Patrimônio Religioso de Salamanca

Além de sua histórica Universidade e da grande quantidade de palácios nobres que possui, Salamanca conta com um rico patrimônio religioso. Basta dizer que é uma das poucas cidades da Espanha com duas catedrais (posts publicados em 23 e 24/4/2012), diversos conventos, como o de San Esteban (matéria do dia 3/5/2012) e templos, como a Igreja de la Clerecía (tema da matéria publicada em 22/2/2015), entre muitas outras. Neste post e no seguinte, veremos outras fundações religiosas de importância na cidade, com uma grande variedade de estilos artísticos. Por exemplo, da arquitetura românica destaca a curiosa Igreja de San Marcos, de inusual planta circular.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAExiste uma certa controvérsia a respeito de sua construção, mas parece que foi edificada no final do século XI ou no começo do XII. Única dentro do Românico Espanhol por seu singular formato, seu interior, no entanto, não possui uma planta centralizada típica das construções circulares, estando dividida por 3 naves com seus respectivos ábsides, que não podemos observar desde o exterior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERATambém originária de época românica, a Igreja de San Millán foi reedificada a partir de 1765, cujo projeto foi elaborado por Jerónimo García de Quiñones, um importante arquiteto de Salamanca, filho de Andrés García de Quiñones, igualmente arquiteto, responsável de diversas intervenções no centro histórico da cidade. Atualmente é a sede do Centro de Interpretação do Patrimônio Histórico de Salamanca.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAlgumas igrejas não sobreviveram à passagem dos séculos, e permaneceram em ruínas, caso da Igreja de San Polo, cujo nome representa um arcaísmo de San Pablo. Construída  a partir do século XII no estilo românico-mudéjar e reformada no século XVI, ficou abandonada no século XIX devido ao seu péssimo estado. Em 1984 foram realizadas escavações arqueológicas no local, um pouco antes de se construir um polêmico hotel, sendo que as ruínas foram incorporadas ao novo estabelecimento comercial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro caso similar, em que um templo foi abandonado pelos prejuízos causados pelos acontecimentos históricos, é o atual Auditório de San Blás. Situado próximo ao Colégio do Arcebispo Fonseca, tema de uma matéria recentemente publicada e que vemos no fundo da foto abaixo, sua origem se remonta ao século XIII, quando se construiu a Igreja de San Blás, com a finalidade de prestar serviço religioso a uma zona isolada da cidade na época. No século XVIII teve que ser reconstruída por seu estado lamentável, mas voltou a ser castigada durante a Guerra da Independência Espanhola no início do século XIX. O templo ficou abandonado, e na década de 80 do século XX a antiga igreja foi cedida à Prefeitura de Salamanca, que a habilitou como Auditório Municipal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo passado, a importância de uma cidade se refletia na quantidade de ordens religiosas que nela se estabeleciam, ordenando a construção de conventos e suas respectivas igrejas. Em Salamanca, a Ordem dos Carmelitas adquiriu um grande protagonismo. Abaixo, vemos o antigo Convento de San Andrés, uma antiga fundação carmelita cuja igreja é o única parte sobrevivente do mesmo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA primeira construção data do século XV, mas foi destruída por uma enchente em 1626. O atual templo foi edificado em 1756, projetado por Manuel de Lara Churriguera.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo desaparecido convento viveu durante quatro anos San Juan de la Cruz (1542/1591), que junto com Santa Teresa de Ávila, foram os responsáveis pela reforma carmelita, que deu origem a Ordem das Carmelitas Descalças. Ambos são considerados  referências da poesia mística cristã e San Juan de la Cruz foi proclamado o Padroeiro dos Poetas de Língua Espanhola. Uma placa comemorativa na fachada da igreja enaltece a presença do santo dentro do antigo convento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERABem próximo à igreja foi colocado um monumento em homenagem a San Juan de la Cruz, inaugurado em 1993 e realizado pelo escultor Fernando Mayoral.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja do antigo Convento de San Andrés passou a ser conhecida como a Iglesia del Carmen de Abajo (por estar situada numa zona próxima ao Rio Tormes), para diferenciá-la de outra construção carmelita, a Iglesia del Carmen de Arriba, que vemos a seguir.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste templo barroco foi realizado no final do século XVII, sendo a única construção que se conservou do Convento e Colégio de San Elías, pertencente à Ordem Carmelita. Na fachada vemos uma imagem de San Elías.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Igrejas Históricas de Córdoba – Parte 3

No post de hoje, veremos outras das Igrejas Históricas de Córdoba, que podem ser conhecidas num agradável passeio por seu centro histórico. A Igreja da Trindade (Iglesia de la Trinidad, em espanhol) está localizada na Plaza de la Trinidad, onde antigamente se erguia um convento fundado por Fernando III no século XIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja que vemos atualmente data do século XVIII, inserindo-se dentro do estilo barroco. Abaixo, vemos uma foto do interior da igreja e o Retábulo Maior, construído no mesmo estilo em 1724. Está presidido pela chamada Virgem do Coro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, o belo órgão da igreja….

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém barroca é a Igreja de San Cayetano, edificada entre 1638 e 1656. Sua colorida fachada amarela, presidida por uma imagem do santo titular, é muito bonita…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO patrimônio religioso de Córdoba inclui alguns conventos cujas igrejas ainda podem ser admiradas, caso da Igreja de N.Sra de Gracia, pertencente a Ordem Trinitária.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO convento foi construído no começo do século XVII, sendo que a igreja começou a ser levantada em 1648. Abaixo, vemos uma foto do interior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo foi saqueado pelo exército francês durante a ocupação napoleônica em 1808. O Retábulo Maior do século XVIII foi trazido de outro convento, em 1869.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA Muitos conventos oferecem dôces típicos preparados pelas freiras, algo que ocorre em muitas instituições religiosas espalhadas pelo país, como o Convento de Santa Ana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste convento foi fundado pela Ordem Carmelita no século XVII. Na fachada principal vemos as  esculturas de Santa Ana, a Virgem Maria e o Menino Jesus.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo as matérias dedicadas às Igrejas Históricas de Córdoba com uma pequena ermita, situada junto ao Rio Guadalquivir.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Antigo Convento Carmelita – Valencia

A Ordem Carmelita chegou a Valencia em 1280, logo depois da morte do rei Jaime I. Os frades se estabeleceram num convento, hoje centro cultural, que engloba vários estilos arquitetônicos. O antigo convento se articula ao redor de dois claustros, sendo o mais antigo construído no estilo gótico, entre os séculos XIV e XV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANuma das capelas do claustro gótico podemos ver o sarcófago do escritor, jornalista e político espanhol, nascido em Valencia, Vicente Blasco Ibáñez (1867/1928). A obra foi encarregada pela Prefeitura da cidade ao grande escultor, também valenciano, Mariano Benlliure Gil (1862/1947), que finalizou o sepulcro em 1935.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO outro claustro conventual foi edificado no estilo renascentista, entre os séculos XVI e XVII, cujo responsável da construção foi o frade carmelita Gaspar de Sent Martí.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma das galerias que compõem o claustro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO convento possuía todas as dependências necessárias para seu funcionamento, como refeitório, dormitórios, e a igreja que vemos a seguir, situada na Plaza del Carmen.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Paróquia de Santíssima Cruz, seu nome oficial, foi construída a partir de 1343. Da construção original nada resta, pois o templo foi reformado no século XVII, no estilo barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa primeira metade do século XIX, o Convento Carmelita foi desamortizado e abandonado pela comunidade religiosa, mas a igreja continuou realizando cultos após o fechamento do convento. A partir deste momento, o antigo espaço conventual passou a sediar várias instituições culturais, transformando-se na primeira sede do Museu de Belas Artes de Valencia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o edifício sede do museu situa-se em outro local, mas o antigo convento carmelita realiza uma ampla atividade cultural com exposições temporárias, dependentes do Museu de Belas Artes. Pude presenciar uma exposição interessante de obras contemporâneas no local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASua função como centro cultural fez com que o edifício fosse adaptado e ampliado, e novas dependências surgiram, como a Sala Ferreres, cujo nome é uma homenagem ao arquiteto que a projetou, Luis Ferreres Soler.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1983, o Antigo Convento Carmelita de Valencia recebeu o título de Monumento Histórico-Artístico, e vale a pena conhecê-lo, tanto por sua secular história, quanto pelas atividades culturais que organiza.

 

Convento de San José: Ávila

O Convento de San José foi fundado por Santa Teresa em 1562, o primeiro da Ordem das Carmelitas Descalças em toda a Espanha. Nele, estabeleceu a regra primitiva do Carmelo (século XIII), materializando a reforma carmelita, baseada na austeridade, contemplação, oração e penitência.Sua fundação é narrada pela própria santa no “Livro de la Vida“, sendo também o local onde escreveu grande parte de sua obra mística e literária. No início, o convento foi constituído por um conjunto de casas que foram sendo adquiridas mediante doações, e a igreja situava-se num pequeno dormitório, dada as pequenas dimensões do convento. Com o tempo, foi sendo ampliado, chegando a haver 4 igrejas anteriores à atual.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConstruída por Francisco de Mora no século XVII, sua arquitetura tornou-se o modelo do que se conhece como Igreja Carmelitana, um retângulo vertical formado por 3 espaços distintos, rematado por um Frontón (estrutura triangular) em sua parte superior. Na parte inferior, vemos uma arcada composta por 3 arcos. No nível intermediário se colocou uma imagem do santo titular da igreja, San José. No terceiro nível, uma janela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO objetivo de Santa Teresa era construir uma clausura em que se pudesse viver a regra primitiva da Ordem das Carmelitas como se fosse uma grande família, dentro dos preceitos da pobreza, obediência e penitência. Por este motivo, em Ávila é conhecido como “Convento de las Madres“. Apesar da precaução com que a santa organizou sua construção no mais absoluto sigilo, não pôde fazer nada com que as pessoas tomassem consciência do fato, sendo duramente perseguida até que recebeu a autorização do Papa Pio IV para sua fundação. Teresa estipulou o número máximo de religiosas do convento em 13, 1 priora e 12 freiras. Com o tempo, a própria santa aumentou para 20. Depois de sua morte, se fixa em 21 o número de religiosas do convento, pois o desejo das freiras era que Santa Teresa ocupasse esta vaga, de forma simbólica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar da regra primitiva da Ordem do Carmelo ter sido aprovada em 1247, Santa Teresa se inspirava numa época anterior, quando os eremitas que viviam no Monte Carmelo desenvolveram um modelo de vida austero e dedicado à oração. As freiras começaram a tratar-se como irmãs e mães, e Teresa passou a ser chamada Teresa de Jesus.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASanta Teresa viveu 5 anos no Convento de San José, berço de sua reforma e que serviu de plataforma para a fundaçao de outros conventos pelo país. Ainda hoje o convento conserva o espírito de sua fundadora. Uma pena as fotos estarem proibidas em seu interior, pois conserva muitas lembranças de sua vida na clausura. Junto à igreja, situa-se o Museu Teresiano, fundado em 1970 com uma coleção de obras de arte e relíquias da santa, objetos pessoais, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Um Passeio por Alcalá de Henares – Parte 2

Neste último post desta série de matérias sobre Alcalá de Henares, veremos outros monumentos que fazem parte do patrimônio religioso da cidade e que merecem ser conhecidos. Pertencente à Ordem Carmelita, o Convento de Corpus Christi foi fundado no final do século XVI como um convento de clausura. De estilo barroco, foi projetado pelo arquiteto carmelita Fray Aberto de la Madre de Dios. Em frente ao convento foi colocada uma estátua de Santo Ignácio de Loyola, fundador da Ordem dos Jesuítas, pois no local se situava o primeiro colégio de jesuítas da cidade, de 1546.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutra construção religiosa de interesse é o Oratório de San Felipe Neri. Conhecido como o Apóstolo de Roma, este santo foi o fundador da Congregação do Oratório, sendo canonizado em 1622. Em Alcalá, a congregação foi fundada em 1694 por Martín Bonilla, Bispo de Ceuta. O templo começou a construir-se no início do século XVIII, e nele se encontram os restos mortais do bispo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA reforma produzida por Santa Teresa de Ávila para a Ordem Carmelita em 1562, quando foi criada a Ordem das Carmelitas Descalças, fez com que fossem construídos vários conventos por todo o país. Em Alcalá de Henares, o Convento da Puríssima Concepción foi visitado pela santa em várias ocasiões, e uma placa recorda o fato.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA família de Miguel de Cervantes também teve relações estreitas com este convento, pois sua irmã Luisa de Belén desempenhou o cargo de priora do mesmo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA cidade conta com históricas e singelas ermitas, algumas das quais podem ser visitadas. As origens da Ermita de Santa Lúcia, situada em frente à catedral, remontam ao século XII. O edifício atual pertence ao século XVII, de estilo barroco. Até 1515, nela se realizava o conselho da cidade, razão pela qual é considerada a primeira prefeitura que teve Alcalá de Henares.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJá a Ermita de los Doctrinos me impressionou deveras por sua simplicidade arquitetônica e a beleza de seu interior. Sua origem é do século XIII, mas no século XVI se funda no local um seminário para o ensino das doutrinas religiosas para crianças. O edifício conservado pertence ao século XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERACom esta matéria, finalizo os passeios pela cidade de Alcalá de Henares, esperando ter contribuído para a divulgação de seu rico patrimônio histórico-artístico, e despertando o interesse por conhecê-la. Como puderam ver, vale muito a pena…

Igreja do Carmen – Antequera

O séc. XVII representou um período difícil para Antequera, com catástrofes e epidemias que ocasionaram uma grande perda populacional. No entanto, a cidade ganhou alguns de seus monumentos mais representativos, como a Igreja do Carmen, um lugar de visita obrigatória num passeio por esta cidade andaluza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja localiza-se num ponto elevado, com magníficas vistas do entorno.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo é a única parte sobrevivente do antigo Convento das Carmelitas Descalças, edificado a partir de 1585 e finalizado em 1633. Em 1833, devido seu péssimo estado de conservação, o convento foi demolido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua simplicidade exterior, na qual destaca a portada de Ordem Toscana, foi realizada em 1609 e não anuncia a exuberância decorativa do interior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe fato, quando entramos para conhecer a igreja, não podemos imaginar as maravilhas que se encontram dentro de sua ampla nave, consideradas obras primas do Barroco na Andalucía.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte lateral da nave existem várias capelas belíssimas, com uma preciosa decoração.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPorém, o que realmente tornou famosa esta igreja é a excepcionalidade da Capela Maior, e seu impressionante retábulo talhado em madeira de pino vermelho, uma obra espetacular.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste retábulo está composto por 52 esculturas de madeira policromada que representam uma magistral exaltação barroca da Ordem Carmelita e uma peça singular da Arte Andaluza. Executado em torno a 1747 por Antonio Primo de la Rosa, as esculturas são de autoria de José de Medina e Diego Márquez y Vega. O centro do retábulo está presidido pela imagem da Virgem do Carmen, realizada por José de Medina.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA parte superior da Capela Maior foi pintada no estilo maneirista com elementos decorativos feitos de gesso.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO teto da nave central foi coberto por um incrível artesanato mudéjar, realizado em 1614.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte superior dos muros, vários quadros embelezam ainda mais a igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos quadros mais importantes, anônimo do séc. XVII, representa o episódio do Antigo Testamento conhecido como a Escada de Jacó, em que o próprio descansa numa pedra e sonha com uma escada, pela qual sobem e descem anjos. A escada indica os passos que a alma deve seguir para atingir uma união perfeita com Deus. Cada degrau corresponde a uma sucessão de estados espirituais. Ao final da escada, aparece a Santíssima Trindade e a Virgem Maria, que serve de intermediária entre Deus e os seres humanos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos mostrando alguns belos detalhes deste templo que merece ser mais conhecido e valorizado, pois acolhe obras verdadeiramente excepcionais do Barroco Espanhol

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Jesús Carrasco-Muñoz (Parte 2)

Entre os anos 10 e 20 do séc. XX, Jesús Carrasco-Muñoz realizou tantas obras de qualidade que poucos arquitetos contemporâneos  podem se igualar a ele. A partir dos anos 20, época de sua maior criatividade, sua obra passa a ser vinculada às correntes modernistas, que pretendiam uma renovaçao do Ecleticismo em todas suas variantes. O Hotel Reina Victória, situado na Praça de Santa Ana, em pleno Bairro das Letras de Madrid, representou um marco da arquitetura comercial da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConstruído entre 1916 e 1923, constituiu um paradigma  da renovaçao eclética mediante a adoçao de elementos modernistas. Sua obra comercial mais conhecida, surgiu da necessidade hoteleira requerida por uma cidade que aspirava igualar-se às modernas urbes internacionais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício impressiona por sua qualidade construtiva e sua singular e criativa torre. Abaixo, vemos um detalhe da construçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAArquitetura Religiosa é uma das facetas mais conhecidas da obra de Jesús Carrasco, pois foi o autor de alguns dos templos mais importantes de Madrid durante as primeiras décadas do séc. XX. Um exemplo é a Igreja da Conceiçao, localizada na Calle Goya.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJesús Carrasco assumiu o projeto da obra depois do falecimento do arquiteto Eugenio Jiménez Correa, modernizando o anterior projeto neogótico da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm alguns elementos do templo podemos observar o caráter original de sua obra, como a esbelta torre, que pode ser vista de vários pontos da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo alto da torre, vemos uma imagem pétrea da Imaculada Conceiçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Paróquia da Conceiçao é a mais antiga do Bairro de Salamanca, e foi levantada em 1902 com donativos dos habitantes do bairro. Outro elemento destacável é o cimbório, de inusitado aspecto modernista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa cripta da igreja está sepultada a melhor escritora da língua espanhola, Emília Pardo Bazán. Abaixo, vemos uma foto geral do interior do templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro monumento religioso fundamental do arquiteto é a Igreja de Santa Teresa e Sao José e o Convento dos Padres Carmelitas a ela adossado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste edifício é considerado um resumo de seu conceito criativo dentro do âmbito religioso. Articula três partes diferenciadas, a igreja, a torre e o convento, integrando-se num esquema geral inspirado num monastério-fortaleza, símbolo do recolhimento espiritual próprio da Ordem Carmelita. A fachada, com uma grande entrada monumental, se conforma mediante um arco franqueado por duas torres, uma alusao às portas de acesso à cidade amuralhada de Ávila.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja foi decorada com motivos procedentes do repertório medieval, combinando-se com elementos neogóticos e modernistas, além da cúpula ornamentada com mosaicos neobizantinos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFoi construída em concreto armado, algo pouco habitual na arquitetura religiosa. Abaixo, vemos uma imagem da cúpula, desde o interior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de Santa Teresa e Sao José situa-se bem em frente à Praça Espanha. Muitos ignoram que o traçado desta famosa praça, bem como a idéia de nela instalar-se um monumento a Cervantes, partiu de Jesús Carrasco-Muñoz. Quando o Ecleticismo e o Modernismo esgotaram suas possibilidades construtivas, o arquiteto participou das novas tendências internacionais, como a Arte Decô e o Racionalismo. Mas esta é uma abordagem que nao se inclui na presente matéria, dedicada à obra deste genial arquiteto dentro do conceito da Arquitetura Eclética.