Castelos da Espanha – Paradores Nacionais (Parte 2)

Neste último post sobre a extensa série de matérias sobre os Castelos e Fortalezas da Espanha veremos outros exemplos de fortificações que foram adaptados como hotéis da rede de Paradores Nacionais de Turismo. Um dos principais Castelos da Comunidade da Catalunha encontra-se na cidade de Cardona, situado na Província de Barcelona.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA construção desta impressionante fortaleza medieval se remonta ao século IX, quando no ano 870 o Conde de Urgel, Wilfredo Veloso, ordenou sua edificaçao. Um pouco depois, recebeu os condados de Barcelona, Girona e Besalú.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPosteriormente, passou a ser propriedade dos Duques de Cardona, que a partir do século XV tornaram-se uma das famílias mais importantes do Reino de Aragón. De grande interesse histórico e arquitetônico é a Igreja de San Vicente de Cardona, que integra o conjunto da fortaleza, e considerada uma dos primeiros templos do Românico Espanhol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos imagens do interior da igreja, destacando sua cripta….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAParte da construção alberga o Parador Nacional “Duques de Cardona”, que foi eleito pelos usuários do Tripadvisor como um dos 10 melhores castelos da Europa para hospedagem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA cidade de Benavente, que pertence à Província de Zamora (Comunidade de Castilla y León), conserva parte do imenso castelo que ostentou, e que também acolhe um Parador Nacional.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA fortaleza foi construída no início do século XII, embora tenha sido reformada nos séculos posteriores. Foi propriedade do senhorio dos Pimentel, que recebeu o título de Conde de Benavente. Durante a Guerra da Independência contra os franceses (começo do século XIX), o castelo foi destroçado. Apesar disso, conservou a denominada Torre de los Caracoles, do século XVI. Possui uma planta retangular, com cubos nas esquinas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, vemos fotos do interior do Parador Nacional de Benavente

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAlgumas dependências preservaram seu maravilhoso teto decorado com artesanato de madeira…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, vemos a entrada ao Parador…

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom o progresso da tecnologia militar e os armamentos, os castelos tornaram-se construções inseguras, e deixaram de ser construídos a partir do século XVI. No final do século XIX, dentro do contexto da corrente romântica, voltaram a fazer parte da paisagem espanhola, inspirados nos antigos castelos medievais, como o que vemos abaixo, situado na Província de Burgos (Comunidade de Castilla y León).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEspero que vocês tenham gostado deste conjunto de matérias sobre os Castelos e Fortalezas da Espanha, e a incrível variedade existente no país deste tipo de construções defensivas e residenciais, próprias de uma época fundamental na história do continente europeu e um dos seus símbolos mais reconhecíveis, a Idade Média.

Anúncios

Castelos da Espanha – Paradores Nacionais

Uma experiência altamente recomendável para todos (as) aqueles (as) que visitam a Espanha é hospedar-se na rede de hotéis dos Paradores Nacionais. Esta cadeia hoteleira caracteriza-se por aproveitar construções históricas como sede de seus estabelecimentos. Sempre que visito alguma cidade do país, aproveito para conhecer um Parador Nacional e contemplar suas dependências, nem que seja apenas para tomar um cafézinho em seus restaurantes. Palácios, Conventos e Monastérios antigos foram adaptados para a instalação de hotéis da rede, como também os inumeráveis Castelos existentes por todo o território espanhol. Nesta última parte sobre os Castelos da Espanha, dividida em duas matérias, conheceremos alguns exemplos de fortalezas que acolhem Paradores Nacionais. O Castelo de Oropesa, situado na Província de Toledo (Comunidade de Castilla La Mancha) é um dos mais antigos em sediar um Parador Nacional, inaugurado em 1930.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste castelo, construído entre os séculos XII e XIII, foi a residência de Álvarez de Toledo, Conde de Oropesa. Foi reformado nos séculos XV e XVIII e seu aspecto de fortaleza é realmente maravilhoso. Abaixo, vemos a Torre del Homenaje, entre as casas da cidade…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPossui um belo Pátio de Armas, local onde se desenvolvem atividades culturais e que constitui a parte central do castelo, servindo de eixo para a distribuição das várias dependências da fortaleza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Abaixo, vemos uma de suas torres, com a paisagem castelhana ao fundo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConforto, bom gosto decorativo (com objetos relacionados a vida e história dos antigos castelos), charme e uma oferta gastronômica de primeiro nível são algumas das características dos Paradores Nacionais. Um dos hotéis mais exclusivos da rede situa-se na belíssima cidade de Sigüenza (Província de Guadalajara, Comunidade de Castilla La Mancha), que preserva boa parte de sua estrutura medieval.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO hotel foi instalado num antigo palácio fortificado construído no século XII sobre uma anterior fortaleza muçulmana, que pertenceu aos bispos da cidade até o século XIX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste Parador Nacional foi inaugurado em 1972,  e vale a pena conhecê-lo para admirar a história do edifício e usufruir de suas comodidades.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro castelo pertencente à Comunidade de Castilla La Mancha que acolhe um Parador Nacional é o Castelo de Alarcón, considerado um dos conjuntos fortificados mais importantes da Província de Cuenca.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta fortaleza encontra-se localizada sobre o alto de uma formação rochosa rodeada pelo Rio Júcar, que atua como um fosso natural. Parece que sua origem está relacionado com uma antiga fortaleza muçulmana, e foi propriedade do Marquês de Villena, dono destas terras em séculos passados. Por este motivo, o hotel recebeu seu nome…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERACiudad Rodrigo é uma cidade da Província de Salamanca (Comunidade de Castilla y León) que conserva um importante patrimônio histórico. O chamado Castelo de Enrique II de Trastámara constitui uma de suas principais atrações.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConstruído no século XIV, em 1929 passou a integrar a Rede de Paradores Nacionais da Espanha, o que o converte num dos mais antigos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA rede administra 95 hotéis espalhados pelo país, e desde 2015 possui também uma franquia em Portugal. Abaixo, vemos algumas imagens do Parador Nacional de Ciudad Rodrigo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Alarcón – Castilla La Mancha

Antes de começar o post de hoje, gostaria de convidar a todos (as) que visitem e sigam minha nova página no Instagram, conta umbrasileironaespanha. Já publiquei várias fotos de minhas viagens pela Espanha, e muitas outras serão publicadas com o tempo…

No final do ano passado realizei outra excursão com meus professores de história, que continuamente organizam passeios históricos por lugares de grande interesse e beleza. Passamos o dia visitando dois pueblos da Província de Cuenca (Comunidade de Castilla La Mancha), San Clemente e Alarcón, que merecem ser conhecidos por seu rico patrimônio histórico. O primeiro a ser visitado foi Alarcón, catalogado como Conjunto Histórico-Artístico desde 1981, por sua importância e conservação, além de estar localizado num lugar privilegiado, num espécie de canyon formado pelo Rio Júcar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO território onde situa-se este pueblo de apenas 150 habitantes esteve habitado desde a pré-história, como demonstram os achados arqueológicos encontrados, como cerâmicas da cultura celtíbera. No entanto, a vila de Alarcón entra para a história durante a ocupação islâmica, no final do século VIII. Os árabes, a quem se deve o nome do povoado, que significa fortaleza, construíram um grande castelo que integrava o conjunto de fortificaçoes de Alarcón. Sua história está intimamente relacionada ao castelo e sua condição de recinto militar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO sistema defensivo desta grande fortaleza está composto por uma muralha que protegia a localidade e o castelo propriamente dito, além de outras 5 torres isoladas estrategicamente colocadas, e uma ponte.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1184, o Castelo de Alarcón foi conquistado pelas tropas do Rei Alfonso VIII, depois de 9 meses de assédio, ampliando a fortaleza e transformando-a num impressionante baluarte defensivo. O capitão do exército, Fernán  Martínez de Ceballos, como recompensa pela façanha, recebeu o privilégio de ostentar o nome da vila em seu sobrenome, passando a chamar-se Fernán Martínez de Alarcón, dando origem a esta nova linhagem senhorial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADois anos depois da conquista do castelo, os reis castelhanos outorgaram um foro próprio à vila de Alarcón. Sua importância se comprova pela grande quantidade de outras aldeias que estavam submetidas a ela, mais de 60. Em 1194, passa a ser propriedade da Ordem Militar de Santiago.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo princípio do século XIV, o Infante Don Juan Manuel recebeu do monarca Fernando IV o Senhorio de Alarcón, com o castelo incluído. Neste local, escreveu algumas de suas principais obras literárias. Um pouco depois, o Rei Pedro I retomou a vila como patrimônio real. No século XV, Alarcón foi cedida ao Primeiro Marquês de Villena, Don Juan de Pacheco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm fato crucial negativo para a história da vila e seu castelo foi o apoio dado pelo Marquês de Villeña a Juana de Beltraneja, em contra de sua tia Isabel la Católica, durante a guerra pela sucessão do trono do Reino de Castilla. Com a chegada ao trono de Isabel, paulatinamente a vila entra em decadência, e o Castelo se deteriorou, passando por um longo período de abandono. Abaixo, vemos a Torre de Homenagem, na qual o senhor recebia a vassalagem de seus servos. Era independente do resto da fortificação, e possuía um aljibe (depósito de água), dispensas variadas e um salão de armas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1966, o Castelo de Alarcón foi reabilitado como Parador Nacional, fazendo parte desta rede hoteleira que utiliza construçoes históricas para seus empreendimentos. Este fato gerou um novo impulso ao povoado, e o turismo se converteu numa atividade que revitalizou sua economia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Palácios de Cáceres – Parte 2

Neste segundo post sobre os Palácios de Cáceres, veremos outros exemplos de propriedades aristocráticas preservadas no Centro Histórico da cidade. O Palácio dos Condes de Adanero segue as pautas renascentistas existentes em muitos outros Palácios de Cáceres. Foi construído em 1596 e sua bela fachada apresenta os característicos almohadillados de influência italiana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA denominada Casa del Sol constitui um palacete gótico do século XV e reformado no século seguinte. Apresenta o escudo da família Solís, que decora a fachada, e que deu o nome à construção, além de um forte caráter militar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEdificada no século XV, a Casa de los Moraga foi muito reformada e suas dependências estão dispostas em torno a um pátio central. Atualmente é um centro de artesanato local, com venda de produtos fabricados na região. Na fachada, vemos os escudo do proprietário, Benito Moraga, e sua esposa, Marina de Carvajal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma foto antiga que mostra os artesãos locais…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Palácio de los Moctezuma é um símbolo da mestiçagem das culturas européia e americana. Construído nos séculos XIV e XV, foi reedificado no XVI pelo descendente da filha do imperador asteca Montezuma, Don Juan de Toledo y Moctezuma.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlguns palácios conservaram apenas uma parte de sua estrutura, como a Torre de Espaderos, construída entre os séculos XIV e XV, e que fazia parte de um palácio desaparecido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Casa de los Espadero-Pizarro possui uma lenda curiosa e, ao mesmo tempo, trágica. Conhecida como a Casa del Mono (casa do macaco), a tradição diz que seu proprietário, um rico burguês, não tinha filhos. Depois de retornar de uma viagem, trouxe consigo um macaco, que chegou a ter dormitório próprio, brinquedos, etc. Em uma das longas ausências do proprietário, um belo cavalheiro pediu abrigo para passar a noite, e a esposa ofereceu sua casa para acolher o desconhecido. Quando o marido regressou, sua mulher o recebeu com a grata notícia de que estava grávida. Quando nasceu o bebê, o macaco, ciumento, em um descuido da família, jogou o bebê pela janela, causando sua morte. Histórias à parte, o palácio pertence ao final do século XV, e apresenta elementos ornamentais de estilo gótico, como as três gárgulas que observamos na fachada (representam uma mulher enferma, um idoso e um jovem). Outro detalhe é o escudo pertencente ao proprietário, sustentado por dois felinos. Atualmente o palácio é uma biblioteca…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Parador Nacional de Turismo de Cáceres encontra-se sediado em dois palácios antigos. Esta rede hoteleira caracteriza-se por aproveitar edifícios históricos e sempre recomendo conhecê-los, pelo bom gosto e conforto de suas dependências. Inclui o Palácio dos Paredes-Saavedra, que combina diversos estilos, como o gótico, renascentista e o mudéjar, sendo construído entre os séculos XV e XVI. A família dos Paredes chegou a Cáceres no século XIII e chegou a possuir três propriedades na cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA outra construção que pertence ao Parador Nacional de Cáceres é o Palácio dos Marqueses de Torreorgaz, do século XIV e reformado nos séculos seguintes. Destaca por sua esbelta torre.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos a matéria com o Palácio dos Ovando-Espadero, que também possui uma bela torre, além dos escudos nobiliários na fachada…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Último Passeio por Almagro

Neste último post sobre Almagro veremos outros lugares de interesse histórico existentes na cidade, como o Antigo Convento de Santa Catalina, fundado no início do século XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADesde 1612 até mediados do século XIX, o convento foi a casa da Ordem Franciscana em Almagro. Foi edificado com severos critérios de austeridade, como podemos observar nos muros do edifício. O convento sofreu os efeitos da Desamortização de Mendizábal em 1836, e foi transformado em hospital, cuja função exerceu entre 1850 e 1878.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERACuriosamente, o local foi recuperado pelos próprios franciscanos, que decidiram fechá-lo definitivamente em 1942, devido a escassez de frades dispostos a residir num lugar com uma espartana disciplina. Atualmente, o Antigo Convento de Santa Catalina é um hotel pertencente a Rede de Paradores Nacionais da Espanha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando viajo pelo país, sempre que possível visito os Paradores Nacionais, por estarem situados em edifícios históricos e por sua decoração de bom gosto e requinte. Abaixo, vemos a cafetería, situada na antiga bodega do convento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro local que integra o patrimônio histórico-cultural de Almagro é o Convento Universidade de N.Sra do Rosário, construído pela Ordem de Calatrava como local de ensino em plena época renascentista, na primeira metade do século XVI. Com a desamortização do século XIX, o local foi fechado…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAComo toda cidade castelhana tradicional, em Almagro se realizam corridas de touros (touradas, em português) em seu coso taurino, como também são denominadas as Praças de Touros na Espanha. Construída a partir de 1845 com materiais pertencentes à Igreja de San Bartolomé, que foi derrubada justamente neste ano, é considerada uma das praças históricas do país. Sua capacidade é para 8.600 espectadores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA popularidade dos espetáculos taurinos na cidade ficou demonstrada quando entrei num bar, decorado com fotos dos toureiros mais famosos que se apresentaram na praça. Vinhos locais para serem apreciados instigaram meu apetite. Como curiosidade, uma faixa com a famosa frase “Por qué no te callas?”, pronunciada pelo Rei Juan Carlos I ao ex presidente venezuelano Hugo Chávez, durante a XVII Conferência Iberoamericana realizada em Santiago do Chile em 2007.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO motivo desta declaração do Rei Espanhol foram as constantes interrupções de Hugo Chávez no momento em que o Presidente de Governo José Luis Zapatero defendia a seu compatriota José María Aznar, acusado pelo presidente venezuelano por seu suposto apoio ao fracassado golpe de estado ocorrido na Venezuela em 2002. A frase deu a volta ao mundo e foi bem explorada comercialmente…

Hostal dos Reis Católicos – S.Compostela

No post de hoje, comentarei sobre um dos edifícios emblemáticos da Plaza del Obradoiro, a mais famosa de Santiago de Compostela, conhecido como Hostal dos Reis Católicos. Esta formidável construção originou-se quando os Reis Católicos Fernando e Isabel visitaram a cidade em 1486 e constataram a deficiência no atendimento e cuidado de doentes e também dos peregrinos que chegavam à cidade. A instituição recebeu o nome de Hospital dos Reis Católicos, sendo que o projeto da obra foi realizado por Enrique Egas, iniciando-se a construçao em 1501 e finalizando-se dez anos depois.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEnrique Egas projetou o edifício na fase final do estilo gótico, num momento de transição para a arquitetura renascentista. Realizou uma fachada como se fosse um retábulo, com uma rica ornamentação que inclui escudos reais, do antigo Reino de Castilla, e personagens religiosos como Cristo, a Virgem Maria, santos e apóstolos. Esta corrente artística, que caracteriza-se por uma profunda decoração, é conhecida como Estilo Plateresco e desenvolveu-se na Espanha a partir do final do século XV, sobretudo na arquitetura. Abaixo, vemos os medalhões dos Reis Católicos, que enaltecem o poder monárquico e contrastam com o poder religioso da catedral e o palácio arcebispal, ambos situados na praça.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO virtuosismo escultórico do projeto de Enrique Egas obrigou a utilização de uma pedra mais blanda, em vez do usual granito, que não suportou o clima instável da cidade, sendo novamente refeito no século XVI. Abaixo, vemos alguns detalhes da bela fachada do edifício.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior possui uma planta retangular com 4 pátios construídos a modo de claustros, sendo dois deles realizados no século XVI e os demais no XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs pátios receberam nomes relativos aos 4 apóstolos evangelistas (Marcos, João, Lucas e Mateus). Como elemento comum, a presença de fontes no centro de cada pátio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm um dos pátios vemos pequenas, mas curiosas esculturas, que representam de forma simbólica os vícios e pecados que os internos deveriam evitar, quando o hospital converteu-se numa hospedaria. Constituíam um verdadeiro código de conduta, cujo cumprimento era vigilado com grande severidade. Algumas delas representam o pecado da luxúria, como vemos abaixo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAUm homem atado a um grande tonel simboliza o perigo da embriaguez….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém dos pátios, é possível visitar a Capela do antigo Hospital, construída no estilo gótico

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos o portão que separa a capela (reja, em espanhol), uma belíssima obra do século XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, um detalhe do teto da capela….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1954, o lugar converteu-se num dos estabelecimentos que integram a Rede de Paradores Nacionais da Espanha, uma rede hoteleira que se caracteriza por sua presença em edifícios históricos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo lembrança dos séculos de hospitalidade, ainda hoje se mantêm o costume de fornecer café da manhã, comida e jantar aos primeiros peregrinos que chegam ao local diariamente…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Monastério de San Esteban – Parte 2

No segundo post sobre o Monastério de San Esteban veremos a igreja conventual, cuja fachada forma um ângulo reto com a entrada do monastério.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar de ser uma das partes mais antigas de todo o monastério, pois a igreja começou a ser construída em 1184, seguindo o estilo românico, a fachada atual se deve às reformas realizadas entre os séculos XVI e XVIII, momento em que foram colocadas as duas torres.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte superior da fachada foi colocada uma imagem de San Esteban, titular da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERABem em frente à fachada da igreja situa-se um curioso cemitério (algo inusual, pois normalmente localizam-se na parte traseira), que ainda funciona…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior do templo possui uma planta basilical com três naves, como podemos ver abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja está presidida pelo belo retábulo maior, que vemos na foto acima e também a seguir, no detalhe.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutros interessantes retábulos adornam o interior da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANeste outro retábulo vemos a imagem do Apóstolo Santiago como peregrino….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma das grandes obras de arte conservadas na igreja é este raro retábulo feito de pedra, de formato pentagonal e inserido no estilo românico. Pertencente ao início do século XIII, nele se representa a Jesus Cristo e os 12 apóstolos. Provavelmente fazia parte de uma porta românica, destruída devido às reformas realizadas no exterior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANum dos muros internos da igreja vemos a representação de São Pedro, com as chaves do céu…

OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois do monastério ter sido abandonado no século XIX, a igreja conventual passou a funcionar como paróquia, função que exerce até os dias de hoje. Como foi dito na matéria anterior, atualmente o Monastério de San Esteban faz parte da Rede Nacional dos Paradores de Turismo, cujo primeiro hotel foi inaugurado em 1928, como certifica a placa colocada em sua fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo o post com algumas imagens das dependências do hotel…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA