El Capricho de Gaudí: Parte 2

Nesta matéria que encerra os posts sobre Comillas, veremos o interior da Vila de Quijano,ou se vocês preferirem, El Capricho de Gaudí. Seu proprietário, Máximo Díaz de Quijano, pouco pôde aproveitar de sua excepcional residência, pois faleceu com apenas 47 anos. A casa foi concluída em 1885, poucos meses antes de seu falecimento. Abaixo, vemos uma das poucas imagens existentes deste rico advogado, home culto, solteiro e amante da música (retrato realizado em data desconhecida).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA casa foi projetada por Gaudí em função de seus conhecimentos de geometria espacial, destinado a facilitar os processos construtivos e inspirada nas formas da natureza. A residência foi concebida para que a finalidade de cada estância estivesse de acordo com o movimento do sol. Abaixo, vemos o vestíbulo da casa…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAGaudí dividiu os espaços da casa em setores públicos e privados, tendo como eixo central um invernadeiro (uma pequena estufa), para que Díaz de Quijano pudesse desenvolver uma de suas paixões, a botânica. De fato, o proprietário tinha a intenção de cultivar plantas exóticas no local. Feito de madeira e cristal, tinha também a finalidade de regulador térmico para as demais dependências da casa, ao irradiar nas horas noturnas todo o calor acumulado durante o dia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois da morte do proprietário, o invernadeiro foi demolido pela outra família que adquiriu o imóvel para que se construísse outro quarto, já que no projeto de Gaudí constava de apenas um, pois Díaz de Quijano era solteiro. Em 1992, o invernadeiro foi reconstruído pelo arquiteto Luís de Castillo. Abaixo, vemos o detalhe de uma chaminé, situada na sala comedor.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJunto ao comedor, Gaudí construiu um espaço com a função de fumador, de clara influência árabe.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAGaudí colocou as estâncias mais íntimas da casa sobre a fachada principal. Um corredor comunica as diversas dependências da casa…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO dormitório conforma a maior dependência da casa e foi situado na ala oposta à entrada, garantindo maior privacidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO arquiteto concedeu uma grande importância à decoração dos tetos dos diversos espaços da construção.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos o salão principal…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro aspecto importante da ornamentação proposta por Gaudí constituem os vitrais, como os que foram colocados no banheiro, cujos motivos representam a música e a jardinagem, as duas principais áreas de interesse de Díaz de Quijano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAGaudí projetou também alguns móveis para a casa, como estes que vemos a seguir, situados na parte superior da residência…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste espaço foi construído com uma curiosa estrutura de madeira, e também cumpre a finalidade de regulador térmico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma foto do terraço superior…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO terreno da Vila Quijano possui cerca de 2500 metros quadrados, suficiente para que Antoni Gaudí pudesse materializar toda sua criatividade e originalidade únicas. O famoso arquiteto foi homenageado pela prefeitura de Comillas, que concedeu seu nome a uma importante rua da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios