Igrejas de Baeza – Parte 2

No post de hoje, daremos continuidade às mais belas e importantes igrejas e conventos de Baeza. Algumas delas nao resistiram a passagem dos séculos e atualmente apresentam-se num estado de ruínas, como a Igreja de San Juan Bautista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConstruída no séc. XIII, esta igreja era considerada a mais importante da cidade, erguida no estilo românico. Prova disso era seu grande tamanho, constituída por 3 naves e o mesmo número de ábsides.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo lado das ruínas, podemos observar o antigo Palácio dos Bispos, hoje em dia sede do Instituto da Mulher.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADepois da reconquista crista realizada por Fernando III, Baeza passou a ter 12 templos, dos quais apenas a Igreja de Santa Cruz permaneceu mais ou menos intacta até os dias atuais. Sua construçao, de extrema simplicidade, é um belo exemplo da arquitetura românica na cidade. A fachada principal foi transformada no séc. XX, quando sua portada foi substituída pela da Igreja de San Juan Bautista, que vimos acima.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro monumento religioso de relevância em Baeza é o Convento de San Francisco, uma das obras primas de Andrés de Vandelvira e considerada um dos melhores exemplos do Renascimento da Andalucía.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Ordem Franciscana chegou à cidade em 1227, e este foi o terceiro assentamento da instituiçao, depois que os outros dois foram destruídos. O edifício começou a ser construído em 1538 e finalizou-se apenas em 1628 pelos seguidores de Andrés de Vandelvira, como uma capela funerária para Diego Valencia de Benavides e sua esposa Leonor de Guzmán y Mendoza. Na fachada vemos um belo relevo que representa a Sao Francisco na Porciúncula, no exato momento em que recebe os estigmas de Cristo e inicia sua vida religiosa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo lado do relevo, estao esculpidos os escudos dos fundadores e em sua parte superior, um medalhao com a Virgem. No começo do séc. XIX, um movimento sísmico fez com que a bôveda ficasse num estado lamentável, tendo que ser desmontada para sua reparaçao. Porém, esta nunca chegou a realizar-se, devido à invasao das tropas francesas, que saquearam o templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de la Concepción é um templo intimamente relacionado com um primitivo hospital para doenças nao contagiosas, que funcionou desde 1529 até 1940. Sua portada foi realizada em 1625, e nela vemos um relevo com a Imaculada rodeada pelo sol e a lua, e franqueada pelos escudos do Bispo Moscoso Sandoval, patrocinador da obra (E), e da cidade de Baeza (D).

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo Retábulo Maior da igreja, vemos uma imagem da Virgem do Carmo no centro e a Santa Teresa de Jesus (E) e San Juan de la Cruz (D) nas laterais. Na parte superior, figuras femininas representam as denominadas virtudes teológicas: fé, caridade e esperança.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Igreja de San José – Parte 2

O interior da Igreja de San José possui uma planta de cruz latina com 3 naves, a central e duas laterais. Vimos no post anterior que as naves laterais acolhem numerosas capelas. Abaixo, vemos uma imagem geral do interior do templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de San José é riquíssima em obras de arte. Abaixo, vemos o famoso Cristo do Desamparo, obra do escultor barroco Alonso de Mena (1587/1646), que o esculpiu em 1631.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos mais destacados artistas do Barroco Espanhol, Luis Salvador Carmona (1708/1767), foi o responsável pela imagem de San José.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Retábulo Maior foi executado em 1832, e está presidido por uma escultura da Virgem do Carmo realizada por Roberto Michel no séc. XVIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADentre as diversas capelas existentes, a que está dedicada a Santa Teresa é a mais importante. Constitui, por si só, uma pequena igreja, com inúmeras obras de alto valor artístico. Pertence ao séc. XVIII, e possui uma planta de cruz grega.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs pinturas das bôvedas e da cúpula da capela foram realizadas por Luis González Velázquez (1715/1763), autor de numerosas obras pelos templos de Madrid. Abaixo, vemos o altar dedicado a Santa Teresa, cuja imagem também foi talhada por Luis Salvador Carmona.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA ambos lados da imagem de Santa Teresa, vemos as esculturas de San Elías e San Eliseo, fundadores do Carmelo (séc. XVII). Observamos, também, duas pinturas relacionadas a episódios da vida da santa. A seguir, vemos uma delas, que representa a Santa Teresa em sua condiçao de Doutora da Igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa sequência, vemos a cúpula.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma das partes laterais da capela está decorada com um magnífico retábulo neoclássico do séc. XVIII. Dita obra foi executada por Juan Pascual de Mena, filho de Alonso de Mena, que se destacou no mundo artístico ainda mais que seu pai. No centro, vemos uma escultura de San Eloy.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, vemos mais uma imagem das belas pinturas que adornam o espaço da capela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Capela de Santa Teresa encontra-se em um excelente estado de conservaçao, algo que nao podemos dizer em relaçao à nave central, principalmente nas bôvedas. O progressivo escurecimento das pinturas que a  decoram tornam difícil sua leitura e apreciaçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos a matéria comentando que o dramaturgo Lope de Vega (um dos principais nomes do Século de Ouro da culltura espanhola) se ordenou padre nesta igreja, e que nela pronunciou sua primeira missa.