Um Passeio por Salamanca

Depois de deixar Ávila, eu, o Marcelo, a Cristina e o Ernesto nos dirigimos a Salamanca, outra das cidades imprescindíveis da Espanha. Esta maravilhosa cidade da Comunidade de Castilla y León já apareceu no blog diversas vezes, com a publicação de boa parte dos pontos de interesse de maior importância histórica e cultural. No entanto, é sempre bom poder rever Salamanca, e descobrir seus inumeráveis encantos. A melhor forma de conhecê-la é caminhando, pois a maior parte de seus monumentos encontram-se próximos, como podemos ver no mapa turístico da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASalamanca possui cerca de 150 mil habitantes, dado que a converte na terceira maior cidade da comunidade, depois de Valladolid e León. Seu imenso patrimônio histórico-artístico foi reconhecido pela Unesco como Patrimônio da Humanidade em 1988. Sua história se remonta a cerca de 2700 anos atrás, com a ocupação dos primeiros povoadores que se assentaram nas margens do Rio Tormes. Desde então, a cidade foi testemunha da presença de vários povos, os celtíberos, romanos, visigodos, muçulmanos. Finalmente no início do século XII a cidade foi repovoada por Raimundo de Borgoña, tal como sucedeu com Ávila e Segóvia, outras duas cidades castelhanas. O aspecto que vemos atualmente de seus principais monumentos data do período medieval, depois de ter sido reconquistada por Alfonso VI. Logo que chegamos à cidade, eu e meu amigo Marcelo realizamos um agradável passeio pela zona situada junto ao entorno do Rio Tormes, um afluente do Rio Duero, que atravessa as Províncias de Ávila, Salamanca e Zamora, desembocando no Duero depois de um percurso de 284 km.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAntes de chegarmos ao rio, realizávamos diversas paradas para admirar as construções da cidade e curtir cada momento do passeio. Abaixo, vemos o Marcelo junto a um cruzeiro, um elemento religioso muito habitual em muitas das regiões espanholas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Ponte Romana de Salamanca (post publicado em 10/2/2015), além de constituir um monumento fundamental na evolução histórica da cidade, proporciona excelentes vistas do centro, como podemos ver a seguir. O melhor é que atualmente é exclusiva para pedestres…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtravessando a ponte temos, como recompensa, incríveis panorâmicas da cidade, destacando a presença de suas duas catedrais (matérias publicadas em 23 e 24/4/21012).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo lado do Rio Tormes, vemos um Verraco, uma escultura zoomórfica dos antigos povos celtiberos (vetones), cuja existência ao lado do rio está documentada desde o século XIII. Sobre estas esculturas de pedra, realizei uma matéria em 24/1/2017. Neste caso, simboliza um touro…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo lado desta milenar escultura, com a Igreja de Santiago ao fundo, vemos um monumento em homenagem ao “Lazarillo de Tormes“, uma novela espanhola anônima, cuja edição mais antiga data de 1554. Nos primeiros capítulos da obra se narra a história de Salamanca e, na continuação, relata de forma autobiográfica a vida de um menino chamado Lázaro de Tormes, desde seu nascimento até o casamento, em companhia de um cego.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta obra é considerada a precursora da denominada novela picaresca, e uma amostra irônica e mordaz da sociedade do século XVI, com seus vícios e hipocrisias, principalmente em relação aos clérigos. O livro foi proibido pela Inquisição e somente voltou a ser publicado no século XIX. O monumento foi inaugurado em 1974 e realizado pelo escultor Agustín Casillas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm passeio por Salamanca inclui, necessariamente, sua impressionante Plaza Mayor (post publicado em 21/2/2015), uma das mais belas da Espanha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERARecomendo uma caminhada tranquila e relaxada pelas ruas da cidade, explorando cada espaço de seu centro histórico. Abaixo, vemos a torre da Catedral Nova de Salamanca sobressaindo-se entre os edifícios circundantes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASalamanca é eminentemente uma cidade renascentista, com uma grande quantidade de edifícios construídos neste estilo, além daqueles pertencentes ao período barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAVale a pena deambular pela cidade à noite, e contemplar seus edifícios sob uma ótica diferente. Abaixo, vemos a Igreja de la Clerecía (matéria publicada em 22/2/2015).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo a matéria com um belo jardim, onde descansava durante a caminhada, depois de percorrer o centro histórico em busca dos edifícios pertencentes à Universidade de Salamanca, uma das mais importantes instituições educacionais do ponto de vista histórico de todo o continente europeu, e que será o tema do próximo post.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA