Catedral de Ourense

Principal monumento da cidade de Ourense, a catedral se ergue no coração de seu centro histórico. Poder conhecê-la, tanto em sua parte exterior, quanto seu belo interior, foi uma grata surpresa devido aos maravilhosos espaços que a constituem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAÉ considerada o edifício medieval mais importante de toda a Galícia, depois da Catedral de Santiago de Compostela. De fato, mereceu o título de Monumento Histórico-Artístico que recebeu em 1931. Várias outras construções existiram no mesmo local, depois que Ourense tornou-se sede episcopal em sua etapa visigoda (século VI). A catedral atual começou a ser edificada na segunda metade do século XII, sendo finalizada no século seguinte, inserindo-se dentro da fase final do Estilo Românico. No entanto, o aspecto que vemos atualmente é o resultado de 8 séculos de reformas realizadas no conjunto do templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Catedral de Ourense foi dedicada a San Martín de Tours, que tornou-se o padroeiro da cidade já na época do Rei Suevo Carriarico, no século VI. Este monarca foi o introdutor do culto deste santo francês na Galícia, depois que a ele foi atribuída a cura milagrosa de seu filho, que padecia de uma doença comum naqueles tempos, a lepra. Em sinal de agradecimento, nomeou o santo como padroeiro de Ourense. Sua representação mais comum, montado num cavalo e entregando sua capa a um pobre mendigo, pode ser vista em vários lugares da catedral, desde os vitrais que a compõem, quanto na parte escultórica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo exterior da catedral, o grande destaque fica por conta de suas 3 portas de acesso, maravilhosamente esculpidas, com uma notória influência do chamado Mestre Mateo, e seu trabalho inigualável do Pórtico da Glória da Catedral Compostelana, considerado uma das obras máximas da Arte Universal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos outra das portas da catedral, com especial ênfase nas esculturas que a adornam.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo tímpano observamos a representação da piedade com São João Evangelista e Madalena. Sobre ela, uma cruz com a coroa de espinhos. No lado esquerdo, San Martín entregando a capa e no direito, vemos a figura de Santiago como peregrino, segurando um bastão.OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, detalhes de sua rica decoração escultórica, tanto nas arquivoltas, quanto nos capitéis.OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XV, a catedral sofreu ataques durante uma guerra travada entre nobres e algumas de suas partes tiveram que ser reconstruídas ou mesmo incorporadas a partir do século XVI, caso do belíssimo cimbório que remata a estrutura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERARealizado em 1500 por Rodrigo de Badajoz, possui uma grande importância histórica, pois está incluído entre os três existentes no país desta época.Em sua parte externa, podemos observar seu formato octogonal. Abaixo, vemos seu aspecto interior e a excepcional bôveda estrelhada de 8 pontas que cobre a estrutura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir vemos a torre do relógio, de formato quadrado e também erguida no século XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, alguns detalhes construtivos da catedral, como uma de suas rosetas e as janelas que iluminam o interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, faremos uma visita ao interior da Catedral de Ourense, que me deixou literalmente de boca aberta…