Palácio de Buenavista – Madrid

Um dos mais antigos e importantes de Madrid, o Palácio de Buenavista ergue-se soberano na Calle de Alcalá. Ao longo de sua longa história, foi habitado tanto pelos monarcas, quanto pela nobreza. Já estava construído na época de Felipe II (séc. XVI), sendo utilizado pelo rei durante o período de reformas do antigo Alcázar.

DSC09415 O Palácio de Buenavista está situado num terreno elevado, com amplas vistas à Praça de Cibeles e ao Paseo del Prado, daí seu nome. Abaixo, vemos uma foto panorâmica da praça, com os jardins do palácio no lado direito da imagem. À esquerda, o Banco de España e o início do Paseo del Prado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa sequência, uma foto da famosa Fonte de Cibeles, também com os jardins do palácio de fundo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois de ter sido a residência temporária de Felipe III (filho de Felipe II), no séc. XVII o palácio  pasou a ser propriedade da nobreza.

DSC09423No séc. XVIII, novamente a corte adquire o imóvel, quando a esposa de Felipe V, Isabel de Farnésio, compra o palácio em 1759 e o transforma num verdadeiro museu, com uma grande coleçao de obras de arte adquirida em sua vida. Abaixo, vemos um quadro realizado em 1836 por José María Avrial y Flores, intitulado “Vistas de Cibeles e o Palácio de Buenavista”.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom o falecimento de Isabel de Farnésio, o edifício passa a ser propriedade da Casa de Alba, que derruba o palácio e constrói um novo, no estilo neoclássico. A partir de 1816, torna-se sede do Real Museu de Artilharia e depois, do Ministério da Guerra. O palácio é  entao ampliado para exercer suas novas funçoes militares.

DSC09425Na fachada do palácio vemos as estátuas de dois heróis do país, Rodrigo Díaz de Vivar, mais conhecido como El Cid Campeador (1043/1099) e Gonzalo Fernández de Cordoba, um militar a serviço dos Reis Católicos que obteve várias vitórias militares na Itália, passando à história com o título de El Gran Capitán (1453/1515).

DSC09418DSC09419Abaixo, uma foto de princípios do séc. XX do Palácio de Buenavista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o palácio é a sede do Quartel Geral do Exército, e os jardins podem ser visitados, quando é utilizado como local de exposiçoes.

DSC09432

Palácios de Madrid – Parte 3

Existem alguns exemplos de Palácios em Madrid que, apesar de serem assim chamados, e possuirem um aspecto palaciego, sempre foram casas residenciais. Este é o caso do Palácio del Cordón (Palácio do Cordao, em português).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFoi assim denominado porque está situado na Plaza del Cordón, onde antes se encontrava o Palácio do Conde de Puñorostro, no qual havia sido esculpido um cordao franciscano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe estilo barroco, o Palácio del Cordón continua sendo um edifício residencial. Abaixo, vemos uma foto da entrada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuase em frente a ele situa-se o Palácio Arçobispal de Madrid. O palácio é bem antigo, e recebeu até membros da família real, como o Cardeal Infante Luis de Burbón, filho menor do rei Felipe V e Isabel de Farnésio. Para tanto, reformou o palácio entre 1735 e 1750.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA partir de 1885, com a criaçao da Diocese de Madrid, o palácio passou a ser a residência oficial dos arçobispos e cardeais da cidade. Este palácio é um típico exemplo da simplicidade do barroco madrilenho, uma característica de sua primeira fase.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFuncionou também como Arquivo de casamentos. Por isso, existe um dito em Madrid que é uma referência a esta funçao e à localizaçao de uma das fachadas do palácio, na Calle Pasa:

“El que no pasa por la Calle de la Pasa no se casa…”

Outro palácio conhecido no centro de Madrid é o Palácio do Príncipe de Anglona, localizado na rua homônima.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASeu nome originou-se de um dos proprietários do palácio, Pedro de Alcantara Téllez-Girón y Pimentel, que recebeu o título de Príncipe de Anglona. Com a Guerra Civil Espanhola, os proprietários da época abandonaram o palácio, passando a ser utilizado como prisao. O edifício entrou num processo de crescente deterioraçao, e quase foi derrubado. Atualmente, é usado como local residencial e comercial. Da rua onde se situa, temos uma belíssima panorâmica da torre mudéjar da Igreja de San Pedro El Viejo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO palácio possui um belo jardim, construído no séc. XVIII, e que é aberto ao público. Um verdadeiro remanso de paz bem no centro da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos com um belo palácio situado no Bairro de Chamberí, mas que nao encontrei informaçoes a respeito. Apesar disso, a beleza de suas linhas e detalhes da fachada faz com que mereça ser visto…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Calle Mayor – Madrid

Uma das ruas mais populares e transitadas de Madrid, a Calle Mayor é o elo de ligação entre a Porta do Sol com a Catedral de Almudena e o Palácio Real.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASendo uma das ruas mais antigas da capital, sua história é um espelho da própria história de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo princípio denominava-se Calle Almudena em seu primeiro trecho, Calle de las Platerías no segundo, e somente recebia o nome de Calle Mayor em sua parte final.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Calle Mayor, por sua localização, sempre foi um passo obrigatório para as comitivas reais, tanto do período dos Áustrias (dinastia dos Habsburgos), quanto dos reis da dinastia francesa dos Bourbones. Foi escolhida, também, como local de residência de ilustres personagens da vida cultural, como os dramaturgos Lope de Vega e Calderón de la Barca, que viveu no edifício abaixo, como indica a inscrição na fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANela se fixavam a classe comerciante, estando agrupadas segundo o ramo de atividade. A maior parte das ruas que atravessam a Calle Mayor recebem o nome dos grêmios existentes na época, como Calle de los Bordadores, por exemplo. Atualmente, está abarrotada de lojas de souvenirs, que vendem todos os objetos imagináveis relacionados à cidade e ao país.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAMesmo hoje em dia, é possível visitar inúmeros estabelecimentos comerciais de caráter histórico, situados em seu perímetro. A Livraria Madrid, por ex., está dedicada ao comércio e publicação de obras relacionadas somente à história da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA pastelaria El Riojano foi fundada pelo pasteleiro pessoal da rainha Maria Cristina em 1855. Chamava-se Dámaso Maza, e veio a Madrid procedente de sua terra natal, a Rioja. O local apresenta a típica fachada comercial do séc. XIX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior conserva em grande parte seu aspecto original.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA prefeitura de Madrid homenageia todos os estabelecimentos comerciais com mais de 100 anos com uma placa colocada no chão, em frente ao mesmo, pelos serviços prestados a comunidade, como é o caso do El Riojano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACuriosa é a história da Farmácia Reina Madre. Considerada a mais antiga de Madrid, foi fundada em 1576, e sua primeira atividade estava vinculada à alquimia. Seu nome se explica porque nela compravam seus medicamentos a rainha regente Maria Cristina, no séc. XIX, assim como a rainha Isabel de Farnesio, esposa de Felipe V. A tradição diz que ambas evitavam os serviços da Famácia Real existente no palácio devido ao temor de serem envenenadas. No interior, que conserva a decoração original realizada em 1914, conservam-se mais de 300 objetos de cerâmica e cristal, com seu conteúdo de remédios dentro, dos séc. XVI e XVII. A funcionária da farmácia me contou que ainda existe o túnel secreto que a ligava com o Palácio Real. Infelizmente, as fotos não estão permitidas em seu interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm frente à porta de entrada vemos sua placa comemorativa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe vida mais recente, encontramos uma rede de restaurantes especializada em servir jamón e derivados, conhecida como Museo del Jamón.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACriado há mais de 20 anos por um senhor procedente de Extremadura, destaca-se por seus preços econômicos. Com somente 2 euros, se pode tomar uma cerveja e comer um delicioso bocadillo. No andar superior de belo edifício onde se encontra, existe também o restaurante, onde podemos comer mais tranquilamente, pois o local costuma estar sempre lotado de gente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA