Torija – Província de Guadalajara

Torija é um belo pueblo situado na Província de Guadalajara (Comunidade de Castilla-La Mancha). Localiza-se junto à autopista R-2, que comunica Madrid com Zaragoza e Barcelona. A visao de seu castelo é um convite a uma parada, que realmente vale a pena.

DSC07852A vila conserva a atmosfera de épocas pasadas, típica dos povoados castelhanos. A praça principal, situada ao lado do castelo, é o centro turístico  e social da cidade e permanece com sua estrutura medieval intacta.

DSC07850Desde a praça, avistamos a Igreja de N.Sra da Assunçao, um templo renascentista construído no séc. XVI, sobre uma igreja românica anterior. Destaca em sua planta a esbelta torre quadrada.

DSC07842Torija exibe com orgulho seu belo Rollo de Justiça ou Picota, sinal da concessao real de vila ao povoado, obtida graças a sua feira anual de gado, famosa em toda a comunidade e existente desde a Idade Média.

DSC07835Como local estratégico, a história de Torija está estreitamente vinculada à existência de sua fortaleza. O Castelo de Torija data do séc. XV, e sua construçao foi ordenada pela influente família dos Mendoza, que também foram os responsáveis pela igreja paroquial. De planta quadrada, foi levantado com pedra calcárea proveniente da própria comarca onde está situada a vila, a conhecida Alcarria.

DSC07841O castelo está formado por três torres cilíndricas, além da imponente Torre de Homenagem, local onde anteriormente viviam os senhores da fortaleza. Com 30m de altura, a torre pode ser vista de quase todo o povoado.

DSC07848No séc. XVI, o Castelo de Torija hospedou aos reis Carlos V e seu filho Felipe II, em seus caminhos às terras aragonesas. Da fortaleza, partia e chegava a muralha que cercava a cidade. Na Guerra de Independência, seus muros foram explodidos para nao servir de fortaleza ao inimigo francês.

DSC07846O castelo foi reconstruído em 1962, e atualmente sedia o Centro de Interpretaçao Turística da Província de Guadalajara, cujo objetivo é a divulgaçao do rico e variado patrimônio natural e histórico-artístico da regiao.

DSC07803DSC07804Na Torre de Homenagem, podemos conhecer um museu dedicado ao livro “Viagem a Alcarria”, escrito por Camilo José Cela. Em suas andanças pela comarca, Cela deixou um fiel testemunho de sua gente, os costumes e tradiçoes dos pueblos da regiao.

DSC07814No museu, podemos admirar fotos antigas da Comarca de Alcarria, e exemplares do livro do escritor, editado em vários idiomas. O local foi inaugurado em homenagem ao cinquentenário da publicaçao do livro, que tornou famosa a comarca. Camilo José Cela recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1989. A seguir, vemos seu retrato, exposto no museu.

DSC07812A proximidade com Madrid (distante cerca de 70km), é outro fator que torna uma escapada à Vila  de Torija altamente recomendável.

Oropesa – Província de Toledo

A vila de Oropesa está localizada na Província de Toledo (Castilla- La Mancha) e merece uma visita, que pode ser feita num dia, ou desde Toledo, ou desde Madrid. Uma das origens que explicam seu nome surgiu na época de dominação muçulmana, quando os mouros mantiveram como refém uma donzela, cujo resgate os cavalheiros templários tiveram que pagar em peso de ouro. No escudo da cidade, encontramos a representação desta lenda popular, com a donzela segurando  uma balança.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOropesa foi conquistada pelos romanos, árabes e reconquistada pelos reinos cristãos na mesma época que Toledo (séc. XI). Do período árabe, sobrevivem poucos restos, principalmente no seu conhecido castelo. No entanto, o traçado urbano é um testemunho desta etapa histórica da vila.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar da reconquista, o repovoamento destas terras se consolidou somente no séc. XIII. Neste momento, foi criado o Realengo de Oropesa e, desta forma, a cidade esteve subordinada somente ao rei. Em 1366, o rei Enrique II concedeu a vila a D. Garcia Álvarez de Toledo, então chefe da casa de Alba. Este senhorio converteu-se depois em condado em 1477, quando os Reis Católicos nomearam a D. Fernando Álvarez de Toledo como o primeiro Conde de Oropesa. A partir de então, e coincidindo com o descobrimento da América, a cidade vive sua época de esplendor, quando foram construídos os principais monumentos existentes atualmente. A Igreja de N.Sra de Assunção, por ex., foi erguida no séc. XV, no estilo plateresco. Sua fachada, no entanto, é do séc. XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1620, ordenado pelo V Conde de Oropesa, foi construída uma passagem que comunicava o castelo com a igreja, para que a condessa e sua comitiva pudessem assistir à missa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Capela de San Bernardo, levantada em 1605, é considerada uma das precursoras do Barroco Espanhol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Hospital de San Juan Bautista foi construído, provavelmente, sobre a antiga sinagoga da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma foto da antiga prefeitura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO ponto de encontro da cidade é a Plaza del Navarro, e seu elemento de destaque é a Torre do Relógio, construída no estilo neomudéjar em 1910.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADo outro lado da praça, vemos a antiga Biblioteca Popular, decorada com azulejos de Talavera de la Reina, cidade próxima que em breve veremos no blog.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs azulejos compõem uma rica tradição nesta região, como vemos na casa abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma das principais festividades da cidade celebram-se em abril. As denominadas Jornadas Medievais recriam a lenda entre mouros e cristãos, que originou o nome da vila, e todos se vestem com trajes da época.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAÉ possível, também, percorrer um trecho da antiga muralha que rodeia o castelo, num belo trajeto rodeado de verde.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADe todos os monumentos de Oropesa, o mais conhecido é seu imponente castelo, cuja história veremos no próximo post….