O Grego de Toledo – Parte 2

Em 1586, El Greco foi encarregado de realizar o quadro “O Enterro do Conde de Orgaz”, possivelmente sua obra mais conhecida e merecidamente considerada uma obra prima da Pintura Universal. O quadro foi pintado para a Igreja de Sao Tomé de Toledo, e passados mais de quatro séculos, ainda permanece no mesmo local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEl Greco narra nesta magnífica obra o episódio do sepultamento de Gonzalo Ruiz de Toledo, Conde de Orgaz, responsável pelas reformas da mencionada igreja no séc. XIV, que a converteram num templo mudéjar. Desta forma, o pintor retrata uma cena ocorrida séculos antes, com a presença de membros destacados da aristocracia toledana da época. Por este motivo, o quadro é considerado o primeiro retrato coletivo da Pintura Espanhola. Segundo a tradiçao, durante o enterro do conde, desceram do céu Sao Esteban, o primeiro mártir da Igreja Católica, e Santo Agostinho, para ajudar a carregar o corpo e levá-lo para o sepulcro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte inferior esquerda, El Greco retrata seu filho Jorge Manuel, que com a mao aponta para a cena principal do quadro. Na parte superior, vemos anjos , a Virgem Maria e a Jesus que aguardam a chegada da alma do defunto. A dupla dimensao da obra, a terrenal e a divina, situada em planos opostos, é outra das características da obra do pintor. Tal é a fama deste quadro que em muitos lugares de Toledo podemos admirá-lo, até mesmo num bar, nesta representaçao feita de azulejos pintados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo curiosidade, na famosa trilogia do escritor Érico Veríssimo “O Tempo e o Vento”, exite um personagem num dos livros que compoem a obra, precisamente na parte denominada “O Retrato”, que é um pintor espanhol, que dizia que um dos cavalheiros pintados por El Greco neste quadro, situado no lado esquerdo da composiçao, era ele próprio…

Toledo, a finais do séc. XVI, era uma cidade eminentemente conventual. Somente pertencente à Ordem Franciscana, existiam 13 conventos na cidade. Naturalmente, El Greco realizou inúmeros quadros retratando a Sao Francisco (um total de 25 quadros), que tiveram um grande êxito. Abaixo, vemos “Sao Francisco em Oraçao”, exposto no Hospital Tavera de Toledo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEl Greco retrata o santo de corpo inteiro como um ideal a ser imitado de vida ascética, penitência e dedicado à oraçao, valores que nas instituiçoes assistenciais adquiriram uma importância fundamental. A pintura de santos se desenvolve na carreira do pintor a partir de 1580. A seguir, vemos o quadro “Madalena Penitente”, pintado em 1590, no qual Madalena se encontra sobriamente vestida, meditando diante o crucifixo e mostrando a caveira em que se converterá.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1595, realiza a “Sagrada Família com Santa Ana”, que também pode ser visto no Hospital Tavera. A cena é uma representaçao da Virgem do Leite, com Maria dando o peito para o Menino Jesus, sob o atento olhar de Santa Ana e Sao José. Observamos o intenso cromatismo e a luminosidade com que El Greco realiza a obra.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA última década do séc. XVI foi uma etapa crucial em sua carreira, recebendo uma grande quantidade de encargos, graças a sua já estabelecida reputaçao artística e a amizade travada com um grupo de mecenas locais, tanto da aristocracia, quanto do clero. Suas figuras sao cada vez mais alargadas e retorcidas, e os quadros mais altos e estreitos. Abaixo, o quadro “Sao Joao Evangelista e Sao Joao Batista”, realizado entre 1605 e 1610, atualmente exposto no Museu de Santa Cruz de Toledo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre 1603 e 1607, El Greco realiza o quadro intitulado “Lágrimas de Sao Pedro”, onde o santo aparece no interior de uma gruta com um fundo escuro. Seus olhos imploram a generosidade do Senhor com um gesto de dor e arrependimento, relacionado com o vergonhoso ato de sua açao, ao negar a Cristo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAos 73 anos de idade, El Greco falece em Toledo, recebendo sepultura no Convento de Santo Domingo. Evidentemente, nesta matéria publiquei apenas uma pequena coletânea de sua obra, algumas delas emblemáticas para conhecer a arte deste artista formidável, de estilo único e perfeitamente reconhecível. A última parte da publicaçao estará dedicada ao Museu El Greco de Toledo, único em Espanha em memória ao pintor.

El Greco

Iniciamos, a partir de hoje, uma matéria sobre um dos grandes gênios da pintura universal, que deixou um legado maravilhoso na Espanha, principalmente na cidade de Toledo. É significativo que atualmente conhecemos a Doménikos Theotokópoulos, seu nome verdadeiro, pelo apelido El Greco, uma combinaçao do artigo espanhol com a palavra italiana referente a origem de seu nome.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste apelido está vinculado aos dois países onde viveu a partir dos 25 anos aproximadamente, e que contribuíram para que seu talento artístico se desabrochasse em sua plenitude. No entanto, o reconhecimento de sua importância na História da Arte é relativamente recente, tendo sido formado a partir do séc. XIX. Nos dois séculos e meio que transcorreram após sua morte em 1614 , foi considerado um artista excêntrico e marginal.

DSC09368Apesar do seu apelido, com o qual é conhecido mundialmente, El Greco assinava seus quadros em letras gregas, sublinhando sua origem. Nasceu em Candia, capital  da Ilha de Creta em 1541, falecendo em 1614 na cidade que adotou e onde viveu a maior parte de sua vida, Toledo. Na realidade, existem poucas fontes confiáveis que proporcionem dados sobre sua vida, como uma biografia do pintor feita por Francisco Pacheco, mestre e sogro de Diego Velázquez.

DSC09276A formaçao pictórica de El Greco foi complexa, obtida de três focos culturais distintos: Em primeiro lugar,  a Arte Bizantina derivada de sua origem cretense. E depois a estadia de 10 anos na Itália, onde inicialmente se estabeleceu em Veneza, sendo influenciado pelos mestres da cidade, como Ticiano e Tintoretto, aprendendo a pintura  a óleo e o cromatismo dos artistas venezianos. Finalmente, em Roma conhece a obra de Miquelângelo e o Maneirismo, que se converteu em seu estilo principal, interpretando-o de forma bastante original.

DSC08558O Maneirismo era considerado como a etapa final do Renascimento, mas atualmente é reconhecido como um estilo autônomo dentro da História da Arte. Surgiu na Itália nas primeiras décadas do séc. XVI como uma reaçao aos parâmetros clássicos imposto pela estética renascentista, como o naturalismo. A denominaçao desta corrente artística deriva do vocábulo italiano Maniera, indicando o estilo pessoal de determinado artista. Algumas de suas características sao a sofisticaçao intelectual das obras e do autor das mesmas, a valorizaçao da originalidade e o dinamismo e a complexidade das formas. Em todos estes quesitos, El Greco se destacou como um artista excepcional. Sua capacidade e o emprego de materiais de alta qualidade possibilitaram que sua obra permaneça, no geral, em bom estado. Abaixo, vemos um dos quadros em que o pintor retrata Toledo, hábito frequente em sua carreira.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO quadro intitula-se “Vistas de Toledo” e foi realizado entre 1595 e 1610. El Greco nao retrata as coisas como sao realmente, e sim através de uma recriaçao singular, como vemos nesta fantasmagórica visao da cidade, iluminada por relâmpagos. Nao é a Toledo real, mas a “sua ” Toledo. O quadro encontra-se no Metropolitam de Nova York. Na cidade castelhana existem vários monumentos dedicados ao pintor, inclusive nos grafites pintados nos muros das casas podemos apreciar sua influência.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA imagem acima é uma reinterpretaçao curiosa de um dos quadros mais conhecidos do pintor. De fato, El Greco foi um grande retratista, representando personagens da aristocracia toledana e do clero. Na obra “Cavalheiro com a mao no peito” (1580 – Museu do Prado) apreciamos a alta qualidade pictórica de seus retratos e a profundidade psicológica que é capaz de transmitir. Normalmente, sao imagens de meio corpo, com o fundo neutro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1578 nasceu seu único filho, Jorge Manuel, que seguiu a carreira artística do pai.  Abaixo, vemos o único quadro assinado pelo filho do famoso pintor, denominado “O Expólio” (Museu de Santa Cruz, em Toledo) uma cópia do mesmo tema feito por El Greco, que podemos ver na Catedral de Toledo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANeste outro quadro intitulado “A Família de El Greco”, exposto no Museu El Greco de Toledo, Jorge Manuel retrata sua mae, situada no centro da cena, como modelo de esposa perfeita, tal como se concebia na época, esperando a chegada do pai.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA mulher com que El Greco teve seu filho chamava-se Jerómima de las Cuevas, com que nunca chegou a casar-se. Foi, no entanto, a modelo para algumas de suas obras, como em “Verônica com a Santa Face” (1577/1578 – Coleçao Particular). O artista narra o milagre da impressao do rosto de Cristo no véu oferecido por Verônica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA maior parte da obra de El Greco está composta por grandes retábulos religiosos, além do grupo de retratos de altíssimo nível que realizou. Era um artista culto, possuidor de uma rica biblioteca, e a influência da ideologia neoplatônica é patente em toda sua pintura. A arte nao é apenas uma simples imitaçao da natureza, e sim a expressao livre do artista. Abaixo, vemos “A Encarnaçao”, exposta no Museu de Santa Cruz de Toledo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANeste quadro observamos alguns dos aspectos de sua pintura, como o tratamento do espaço pictórico, que evita a ilusao de profundidade e da paisagem, sendo que as cenas se desenvolvem num cenário indefinido. Cada personagem possui luz própria ou que reflete uma fonte luminosa nao visível. Este emprego da luz está vinculado ao seu antinaturalismo e seu estilo abstrato. Além de pintor, El Greco foi também escultor. A seguir vemos o tabernáculo e a escultura de Cristo que realizou o artista entre 1595/1598, expostos no Hospital Tavera, em Toledo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs principais lugares para admirar a sua obra em Espanha sao Madrid (principalmente no Museu do Prado) e Toledo (Museu de Santa Cruz, Catedral, Convento de Santo Domingo,etc). Finalizamos o post com uma vista do Museu El Greco de Toledo, que conheceremos brevemente no blog. A próxima matéria estará dedicada á etapa inicial de sua vida, tanto em Creta, quanto na Itália, que forneceram a base de sua evoluçao artística no perído de sua madurez, desenvolvida em Toledo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA