Igrejas Fernandinas de Córdoba – Parte 2

A maior parte das chamadas Igrejas Fernandinas de Córdoba foram construídas entre os séculos XIII e XIV, segundo as correntes românicas e góticas, combinadas com elementos decorativos de estilo mudéjar, com amplas reformas realizadas no período barroco. Neste segundo post sobre este tema, veremos outras paróquias da cidade que se inserem neste contexto. A Igreja de Santa Marina foi uma das primeiras em ser construída, na segunda metade do século XIII, convertendo-se num núcleo de repovoação do bairro onde se localiza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua fachada exterior possui um aspecto de fortaleza, maciça e austera, com grossos contrafortes que sustentam a estrutura e os típicos pináculos góticos. A roseta preside a fachada…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a portada norte original, rematada por uma estrutura triangular e decorada com “dentes de serra“, além de uma imagem da santa titular, Santa Marina, uma santa oriunda de Galícia e que foi martirizada no século II dC.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA torre foi construída no século XVI, no estilo renascentista….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo sofreu vários incêndios, como o de 1880, quando teve que ser reconstruída. Restaurações recentes lhe devolveram o aspecto medieval que sempre ostentou. O interior foi reformado na época barroca, e carece de retábulo maior, destruído em 1936, durante a Guerra Civil. Abaixo, vemos uma foto do interior, formado por 3 naves, sendo a central mais larga que as laterais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO teto de madeira é algo típico das Igrejas Fernandinas, muitos dos quais apresentam elementos mudéjares. Esta igreja se situa no bairro dos toureiros, e a casa do famoso Manolete se encontra perto da igreja, mas não tive a oportunidade de conhecê-la. Depois da reconquista de Córdoba em 1236, várias ordens religiosas se  assentaram na cidade, como a Ordem de Santo Agostinho. Depois de várias sedes finalmente se estabeleceram na igreja que vemos na sequência, a denominada Igreja de San Agustín (original em espanhol), edificada a partir de 1328.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA torre pertence ao século XVI….

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém foi reformada no período barroco, que modificaram o exterior do templo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando estive na igreja estavam preparando uma cerimônia de casamento e tive pouco tempo para fotografá-la. De qualquer forma, pude tirar algumas fotos das pinturas barrocas que a embelezam…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAParte integrante de um antigo convento, a Paróquia de San Francisco é outra das belas igrejas existentes na cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Ordem Franciscana foi instituída por Fernando III em Córdoba, e a imagem de Sao Francisco de Assis realça a fachada (foto acima). Testemunho de seu caráter conventual, a denominada Puerta del Compás serve de acesso à igreja desde a rua.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos o antigo claustro, situado anexo à igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo o post com a Basílica de San Pedro, construído no local onde forma martirizados os santos cordobeses Fausto, Genaro e Marcial. No século IV se construiu um templo para acolher os restos dos santos mártires. Sobre este primitiva igreja se construiu a atual, entre os séculos XIII e XIV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADurante uma reforma no século XVI (1575), se encontraram os restos dos santos na cripta. O achado contribuiu para que a igreja fosse declarada Basílica Pontifícia e se transformasse num  local de peregrinaçao. Também do século XVI é a porta principal, que vemos acima, obra do arquiteto Hernán Ruiz II, realizador de diversas construções na cidade. Abaixo, vemos a imagem de São Pedro, que preside a fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPedro, junto com João e Santiago Maior, foram os amigos mais íntimos de Jesus, e testemunhos privilegiados de sua missão. Pedro foi martirizado na época do Imperador Nero, sendo crucificado de ponta cabeça, pois não se considerava digno de morrer da mesma forma que Cristo.

Anúncios

Real Colégio de Donzelas: Parte 2

A igreja do Real Colégio de Donzelas Nobres de Toledo foi construída a partir de 1565. De planta de cruz latina, foi realizada no estilo renascentista com elementos da fase inicial do barroco. Como vimos na matéria anterior, em seu centro foi colocado o sepulcro do Cardeal Silíceo, fundador da instituição.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO arquiteto responsável de sua construçao foi José Hernández Sierra, sendo finalizada no século XVII. Conserva belos retábulos barrocos, como os dedicados à Virgem do Poço (Virgen del Pozo, em espanhol) e a Sao Jerônimo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja recebeu a titularidade de N.Sra dos Remédios, cuja representação podemos observar no Retábulo Maior, segurando o Menino Jesus.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo quadro, a Virgem é reverenciada pelo Cardeal Silíceo no lado esquerdo e pelas donzelas, no lado direito, obra de Alejandro Sémino. No interior da igreja haviam três quadros de El Greco, atualmente na Catedral de Toledo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa entrada da igreja foram colocados dois coros distintos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO coro inferior recebia a comunidade religiosa (Coro de los Capellanes), e o superior as donzelas, protegidos por um bonito portão de ferro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADurante a Guerra Civil Espanhola do século XX, o Real Colégio de Donzelas Nobres transformou-se num hospital de sangue, acolhendo a feridos tanto do grupo nacionalista, quanto do republicano. Em 1936, quatro membros da comunidade religiosa do colégio foram assassinados. A instituição funcionou até o final dos anos 90 do século passado, momento em que se converteu em residência universitária. Abaixo, vemos um quadro do Cardeal Silíceo, situado no interior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o Real Colégio está administrado por um patronato real, sendo alguns de seus principais membros o Rei da Espanha e o Arcebispo de Toledo. Incorporado aos denominados Reais Sítios, formado por um conjunto de 16 palácios, monastérios e conventos, pertence ao Patrimônio Nacional, órgão público responsável dos bens estatais procedentes do legado da Coroa Espanhola. Em 1999, o Real Colégio de Donzelas Nobres de Toledo foi declarado Bem de Interesse Cultural (BIC).

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Antigas Farmácias de Madrid – Parte 2

Hoje veremos outros belos e curiosos exemplos de Farmácias Antigas de Madrid, das muitas existentes na cidade. Localizada na Calle de San Bernardo, a Farmácia Deleuze parece que foi fundada em 1780, segundo o que diz sua placa comemorativa, ainda que na fachada do estabelecimento apareça a data de 1834.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior decorado no estilo rococó desta farmácia é um dos mais bonitos entre todos que tive a oportunidade de conhecer.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAFrascos de porcelana produzidos na desaparecida Real Fábrica de Porcelana del Buen Retiro, antigamente situada na Parque do Retiro, embelezam ainda mais a farmácia…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO armário que ainda se utiliza é uma mostra do requinte e do cuidado artesanal de épocas passadas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm muitas das farmácias antigas, é comum ver a dois dos nomes mais famosos associados à medicina, como Galeno de Pérgamo e Hipócrates. O primeiro foi um médico grego, e sua influência dominou a medicina europeia durante mais de 1000 anos. O segundo é considerado o Pai da Medicina. Ambos estão representados na Farmácia Deleuze.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Farmácia León deve seu nome à rua onde está situada, em pleno Bairro das Letras de Madrid. Fundada em 1700, infelizmente sua fachada anda meio descuidada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar disso, os azulejos em azul e branco que a decoram se encontram em bom estado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA decoração exterior é do século XIX, realizada segundo o aspecto que o estabelecimento teve originalmente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Farmácia León possui uma cova onde os vizinhos ´que viviam ao lado do negócio se refugiavam durante os bombardeios realizados na Guerra Civil (1936/1939). Outro estabelecimento que conserva seus azulejos decorativos na fachada é o conhecido Laboratórios de Especialidades Juanse, situado no Bairro de Malasaña.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO negócio foi inaugurado em 1892, mas os azulejos foram colocados em 1925, constituindo genuínas propagandas comerciais dos remédios da época.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO conjunto de azulejos foram realizados por dois dos ceramistas mais destacados do momento, Marcelino Domingo e Enrique Guijo. Alguns são bem divertidos, outros alertam para o tabagismo, mas na farmácia existiam alguns que não eram tão prejudiciais….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs painéis de azulejos estiveram ocultos durante muito tempo a partir da década de 40 do século passado, já que a publicidade nas paredes exteriores dos comércios estavam submetidas a impostos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Real Monastério de Santa Clara – Parte 2

No post anterior, vimos como o antigo palácio árabe do séc. XIII se transformou na residência real dos monarcas castelhanos, depois da reconquista da cidade. Em 1365, o rei Pedro I “El Cruel” cedeu todas as estâncias do palácio à Ordem das Irmãs Pobres de Santa Clara, mais conhecida como Ordem das Clarissas, que desde então é a proprietária do monastério. Dois anos depois, as freiras obtiveram a permissão para adaptar o palácio às necessidades conventuais. No final do séc. XV, o monastério atingiu um momento de esplendor, quando recebeu a proteção pessoal dos Reis Católicos, momento em que se construiu o claustro e a igreja no estilo gótico. No séc. XVII parte do monastério foi reformado, incluindo a igreja, que adotou a estética barroca. No século seguinte, foi decorada no estilo rococó. Abaixo, vemos o coro alto do templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja possui uma rica coleção de retábulos barrocos, mas o destaque é o baldaquino que preside a igreja, de inspiração italiana, realizado por José Ripoli e Francisco Salzillo, cuja obra vimos recentemente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA cúpula da igreja recebeu uma esbelta decoração…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo séc. XX, o Monastério de Santa Clara viveu tempos difíceis, pois durante a Guerra Civil foi utilizado como quartel de tropas. Felizmente, nos anos 60 as freiras retornaram e na década de 80, este que é considerado o primeiro monastério feminino fundado em Murcia, foi restaurado. A seção de Arte Sacra que integra o museu acolhe importantes e belas peças artísticas, entre pinturas e esculturas, algumas das quais já vimos na matéria publicada sobre Francisco Salzillo. A seguir, vemos outras obras, pertencente principalmente ao período barroco. Abaixo, uma visão geral…

OLYMPUS DIGITAL CAMERADa escola murciana, vemos esta Virgem do Rosário, do séc. XVIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtribuído a Jerónimo de Ballesteros, o quadro abaixo retrata a Morte de Santa Clara, realizado entre 1595 e 1597.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém do séc. XVI, a representação da Última Ceia. Ignoro o autor….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtribuído a Roque López, vemos esta bela escultura do Menino Jesus com o Cordeiro, do séc. XVIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlgumas obras são anônimas, como as que vemos a seguir. Uma Imaculada, do séc. XVIII (lembra as virgens pintadas por Murillo…).

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém do séc. XVIII, a escultura de Santa Catalina de Bolonha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos o post com um quadro da Santa Face, do séc. XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, vocês conhecerão um dos locais mais surpreendentes e visitados da cidade, o Real Cassino de Murcia. Não percam !!!!

Edifício da Telefônica – Madrid

A capital de Espanha passou a ter telefones a partir de 1885, com a criação da Sociedade Telefônica de Madrid, uma empresa privada, cuja sede encontrava-se na Calle Mayor, junto a Puerta del Sol. Essa companhia foi a predecessora da futura Companhia Telefônica Nacional da Espanha, que inicialmente possuía um capital americano proveniente da International Telephone and Telegraph (ITT). A empresa foi criada em 1924, e sua monumental sede foi construída em plena Gran Vía entre 1926 e 1929, numa época em que a construção da grande avenida estava longe de dar-se por finalizada.

DSC08737O projeto construtivo deste que é um dos edifícios mais emblemáticos da Gran Vía envolveu a colaboração de arquitetos americanos e espanhóis, entre os quais Luis Ignacio de Cárdenas. Sua construção deveria simbolizar a importância e poder da empresa, e de fato o objetivo foi conquistado, pois o Edifício da Telefônica tornou-se um dos primeiros arranhas céus da Europa e o primeiro em ser construído na Espanha. Com 90m de altura e 15 andares de pé direito alto, atualmente ocupa apenas a décima sexta posição dos maiores edifícios da cidade, mas na época representou um grande êxito arquitetônico. Sua composição reflete os princípios da denominada Escola de Chicago, aliada com uma decoração inspirada no Barroco Madrilenho, principalmente do renomado arquiteto Pedro de Ribera, como podemos ver sem sua fachada principal, que recorda os Palácios de Madrid do séc. XVIII executados por este grande arquiteto (ver matéria publicada em 23 e 24/6/2015).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício nasceu como uma central telefônica, composto tanto pelos equipamentos industriais da rede de telecomunicações, quanto oficinas e vestíbulos de atendimento aos clientes que mostravam a riqueza da empresa proprietária. Na parte superior da fachada foi colocado o Escudo de Espanha e no alto uma torre, cuja função original era de depósito de água, com capacidade para 45 mil litros. No centro da torre, vemos um relógio que quando começa a anoitecer recebe uma bela iluminação azul.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1928, antes que estivesse terminado, o rei Alfonso XIII realizou no edifício a primeira chamada transoceânica com o presidente dos Estados Unidos. Em 1930, trabalhavam no edifício 1800 funcionários, entre operadores, guardas, funcionários responsáveis pelas conexões telefônicas, atendimento ao público, etc. Nesta época, a incorporação da mulher no mercado de trabalho era escassa, e o grande número de mulheres trabalhadoras da companhia proporcionou uma imagem de modernidade para a empresa, que acabou se estendendo por toda a Gran Vía. Abaixo, vemos algumas imagens de sua construção.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANesta outra foto, vemos uma ampla imagem de Madrid, com o Edifício da Telefônica no alto, ainda inacabado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADurante a Guerra Civil, o edifício tornou-se um alvo prioritário por sua importância vital relacionada com as comunicações, e também por sua altura, um excelente ponto de observação. Apesar de ter sido bombardeado pelos motivos mencionados e por encontrar-se próximo das frentes de batalha, não sofreu colapso em sua estrutura. Seu interior foi utilizado como refúgio durante os ataques à cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois de terminada a guerra, nele foi instalado pelo novo governo a Oficina de Censura da Imprensa. Desde a sede da companhia foram transmitidas também crônicas de grandes escritores, como Ernest Hemingway e Antoine de Saint Exupéry. Em 1945, a companhia foi nacionalizada e o estado espanhol passou a ter o controle exclusivo da mesma. Abaixo, vemos uma foto do interior do edifício.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1992, o rei Juan Carlos I reinaugurou o edifício, com as reformas realizadas para acolher nos 4 primeiros andares um novo espaço cultural, a Fundação Telefônica, que exibe o Museu das Telecomunicações e diversas exposições temporárias, e merece ser conhecido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, veremos alguns dos curiosos e interessantes objetos do museu, alguns dos quais certamente muitos de vocês recordarão…

Mariano Benlliure – Segunda Parte

A obra de Mariano Benlliure está presente em vários lugares da Espanha, outros países europeus e inclusive na América Latina. Mas é em Madrid onde podemos admirar a maior quantidade delas. Existe uma rota cultural organizada pela Prefeitura de Madrid na qual podemos percorrer os locais onde se concentram os monumentos e estátuas deste grande escultor. No Parque do Retiro, por exemplo, existem várias obras de Benlliure. Um dos principais conjuntos escultóricos do parque é o Monumento em homenagem ao rei Alfonso XII, em cuja realização participaram vários artistas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAMariano Benlliure foi o responsável pela execuçao da estátua equestre do rei Alfonso XII (1857/1885), entre 1901 e 1909, mas o monumento somente foi inaugurado em 1922.

OLYMPUS DIGITAL CAMERABem próximo situa-se o monumento em homenagem a Cuba, que também contou com a participação de diversos artistas. Benlliure concebeu a composição geral do conjunto e os elementos esculpidos em bronze.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANa lateral do Museu do Prado podemos contemplar uma de suas estátuas mais famosas, que homenageia o genial pintor aragonês Francisco de Goya (1746/1828).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste monumento foi realizado em bronze no ano de 1902. Além do reconhecível aspecto do pintor, Benlliure esculpiu no pedestal  cenas em mármore dos chamados Caprichos de Goya e de seu famoso quadro “La Maja Desnuda“. Na Real Academia de Belas Artes de San Fernando existe um belíssimo busto de Goya, também realizado por Mariano Benlliure.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa Plaza del Rey, contemplamos um monumento em homenagem a  um dos heróis da resistência de Madrid contra a invasão napoleônica de 1808, o Tenente Ruiz (1779/1809). Benlliure esculpiu a estátua em 1891.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANa Plaza del Oriente vemos outro monumento que recorda a coragem e valentia de outro militar espanhol, o Cabo Noval (1887/1909), cuja participação na Guerra do Marrocos foi fundamental. O conjunto escultórico foi feito pelo artista entre 1910 e 1912 em pedra e bronze, que conta também com figuras femininas que simbolizam a Pátria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAMariano Benlliure destacou-se igualmente na execução de monumentos funerários. Alguns dos principais que realizou podem ser vistos no Panteão dos Homens Ilustres de Madrid. O mausoléu de Práxedes Mateo Sagasta (1825/1903) é um deles. Fundador do Partido Liberal e grande orador, este importante personagem da vida política do país foi várias vezes nomeado Presidente do Conselho de Ministros. O conjunto em mármore realizado em 1904 é acompanhado por alegorias do trabalho e da história.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsculpido em 1915, o monumento ao político e escritor José Canalejas (1854/1912) também foi realizado em mármore. Está composto por 3 figuras que transportam o cadáver de Canalejas, assassinado na Puerta del Sol em 1912.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois de finalizada a Guerra Civil, que lhe afetou profundamente, Mariano Benlliure dedicou-se quase que exclusivamente a obras religiosas, como a escultura de São Antònio de Pádua que podemos ver na Basílica de Jesus de Medinaceli.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém dos inúmeros prêmios que recebeu em vida por sua magistral obra, Mariano Benlliure recebeu várias condecorações, como a da Legião de Honra Francesa, Comendador da Ordem da Coroa Italiana e a Grande Cruz de Alfonso X da Espanha. Faleceu em 1947 na capital espanhola, e seus restos foram levados à sua cidade natal, Valência, com todas as honras…

Igreja de Santa Cruz de Madrid – Parte 2

Na matéria de hoje veremos o interior da Igreja de Santa Cruz de Madrid. Como em sua parte exterior, o estilo construtivo do interior é o neogótico, que podemos notar nos arcos ojivais presentes em sua estrutura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEstá formado por uma só nave e oito capelas laterais. Possui uma bôveda de crucería característica da arquitetura gótica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe muito interesse é o cimbório, sustentado por arcos escalonados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERALamentavelmente, o templo foi bombardeado durante a Guerra Civil e muitos dos retábulos e esculturas tiveram que ser refeitos. O Retábulo Maior, por exemplo, foi realizado pelo artista Emilio Tudanca em 1962.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo altar maior se venera um “Lignun Crucis“, uma das relíquias mais sagradas do cristianismo, pois se trata de um pedaço da cruz onde Cristo foi crucificado. Abaixo vemos o órgão e o belo rosetón situado no transepto, ou o braço transversal em relação à nave do templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANas capelas podem ser admiradas muitas imagens veneradas pelos madrilenhos. A de São Judas Tadeu, por exemplo, é uma das que oferecem a maior devoção. Muitos fiéis acodem ao interior da igreja para adorar sua imagem e solicitar pedidos ao santo dos desejos impossíveis. A imagem vemos abaixo, do lado direito da foto, com o Cristo Nazareno no centro e a escultura da Esperança da Triana no lado esquerdo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Capela de San Antonio de Pádua conserva um belo quadro do séc. XVII .

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutra Capela significativa é a da Sagrada Família, constituída por um retábulo de estilo barroco com colunas salomônicas, realizado por Francisco Palma Burgos em 1943. O grupo escultórico é de autoria de Ricardo Pons. Embaixo do retábulo vemos uma escultura de Cristo jacente, realizada por Jacinto Higueras em 1941, que substituiu uma anterior do grande Pedro de Mena, queimada durante a Guerra Civil.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEspecialmente bonitos são os vitrais, fabricados pela conhecida Casa Maumejeán. Esta empresa familiar foi fundada pelo francês Jules Pierre Maumejeán. Seus 5 filhos continuaram o trabalho artístico do pai, seguindo a tradição na fabricação de vitrais de grande qualidade durante mais de 150 anos.Vários dos membros da família se estabeleceram na Espanha, contribuindo com a decoração de pinturas sobre o vidro para inúmeros edifícios, tanto civis quanto religiosos. Por seu talentoso trabalho, receberam vários prêmios internacionais, que ratificaram sua fama como um dos fabricantes mais importantes de vitrais dos séculos XIX e XX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA