Os Pueblos Mais Belos de Espanha

Sempre que nos referimos ao imenso potencial turístico da Espanha, o primeiro que recordamos sao suas magníficas cidades, como Madrid, Barcelona, Valencia, Santiago de Compostela, Sevilha, Córdoba, Burgos, León, Zaragoza, somente para citar algumas delas. No entanto, existem povoados pequenos, aqui denominados Pueblos, que merecem ser conhecidos por sua beleza, riqueza histórica e artística, entorno natural, etc. Muitos deles foram declarados Conjuntos Históricos, graças à importância de seus monumentos. Existem mais de 8 mil por todo o país, e muitas listas foram e continuam sendo realizadas para a divulgação dos mais Belos Pueblos de Espanha. Muitos destas localidades já apareceram no blog, e tive a oportunidade de visitar muitos povoados encantadores. Decidi, pois, compartilhar com vocês minha lista pessoal dos pueblos mais bonitos que tive a oportunidade de conhecer em minhas viagens pelo país. Dividi as matérias segundo a localização geográfica dos pueblos e entre parênteses coloquei as datas de publicação dos posts em que estas pequenas cidades foram o tema principal. Desta forma, vocês poderão conhecer mais a fundo cada um dos pueblos da lista. Inicio minha lista pela Comunidade de Aragón, precisamente pela Província de Zaragoza, onde encontramos a cidade de Daroca (14/1 a 18/1/2013), que foi matéria de várias publicações…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom cerca de 2 mil habitantes, Daroca é um povoado com uma longa história, e conserva inúmeros monumentos de interesse de várias épocas, inclusive as ruínas de seu castelo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERATambém na Província de Zaragoza situa-se Tarazona, que também foi o tema de vários posts publicados (de 18/1 a 28/1/2016).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASe consideram pueblos os municípios com menos de 2 mil habitantes. Tarazona possui cerca de 11 mil habitantes, mas a riqueza de seu patrimônio é tão extraordinária que foi colocada na lista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAcima vemos imagens de sua belíssima catedral, restaurada há pouco tempo e o edifício da Prefeitura, um dos mais belos do país. Abaixo, um pequeno detalhe de Tarazona

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo sul da Comunidade Aragonesa está situada a Província de Teruel, com lindos pueblos. Miravete de la Sierra é um povoado que me encantou, com sua pequena, mas preciosa ponte, que preside o pueblo. Possui somente 28 habitantes….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMirambel, com pouco mais de 100 habitantes, constitui um pueblo bem conservado que nos faz viajar ao passado…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Província de Huesca, ao norte da comunidade, se destaca por sua proximidade com os Pirineus, sendo um lugar perfeito para o senderismo e os esportes de montanha. Tramacastilla de Tena é um típico pueblo de montanha, e percorrer suas ruas nos possibilita conhecer a arquitetura representativa do norte de Aragón

DSC05277DSC05267

 

 

Maestrazgo de Teruel

O Maestrazgo é um território de fronteiras, ocupando a porçao
leste da província de Teruel(Aragón) e a província de Castellón
(Valencia). Seu relevo montanhoso e o clima rigoroso, com tem-
peraturas no inverno que chegam a -15 graus, condicionaram o
modo de vida de seus habitantes.
Historicamente, sempre foi uma região isolada das principais vias
de comunicação e das grandes aglomerações urbanas.
O desenvolvimento econômico iniciou-se nos séc.XVI e XVII, mediante
a produção de la e elaboração de tecidos para exportação.
Em época contemporânea, o Maestrazgo adquiriu fama devido aos conflitos políticos que nele sucederam, como as chamadas Guerras Carlistas do séc.XIX.
Hoje constitue um espaço arquitetônico e histórico privilegiado pelo seu grau de conservação.
Viajaremos por pueblos situados no Maestrazgo de Teruel.
Começamos pelo mais que pitoresco pueblo de Miravete de la Sierra.

Imagem

Seu núcleo central está constituído por seu singelo ponte medieval e a Igreja de N.Sra.De Las Nieves, gótica-renascentista do séc.XVI.
Imagem

Em seguida, Mirambel, pueblo de origens templárias e que conserva o melhor centro histórico da região. Durante a reconquista, foram concedidas estas terras à Ordem dos Templários, que fundaram a vila em 1234. No séc.XIV, a posse do pueblo passou a outra ordem militar, a dos cavaleiros de San Juan de Jerusalém.
Em 1980, foi declarada conjunto histórico artístico , pela beleza de seu patrimônio.
Imagem

O acesso ao pueblo se dá por um arco, cujo destaque é a torre templária, perfeitamente conservada. Do outro lado, o portal das Monjas, considerado um dos símbolos de todo o Maestrazgo.
Imagem

A igreja de Santa Margarita sobressae pelo equilíbrio de linhas e proporções e foi erguida no séc.XVII.
Passear por Mirambel é como uma viagem no tempo, respirando a atmosfera inequívoca da idade média.
Imagem

Cantavieja é uma cidade um pouco maior que as anteriores, sendo a capital histórica do Maestrazgo. Foi o centro da rebelião Carlista, em que se enfrentaram partidários de D.Carlos, defensores do absolutismo, contra o governo da rainha Maria Cristina.
Os principais focos de resistência foram o País Vasco e o Maestrazgo, ao mando do general Ramón Cabrera, que estabeleceu em Cantavieja o reduto de suas tropas.
Imagem

A insólita praça maior do pueblo está emoldurada por um pórtico arcos apuntados.
A Igreja da Assunção é barroca do séc.XVIII.
Imagem

Nosso último pueblo chama-se Iglesuela Del Cid, também de origem templária.
Apresenta um conjunto monumental de característica cor avermelhada.
A igreja de fábrica gótica preserva sua cabeceira poligonal, com ampliações barrocas
Imagem

Todos estes pueblos fazem parte do Parque Cultural do Maestrazgo, um aglomerado de pequenos municípios, onde o patrimônio natural e cultural constitue um elemento de identidade coletiva.
Vale muito a pena conhecê-los, e disfrutar de uma região ainda desconhecida pelo turismo.