Um Passeio por Ciudad Real – Parte 2

Continuando nosso passeio por Ciudad Real, hoje veremos alguns monumentos dedicados a personagens ilustres da Espanha, que foram homenageados com estátuas pelas ruas e praças da cidade, como o monarca Juan II de Castilla (1405/1454), que concedeu o título de cidade a anteriormente denominada Villa Real.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 2015 se comemorou o quinto centenário do nascimento de Santa Teresa de Ávila, Doutora da Igreja Católica e reformadora da Ordem das Carmelitas. Abaixo, vemos uma estátua da Virgem do Carmen, colocada em frente ao Convento das Carmelitas Descalças, construído no século XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEnquanto Santa Teresa de Jesus se encarregou de fundar diversos conventos femininos para a Ordem das Carmelitas Descalças, seu companheiro San Juan de Ávila realizou o mesmo para os conventos masculinos. A seguir vemos um monumento em sua memória.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Ordem das Mercedárias também fundou um convento em Ciudad Real, no século XVII. Abaixo, vemos sua igreja do século XVIII, presidida por uma imagem da Imaculada, junto ao escudo da ordem e da família fundadora da instituição. Depois da Desamortização de Mendizábal, transformou-se num instituto educacional e atualmente foi convertido num centro de exposições.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo lado da catedral situa-se a casa mais antiga conservada na cidade, do século XV. Nela nasceu em 1451 Hernán Pérez de Pulgar, capitão geral e historiador que prestou serviços aos Reis Católicos. Hoje em dia funciona como o Museu López Villaseñor, dedicado a este pintor considerado um dos maiores expoentes da Pintura Espanhola da segunda metade do século XIX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACiudad Real conta com um dos maiores porcentagens de área verde por habitante do país. Uma das mais populares e histórica é o Jardim de Gasset, inaugurado em 1915.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO grande  destaque do parque é a Fonte Talaverana, ricamente decorada com cerâmicas de Talavera de la Reina (Comunidade de Castilla La Mancha), um dos mais tradicionais centros produtores de cerâmica do país. Para compreender a importância da cerâmica talaverana, vejam a matéria publicada sobre ela em 4/10/2013.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs bancos também foram ornamentados com belos painéis de azulejos, que retratam cenas da famosa novela de Cervantes

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste parque, com cerca de 90 mil metros quadrados, é o mais antigo da cidade, e seu nome é uma referência a Rafael Gasset Chinchilla, que foi deputado por Ciudad Real. Um de seus maiores méritos foi trazer água para seus habitantes, e por este motivo recebeu uma justa homenagem com uma escultura realizada em 1933.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAinda tive tempo de ver a Praça de Touros da cidade, inaugurada em 1843. Com capacidade para quase 8 mil espectadores, seu projeto se deve ao  arquiteto Manuel Gómez, e foi várias vezes reformada. O destaque fica por conta de sua porta principal, composta por Arcos de Ferradura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Igreja do Carmen – Antequera

O séc. XVII representou um período difícil para Antequera, com catástrofes e epidemias que ocasionaram uma grande perda populacional. No entanto, a cidade ganhou alguns de seus monumentos mais representativos, como a Igreja do Carmen, um lugar de visita obrigatória num passeio por esta cidade andaluza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja localiza-se num ponto elevado, com magníficas vistas do entorno.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo é a única parte sobrevivente do antigo Convento das Carmelitas Descalças, edificado a partir de 1585 e finalizado em 1633. Em 1833, devido seu péssimo estado de conservação, o convento foi demolido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua simplicidade exterior, na qual destaca a portada de Ordem Toscana, foi realizada em 1609 e não anuncia a exuberância decorativa do interior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe fato, quando entramos para conhecer a igreja, não podemos imaginar as maravilhas que se encontram dentro de sua ampla nave, consideradas obras primas do Barroco na Andalucía.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte lateral da nave existem várias capelas belíssimas, com uma preciosa decoração.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPorém, o que realmente tornou famosa esta igreja é a excepcionalidade da Capela Maior, e seu impressionante retábulo talhado em madeira de pino vermelho, uma obra espetacular.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste retábulo está composto por 52 esculturas de madeira policromada que representam uma magistral exaltação barroca da Ordem Carmelita e uma peça singular da Arte Andaluza. Executado em torno a 1747 por Antonio Primo de la Rosa, as esculturas são de autoria de José de Medina e Diego Márquez y Vega. O centro do retábulo está presidido pela imagem da Virgem do Carmen, realizada por José de Medina.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA parte superior da Capela Maior foi pintada no estilo maneirista com elementos decorativos feitos de gesso.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO teto da nave central foi coberto por um incrível artesanato mudéjar, realizado em 1614.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte superior dos muros, vários quadros embelezam ainda mais a igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos quadros mais importantes, anônimo do séc. XVII, representa o episódio do Antigo Testamento conhecido como a Escada de Jacó, em que o próprio descansa numa pedra e sonha com uma escada, pela qual sobem e descem anjos. A escada indica os passos que a alma deve seguir para atingir uma união perfeita com Deus. Cada degrau corresponde a uma sucessão de estados espirituais. Ao final da escada, aparece a Santíssima Trindade e a Virgem Maria, que serve de intermediária entre Deus e os seres humanos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos mostrando alguns belos detalhes deste templo que merece ser mais conhecido e valorizado, pois acolhe obras verdadeiramente excepcionais do Barroco Espanhol

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA