Cudillero – Asturias

Antes de deixar o Principado de Asturias, decidi conhecer uma típica vila costeira, tão abundantes na comunidade asturiana. O povoado escolhido foi Cudillero, um dos pueblos marinheiros mais famosos do principado.

20150724_125432Este pitoresco povoado desenvolveu-se nas ladeiras empinadas de 3 montes que circundam a região. Na realidade, Cudillero é hoje em dia um pequeno porto pesqueiro que atrai uma grande quantidade de turistas por seu caráter original e suas belas paisagens. No entanto, no passado chegou a possuir uma das frotas mais numerosas de Asturias.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASua existência está documentada desde o séc. XIII, e o povoado nasceu e cresceu em torno à atividade da pesca. Num passeio por suas ruas comprovamos este fato nos detalhes e na própria decoração de suas casas e estabelecimentos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs habitantes de Cudillero são conhecidos como “pixuetos“, palavra originária do latim piscis, que significa peixe…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm minha visita ao povoado, tive a oportunidade de admirar uma curiosa exposição sobre os Hórreos e as Paneras, estas tradicionais construções, cujo significado e função vimos no post sobre o Museu do Pueblo de Asturias de Gijón, publicado no dia 1/9/2015. O interessante é que os objetos expostos foram feitos com rolhas de garrafas de sidra. Abaixo, vemos inicialmente os hórreos, com 4 suportes, e em seguida as paneras, com 6.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA zona onde se localiza a vila de Cudillero está repleta de belas praias e alcantilados. Infelizmente não pude conhecê-los, pois para tanto é necessário um carro, que no momento não dispunha…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm complemento perfeito à visita é provar a deliciosa gastronomia local, evidentemente feita a base de pescado. Ao mesmo tempo, admirar sua tradicional arquitetura em singelas construções…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Museu do Pueblo de Asturias – Gijón

Gijón oferece, além de seu patrimônio monumental, alguns museus de grande interesse. Um dos mais importantes é o Museu do Pueblo de Asturias, criado em 1968 e inspirado nos museus etnográficos ao ar livre existentes em Europa. Em 1994, o museu foi levado ao Pavilhão de Asturias, que foi apresentado na Expo de Sevilha em 1992.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASeu objetivo principal consiste em conservar e difundir a memória dos costumes, folclore e as tradições do povo asturiano. Para alcançá-lo, conta com uma ampla coleção de etnografia, fotografia, instrumentos musicais, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício principal acolhe uma grande variedade de objetos de uso cotidiano, relacionado aos diferentes âmbitos domésticos da vida tradicional da comunidade. Alguns são verdadeiramente curiosos, como esta ducha feita de zinco, utilizada no final do séc. XIX nos povoados de Asturias.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo passado, um simples objeto de madeira se transformava num utensílio para lavar as roupas na beira dos rios.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA quantidade de coisas interessantes é enorme, sendo impossível registrá-las na matéria, por isso escolhi algumas que me chamaram mais a atenção. Dentro da área do museu, foram colocadas casas antigas, pertencentes às famílias acomodadas da região, como a Casa González de la Vega. Procedente do povoado de Serín, data de 1757.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1992 foi  instalado na residência uma fabulosa coleção de gaitas, de diversos lugares da Europa, com especial ênfase na denominada Gaita Asturiana, que desde muito tempo faz parte da cultura de sua gente.

20150722_173338OLYMPUS DIGITAL CAMERAJá a Casa Valdéz procede do povoado de Candás, e foi construída no séc. XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo interior da casa podemos admirar uma grande coleção de fotos antigas, que nos mostram a forma de vida tradicional do povo asturiano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO museu conta também com um importante arquivo documental referente às lendas, mitos, contos e canções populares, que eram transmitidos de forma oral de geração a geração. Espalhados pelo perímetro do museu encontramos curiosas construções que integram o modo de vida rural do Principado de Asturias. Estão destinadas ao armazenamento de alimentos (batatas,, milho, frutas, etc) e são feitos de madeira, estando levantados do solo mediante pilares de pedra ou madeira denominados pegoyos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEstas estruturas tem por finalidade a proteção dos alimentos contra os roedores e a umidade, e são de dois tipos, os chamados Hórreos e as Paneras. Ambos se diferenciam em relação ao número de pegoyos utilizados. Nos Hórreos, são 4 (planta quadrada), e nas Paneras, 6 (retangulares).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAs Paneras possuem evidentemente maior capacidade de armazenamento e costumam estar adornadas com pinturas em seus balcões. Estas construções, abundantes em todo o norte espanhol, são indispensáveis como elementos auxiliares no meio rural, especialmente porque chove muito. Em Portugal, são conhecidos como Espigueiros.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA grande maioria destas construções expostas no museu datam do séc. XVII ao XIX. Outras edificações representam as antigas casas dos moradores primitivos de Asturias, como vemos abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPassei uma belíssima tarde conhecendo o Museu do Pueblo de Asturias, e creio que consegui mostrar apenas uma pequena parte de seu conteúdo, mas espero que proporcione uma ideia do modo de vida e dos costumes populares dos asturianos.