muitos edifícios universitários foram destruídos. Em 1852, perde sua condição de Instituição Pontifícia, suprimindo as disciplinas de direito canônico e teologia pelos governos liberais da época. Em 1940, o Papa Pio XII cria a Universidade Pontifícia, uma universidade católica de caráter privado, com a finalidade de restaurar estas disciplinas na cidade em outro edifício e dar prosseguimento às antigas carreiras eclesiásticas, que tiveram um grande papel nos séculos XVI e XVII. Como sede, foi escolhido o Real Colégio do Espírito Santo, mais conhecido como La Clerecía. Historicamente pertencente aos jesuítas, o edifício foi construído no estilo barroco entre os séculos XVII e XVIII pelo arquiteto Juan Gómez de Mora. Atualmente conta também com cursos nas áreas filosóficas, Ciências Políticas, Psicologia, Enfermagem, Informática etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XX, o prestígio da Universidade de Salamanca se recupera. O escritor e filósofo espanhol Miguel de Unamuno (1864/1936) foi reitor da instituição três vezes, a primeira com apenas 36 anos. Considerado um dos maiores expoentes da chamada Geração de 98, em sua obra cultivou uma grande variedade de gêneros literários, entre ensaios, teatro, novela e poesia. Abaixo, vemos um monumento em sua homenagem erguido no Centro Histórico de Salamanca, realizado pelo escultor Pablo Serrano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém é possível visitar a Casa de Unamuno, onde viveu o escritor, um dos edifícios utilizados como museu pela Universidade de Salamanca.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre 1955 e 1970, a Universidade de Salamanca aumentou seu prestígio internacional, somente equiparado na Espanha pelas Universidades de Madrid e Barcelona. Abaixo, vemos o Colégio Maior Fray Luís de León, criado em 1954 para proporcionar alojamentos e estadias curtas para alunos e professores, além de fomentar atividades formativas e de orientação profissional.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, a Universidade de Salamanca conta com 16 faculdades nas áreas de exatas, humanas e biológicas, além de vários centros de investigação. É considerada a melhor universidade pública espanhola em relação ao corpo docente e grande referência mundial no ensino do idioma espanhol, concentrando 80% da oferta existente na Comunidade de Castilla y León para seu aprendizado. Finalizamos a matéria com uma foto da Faculdade de Tradução e Documentação

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Anúncios

Plazas de Toros de España

Neste novo post sobre o mundo dos touros, veremos algumas das Plazas de Toros mais importantes do país, além de outras existentes nos povoados espanhóis, que caracterizam-se pelo tamanho reduzido e simplicidade construtiva, além de algumas de suas plazas históricas. Esta matéria será dividida em vários posts, devido a quantidade de locais que gostaria de publicar. As Plazas de Toros (original em espanhol) foram construídas a partir do século XVIII para acolher festividades taurinas como as corridas de touros ou touradas. Apesar disso, atualmente servem também como local para eventos diversos, como concertos musicais, como vemos na foto abaixo, em que aparece a Plaza de Toros de Las Ventas de Madrid como o local escolhido para a realização de uma feira.

20160611_164219Em 1961, a Plaza de Toros de Toledo foi palco para uma apresentação dos Harlem Globetrotters

20190117_122335Segundo informaçao que obtive na internet, existem 1727 plazas de toros espalhadas pelo país. Mesmo nos pequenos povoados vemos praças nas quais os habitantes podem presenciar festejos taurinos, como a Plaza de Toros de Fuentidueña del Tajo (conhecida como “La Ribereña“), um povoado situado na Comunidade de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs plazas de toros estão classificadas em diversas categorias, dependendo do tamanho, antiguidade, tradição taurina e o número de festividades anuais que acolhe. As mais importantes do país receberam a distinção de plazas de primeira categoria. Abaixo, vemos a Plaza de Toros de Navalcarnero (Comunidade de Madrid), inaugurada em 2006. Possui capacidade para 7500 espectadores e é considerada de terceira categoria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMorella, um belíssimo povoado da Comunidade Valenciana, possui uma praça de mais de 100 anos. Integra o patrimônio histórico do povoado, mas sua arena é pequena e  não preenche o requisito básico de ter, como mínimo, 30 m de diâmetro.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlgumas praças de touros são verdadeiramente curiosas, como a de Brihuega, um povoado de Castilla La-Mancha, conhecida como “La Muralha“, pois foi construída com materiais construtivos similares ao da muralha medieval que a rodeia. Edificada em apenas 200 dias, é considerada a maior da Província de Guadalajara, com capacidade para receber 7 mil espectadores. Inaugurada em 1965, é uma praça de terceira categoria.

DSC08111DSC08271Para a construção de algumas praças foram utilizados materiais originários provenientes de edifícios históricos, caso da Plaza de Toros de Medina de Rioseco  (Castilla y León), na qual se utilizou pedras do antigo castelo da localidade. De formato poligonal com 10 lados, foi inaugurada em 1858 (capacidade para 5500 espectadores, de terceira categoria).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConhecida como “La Chata“, a Plaza de Toros de Albacete, cidade castelhana com grande tradição taurina, se destaca pela grande quantidade de touradas anuais que acolhe, mais que muitas praças de primeira categoria. Foi inaugurada em 1917 e sua construção segue o estilo neomudéjar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA cidade de Toledo (Castilla La-Mancha), famosa por seu impressionante patrimônio histórico-artístico, organizou uma tourada em 1566 para celebrar o nascimento da Infanta Clara Eugênia, filha do monarca Felipe II. Até 1865, as touradas eram realizadas na Plaza del Zocodover, a principal praça da cidade. Em 1866, se construiu a Plaza de Toros de Toledo, com capacidade para 8530 espectadores, sendo considerada de segunda categoria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERATambém do século XIX, a Plaza de Toros de Valencia é um exemplo de praça de primeira categoria. Inaugurada em 1859, possui capacidade para 17 mil espectadores, sendo considerada uma das maiores da Espanha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe estilo neoclássico e formato poligonal, sua construção foi inspirada na arquitetura civil romana, como os anfiteatros. Possui 384 arcos feitos de tijolo, o principal material construtivo do edifício.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta praça é visitável e possui um excelente Museu Taurino, inaugurado em 1929 e considerado um dos pioneiros no país, contando com um acervo de mais de 3 mil peças.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo exterior da praça vemos um monumento em homenagem ao banderillero valenciano Manolo Montoliu, personagem muito querido pelos valencianos e que faleceu na Praça de Touros de Sevilha em 1992.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Plaza Mayor de Cáceres

Cáceres é uma das cidades mais visitadas de toda a Comunidade de Extremadura, fato que ocorreu principalmente depois que seu centro histórico foi declarado Patrimônio da Humanidade em 1986.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma visita a cidade começa na Plaza Mayor, considerada a antesala para descobrir os encantos do centro antigo. Esta bela praça de formato retangular sempre esteve intimamente relacionada a vida de seus habitantes, desde épocas remotas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA praça foi fundada no século XIII como uma zona comercial, aspecto que ainda podemos observar na grande quantidade de bares e restaurantes existentes. Além do mais, acolheu espetáculos diversos, desde torneios medievais até corridas de touros.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEstive na cidade um pouco antes do Natal, e a praça foi decorada com uma bela árvore situada em frente ao Ayuntamiento de Cáceres, construído na segunda metade do século XIX no estilo neoclássico, e situado num dos lados da praça. Ao lado da sede da Prefeitura, vemos uma das torres de origem árabe que integram a muralha da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs duas fotos acima foram tiradas nas primeiras horas da manhã, quando a praça encontrava-se vazia. Com o passar das horas, o movimento de pessoas que circulavam por ela aumentava, e à noite estava lotada de turistas nacionais e estrangeiros. No centro da praça foi montada uma pista de patinagem no gelo que fez a alegria das crianças…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma foto tirada à noite com a àrvore de Natal iluminada…

20181209_190239Uma das construções que mais se destacam em sua paisagem é a Torre de Bujaco, de origem árabe. Seu nome é uma referência a Abu Yaqub, que em 1173 ordenou assassinar a 40 cavalheiros que faziam parte de sua defesa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe formato quadrado, a torre possui 25m de altura e pode ser visitada. Sua parte mais elevada está rematada com almenas, uma estrutura típica da arquitetura militar que se parecem a pequenas chaminés. Aos pés da torre, encontra-se a Ermita de la Paz, reformada no século XVIII sobre uma anterior capela de estilo renascentista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua parte externa está composta por 3 arcos de meio ponto e em seu interior vemos um retábulo barroco com a imagem da Virgen de la Paz. Também foi montado um dos inúmeros presépios que  pude admirar em minha visita pela cidade, no qual aparecem a própria Torre de Bujaco e a ermita…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro elemento representativo da praça é o Arco da Estrela, a porta de entrada ao Centro Histórico de Cáceres.

20181209_191008Na Plaza Mayor situa-se a Oficina de Turismo, cujos guias realizam instrutivos passeios diurnos e noturnos pelas principais atrações da cidade. As festas mais importantes do calendário anual de Cáceres também tem como cenário este emblemático lugar, como as que ocorrem durante a Semana Santa, com o desfile de suas confrarias e procissões religiosas.

dsc02123

Almagro – Castilla La Mancha

No mês passado pude realizar um antigo sonho, conhecer a bela cidade de Almagro. Passei um final de semana nesta cidade castelhana, situada na Província de Ciudad Real, uma das que fazem parte da Comunidade de Castilla La Mancha. Com cerca de 9 mil habitantes, seu importante patrimônio histórico conservado fez com que fosse declarada Conjunto Histórico-Artístico em 1972.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA origem desta vila remonta ao século XII, quando o Rei Alfonso VIII concede uns terrenos conhecidos como Almargue à Ordem de Calatrava, em agradecimento por sua participação na reconquista de algumas cidades castelhanas, como Cuenca, por exemplo. De fato, a presença da Ordem de Calatrava foi fundamental para o desenvolvimento do povoado. Abaixo, vemos a Cruz da Ordem de Calatrava, situada num jardim da cidade, e um antigo hospital construído pela ordem, um pouco abandonado por sua antiguidade, mas decorado com uma figura do Don Quixote em sua fachada…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XIII, Almagro foi escolhida pelos mestres da Ordem de Calatrava como local de residência e o centro de governo de suas abundantes propriedades. Em 1213, o mestre D.Gonzalo Yáñez outorgou um foro à vila.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm des seus personagens históricos mais relevantes foi Diego de Almagro, com um importante papel na conquista do continente americano. Durante a conquista do Peru, foi subordinado de Pizarro, antes que brigassem e se convertesse no conquistador e governador do Chile. Nasceu em Almagro em 1487 e faleceu na cidade peruana de Cuzco, em 1538. Abaixo, uma estátua equestre recorda sua importância histórica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADurante o século XIV, a vila esteve protegida por um recinto de muralhas, mas estas foram derrubadas em 1886. No século XVIII, Almagro sofreu severamente as consequências do Terremoto de Lisboa (1755), afetando muitos de seus edifícios históricos. Abaixo, vemos uma das belas praças da cidade, com alguns dos inúmeros palácios nobres conservados…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Plaza Mayor de Almagro é considerada uma das mais belas da Espanha, e publicarei um post especial sobre ela…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlmagro também é sinônimo de Teatro, pois acolhe em sua Plaza Mayor um dos únicos precurssores do Teatro Moderno que se conservam , denominado Corral de Comédias, que em breve vocês poderão conhecer aqui no blog. No mês de julho, anualmente a cidade se transforma com o Festival Internacional de Teatro Clássico, famoso em todo o mundo. Mais de 10 espaços teatrais, 40 companhias e cerca de 100 espetáculos são realizados para o deleite dos habitantes e dos milhares de visitantes que a cidade recebe. A própria Plaza Mayor é um dos lugares onde podemos assistir algumas das obras apresentadas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro local onde podemos presenciar o festival, o Teatro Municipal constitui um espaço cultural de primeira ordem. Construído em 1863 pelo arquiteto Cirilo Vara y Soria, nele foram realizadas as primeiras projeções cinematográficas da cidade. Em 1988 foi restaurado pelo famoso arquiteto Miguel Fisac.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe estilo neoclássico, foi inspirado nos teatros italianos, convertendo-se ao longo de sua história no centro cultural da vila.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo este primeiro post sobre Almagro com uma curiosa foto em que aparecem as gárgulas que servem para escoar a água das chuvas, presentes em várias casas da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Igrejas Históricas de S.Compostela

O patrimônio histórico religioso de Santiago de Compostela é invejável, compreendendo igrejas, conventos e monastérios, além de pequenas mas belas capelas. Neste post e no próximo, veremos alguns dos templos mais importantes da cidade galega, a parte daqueles já mostrados nesta recente série de matérias. Iniciamos com o Antigo Convento de Santo Domingo de Bonaval. Segundo conta a tradição foi fundado pelo próprio Santo Domingo de Gusmão (1170/1221) em 1220, santo espanhol fundador da Ordem Dominicana, durante uma peregrinação feita à Santiago de Compostela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste convento é considerado o primeiro desta ordem religiosa em toda a Galícia. A igreja atual do convento data do século XIV, realizada no estilo gótico, mas reformada no XVII. Em uma de suas capelas guarda os restos da poetisa e escritora galega Rosalía de Castro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO convento foi abandonado devido aos processos desamortizadores, e atualmente acolhe o Museu do Povo Galego. Do local onde se encontra, existem belíssimas vistas do centro histórico da cidade…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO período barroco, que compreende o século XVII e parte do XVIII, constituiu uma etapa de grande prosperidade para as instituições religiosas da cidade, sendo que muitas das igrejas existentes fazem parte desta corrente artística. Um exemplo é a pequena mas interessante Igreja de San Roque, que pertence ao século XVIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja está situada junto a um antigo hospital, construído para dar assistência aos enfermos que foram contaminados por uma epidemia de peste no século XVI. Por este motivo, a igreja foi dedicada a São Roque, protetor dos doentes. Uma bela imagem do santo podemos contemplar dentro do templo, realizada por José Gambino (1719/1775), um artista procedente de Gênova e que tornou-se responsável por uma excelente escola de escultores na Galícia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO retábulo principal da igreja foi realizado por Simón Rodríguez (1697/1752), um importante arquiteto barroco da Galícia que deixou um impressionante legado na cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa porta de entrada da igreja vemos símbolos associados ao Apóstolo Santiago, como a cruz da Ordem de Santiago e a concha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe estilo neoclássico e construída a partir de 1750 é a Igreja de Santa María del Camino

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAIgualmente do século XVIII, a Capela das Ánimas também se insere no estilo neoclássico, principalmente em sua fachada, que contou com a participaçao do arquiteto Ventura Rodríguez. Na própria fachada vemos um relevo com as almas no purgatório…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior da capela possui nave única, com destaque para os belos retábulos feitos de estuco policromado no início do século XX por Manuel de Prado. Os episódios da paixão de Cristo retratados pelo artista impressionam pelo realismo dos personagens.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos a matéria com imagens do interior da capela…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Conhecendo Santiago de Compostela

A grande maioria das pessoas passa apenas um dia em Santiago de Compostela, percorrendo a zona próxima à Catedral. No entanto, para conhecê-la a fundo, recomendo, como mínimo, dois dias inteiros na cidade galega. Isso porque a cidade possui um vasto patrimônio histórico que vai muito além de seu famoso templo catedralício, que vale a pena ser conhecido e visitado. Caminhando, pude descobrir boa parte de seu centro histórico, além de zonas mais afastadas. Nesta matéria gostaria de realizar um pequeno passeio com os (as) leitores (as) pela cidade, mostrando alguns dos lugares que a transformaram num grande centro turístico. Percorrendo suas ruas, deslumbramos lendas, locais e personagens que fizeram a história do Caminho de Santiago, como o Rei Asturiano Alfonso II “El Casto” (760/842), em cujo longo reinado de 51 anos se descobriu a tumba do Apóstolo Santiago, no ano de 814. Este monarca é considerado o primeiro peregrino do Caminho de Santiago, e inaugurou o chamado Caminho Primitivo (cerca de 320 km), que vai de Oviedo, atual capital de Asturias, até Santiago de Compostela. Uma estátua do rei lhe rende uma homenagem…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Caminho de Santiago possui inúmeras lendas e tradições que o enriqueceram, e conhecendo as ruas da cidade podemos encontrar muitas delas, como a relativa à Fonte de Franco. Diz a tradição que há dois mil anos atrás dois bois que levavam o corpo do Apóstolo Santiago pararam para beber água. Esta brotou milagrosamente depois que os animais começaram a cavar o solo com suas patas. Outro fato interessante é que esta água devolveu a vista a um beato italiano chamado Franco de Siena, depois de ter lavado os olhos com o bendito líquido, daí seu nome. A fonte atual data de 1830 e durante muito tempo matou a sede dos habitantes locais….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a Porta de Mazarelos, a única porta sobrevivente da antiga muralha que rodeava a cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm relação às igrejas, Santiago de Compostela é uma verdadeira mina de ouro, com uma grande quantidade de templos nos mais variados estilos, principalmente de época barroca. A Igreja de Santa María Salomé é um caso especial na Espanha, ao ser a única que está dedicada à mãe do Apóstolo Santiago.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua fundação remonta ao século XII, conservando deste período a porta original.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA torre campanário somente foi levantada no século XVIII…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutra igreja de importância histórica, situada junto à Plaza del Obradoiro, é a Igreja de San Fructuoso, também conhecida como da Nossa Senhora das Angústias, devido a imagem da Virgem das Angústias que preside a fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta igreja construída no século XVIII foi edificada para ser observada desde um nível superior, neste caso a Plaza del Obradoiro. Por este motivo, a decoração da fachada encontra-se em sua parte mais alta, onde vemos 4 figuras que simbolizam as Virtudes Cardenais (Justiça, Prudência, Fortaleza e Templanza ou Moderação).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro local emblemático da cidade é a Plaza de Cervantes, que historicamente sempre foi um lugar de reunião popular. Nela esteve sediada a prefeitura durante 200 anos, de 1583 a 1787, quando foi levada à Plaza del Obradoiro. Durante a época do Tribunal da Inquisição, foram realizados na praça os denominados Autos de Fé, os julgamentos daqueles que foram acusados de cometer crimes contra os dogmas eclesiásticos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Posteriormente, com a chegada das lojas de alimentos e mercadorias, a praça passou a ser denominada Plaza del Campo e recebeu o mercado municipal. Daí a explicação da igreja situada num de seus costados, a Igreja de San Benito del Campo, de origem medieval mas reformada no século XVIII dentro do estilo neoclássico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO grande nome da Literatura Espanhola, Miguel de Cervantes, foi homenageado com o nome da praça no final do século XIX, recordando que seus dois sobrenomes, Cervantes e Saavedra, possuem uma origem galega. Um busto do escritor situado no alto de uma coluna assim o testemunha…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Plaza del Obradoiro – Santiago de Compostela

Em Santiago de Compostela, todos os caminhos levam à Plaza del Obradoiro, a praça mais importante, monumental e movimentada da cidade. Milhares de peregrinos, depois de muitos dias caminhando, finalmente se aproximam à praça para visitar a Catedral de Santiago de Compostela, cuja fachada principal dá para a praça, e finalizar o caminho abraçando a imagem do apóstolo que se encontra no interior do templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO nome da praça está relacionada com o grêmios de obreiros que trabalharam na construção da catedral. No centro da praça encontra-se o “Km 0” do Caminho de Santiago e uma placa com a declaração do caminho de peregrinação como o “Primeiro Itinerário Cultural Europeu“. Abaixo, vemos uma panorâmica da praça.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA fachada principal da Catedral preside este lugar maravilhoso da cidade. O templo foi construído a partir do século XI no estilo românico, mas a fachada foi alvo de várias reformas a partir do século XVI, com a intenção de proteger uma de suas partes mais famosas, o incrível Pórtico da Glória, além de suas duas torres. No século XVIII decidiu-se pela construção de uma nova fachada no estilo barroco, que acabou se transformando numa obra prima do estilo na Espanha e um símbolo da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO projeto da fachada barroca da Catedral de Santiago de Compostela se deve ao arquiteto nascido e falecido na cidade Fernando de Casas Novoa. Destaca-se por sua riqueza decorativa, verticalidade e seu formato relativamente côncavo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre ambas torres, foram colocadas janelas acristalados que permitem a iluminaçao interna do interior. Toda a iconografia escultórica da fachada relaciona-se com o Apóstolo Santiago, cuja imagem vemos na parte superior do templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAInfelizmente, o arquiteto responsável não pôde ver finalizada a obra, terminada em 1750, um ano depois de seu falecimento. A escada de acesso foi construída no século XVII, no estilo renascentista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, a fachada está sendo objeto de uma intensa restauração, com a finalidade de limpeza de sua estrutura. Em algumas fotos da presente matéria, vocês podem observar a fachada limpa e quase terminada, enquanto nas demais fotos, tiradas em 2012, podemos ver a sujeira acumulada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm frente à Catedral encontra-se o Palácio de Raxoi (Rajoy, em espanhol), atual sede da Presidência da Junta de Galícia e do Centro de Cultura da Galícia, além de albergar a Prefeitura de Santiago de Compostela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInspirado nos palácios franceses do século XVIII, o edifício foi projetado pelo engenheiro francês Charles Lemau no estilo neoclássico, e realizado na segunda metade do século XVIII. Inicialmente, foi construído como residência dos meninos que integravam o coro da catedral e também como seminário. Depois funcionou como prisao civil e eclesiástica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte superior do palácio vemos um rico conjunto escultórico que representa a Batalha de Clavijo, a primeira em que o Apóstolo Santiago aparece como guerreiro para auxiliar o exército cristão na luta contra os árabes, ocorrida em 844 e considerada uma das mais célebres da denominada Reconquista. O próprio santo, representado como Padroeiro da Reconquista, remata a estrutura do palácio. A construção do palácio permitu o fechamento da Plaza del Obradoiro, antigamente denominada Plaza del Hospital, graças ao antigo hospital fundado pelos Reis Católicos que vemos em uma de suas laterais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste local será o tema da próxima matéria, onde vocês poderão conhecer com mais profundidade sua história e beleza. Do outro lado da praça localiza-se o  Colégio de San Jerónimo (em galhego, San Xerome), atual sede da Reitoria da Universidade de Santiago de Compostela. Sobre a Universidade também publicarei posts especiais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo lado da catedral situa-se o Palácio de Xemírez, que foi a residência do primeiro arcebispo da cidade, Diego Xemírez. Ele ordenou a construção, a partir de 1120, de um novo palácio de estilo românico que substituiu o anterior, destruído durante uma revolta popular. O palácio é visitável, pois atualmente se realizam exposições no interior, mas as fotos não estão permitidas…