Palácio das Artes Reina Sofía – Valência

O complexo da Cidade das Artes e das Ciências de Valência é considerado uma das grandes façanhas da Arquitetura Contemporânea realizada no final do século XX e início do XXI na Espanha. Seus arrojados projetos construtivos contribuiram de maneira decisiva para a revitalização cultural que se produziu na cidade a partir de sua inauguração, gerando milhares de novos empregos e um grande desenvolvimento econômico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACada edifício que compõem o conjunto é uma obra de arte arquitetônica, que maravilham as milhares de pessoas que o visitam diariamente graças à complexidade de sua estrutura. Dentre todos os edifícios, o Palácio de Artes Reina Sofía é o que mais impressiona por sua forma e beleza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFoi projetado pelo renomado arquiteto valenciano Santiago Calatrava e inaugurado em 2005.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA20181003_165444O Palácio de Artes Reina Sofía é também conhecido como o Teatro da Ópera de Valência e sede da Orquestra da Comunidade Valenciana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAUma extensa programaçao cultural é realizada anualmente no Palácio, com espetáculos teatrais, ballet, concertos de música clássica, etc. Em caso de que não seja possível presenciar algumas destas atividades, o visitante poderá admirar seus detalhes arquitetônicos através de visitas guiadas que se relizam pelo interior.

20181004_11141720181004_112332Possui 4 grandes salas, sendo a principal dedicada a Ópera e a Música Clássica. O Auditório, com capacidade para 1500 espectadores, realiza também comícios e reuniões políticas.

20181004_113931Abaixo, vemos um detalhe decorativo do Auditório…

20181004_113737Uma bela escada de formato helicoidal permite o acesso aos andares superiores do edifício…

20181004_112339Na parte mais elevada da estrutura se construiu uma área ajardinada com amplas vistas desta zona da cidade.

20181004_11364820181004_113523Um dos principais materiais decorativos de todo o complexo da Cidade das Artes e das Ciências é a cerâmica, que embeleza cada detalhe componente dos edifícios.

20181004_113618Finalizo a matéria com outras fotos do Palácio das Artes Reina Sofía

20181004_11315920181004_101746

Anúncios

Museu Oceanográfico – Valência

Depois de conhecer a maravilhosa Província de Burgos, eu e meu irmão Marcelo decidimos visitar Valência, uma cidade que já havia estado antes, mas que meu irmão não conhecia. A terceira maior cidade da Espanha foi o tema de uma grande série de posts publicados entre 24/3 e 12/5/2017. Desta vez, aproveitei para conhecer lugares novos, como o Museu Oceanográfico, que faz parte do espetacular complexo da Cidade das Artes e das Ciências (posts publicados em 8/5 e 9/5/2017).

20181003_154935Este impressionante complexo cultural produziu uma grande revitalização urbana, e conhecê-lo é obrigatório numa viagem a Valência. Das duas vezes que lá estive, contemplei sua espetacular arquitetura desde o exterior, mas desta vez tivemos a oportunidade de realizar visitas guiadas pelos edifícios que o integram. O Museu Oceanográfico, por exemplo, foi projetado pelos arquitetos Félix Candela e José María Tomás Llavador, constituindo um excelente passeio para todas as idades.

20181003_135904Inaugurado em 2003, o Museu Oceanográfico de Valência é considerado um dos melhores da Europa, com cerca de 110 mil metros quadrados de área construída.

20181003_132058Está composto por várias construções que representam diversos ecossistemas marinhos, como o Mar Mediterrâneo, mares e oceanos tropicais, ambientes frios como o Ártico, etc.

20181003_13472520181003_135542Mais de 40 mil animais, de 500 espécies diferentes, vivem no maior aquário da Europa. Entre outros, podemos observar tubarões, morsas, baleias beluga, etc, etc.

20181003_13542920181003_132722A sensação de percorrer os túneis existentes no aquário é maravilhosa, pois uma infinidade de peixes, mamíferos e invertebrados nos rodeiam inteiramente…

20181003_153711A água salgada do aquário é bombeada diretamente da Praia de Malvarrosa, uma das mais frequentadas e famosas da cidade.

20181003_143121Várias espécies de aves também podem ser observadas no museu….

20181003_133829O local possui um curioso restaurante submarino, com um aquário circular que o envolve…

20181003_14273920181003_142626O Museu Oceanográfico conta também com um delfinário, com apresentações destes inteligentes animais, os golfinhos…

20181003_14041720181003_140749Como atração opcional, existe a possibilidade de presenciar projeções de Cinema 4D…

20181003_141355Finalizo a matéria com outras fotos do Museu Oceanográfico de Valência. A entrada para adultos custa 30 euros e sua visita é mais que recomendável…

20181003_16325920181003_132445

Paseo de la Isla – Burgos

Burgos é uma cidade de tamanho médio, com cerca de 180 mil habitantes. Conta com um extenso patrimônio histórico e uma Catedral Gótica que foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Sua zona urbana possui uma interessantíssima área verde chamada Paseo de la Isla, que situa-se paralela ao Rio Arlanzón, que atravessa a cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASeu nome se deve às pequenas ilhas situadas no rio. Antigamente, às margens do curso fluvial, os comerciantes que trabalhavam com a lã, produto histórico que propiciou o desenvolvimento da cidade, tinham seus lavadeiros. O desaparecimento desta atividade permitiu o ajardinamento da zona, que passou a constituir o Paseo de la Isla.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConsiderado um verdadeiro Jardim Botânico, possui cerca de 100 espécies diferentes de árvores, a maioria delas de procedência exótica. Está localizado fora das antigas muralhas medievais, pois no interior do recinto defensivo era impossível a existência de uma extensa área verde como esta.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo final do século XIX, o Paseo de la Isla adquiriu características românticas, e diversos monumentos históricos foram trazidos para embelezar o jardim, como um arco renascentista, que vemos na foto acima e abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPodemos apreciar uma pia batismal procedente da desaparecida Igreja de San Martín

OLYMPUS DIGITAL CAMERAVárias fontes ornamentais decoram o local, como podemos ver a seguir…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos um detalhe da fonte que vemos acima…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo final do século XIX se construiu uma pequena mas bela cascata…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEstátuas de personagens históricos também podem ser vistas, além de exemplos da interessante arquitetura dos edifícios situados junto ao paseo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Arco de Santa Maria – Burgos

Burgos é uma cidade monumental com uma grande quantidade de locais históricos para se conhecer. Um de seus monumentos mais emblemáticos é o denominado Arco de Santa Maria, a porta de entrada mais importante da antiga muralha medieval.

20150725_174931Esta belíssima estrutura comunica a Ponte de Santa Maria, situada sobre o Rio Arlanzón, que atravessa a cidade, com a Plaza del Rey San Fernando, local onde se ergue sua maravilhosa catedral gótica. Foi construído a partir dos séculos XIV, mas entre 1536 e 1553 foi reformada para receber o Imperador Carlos V em sua visita pela cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA reforma do Arco de Santa Maria foi realizada pelos arquitetos Juan de Vallejo e Francisco de Colonia, que conceberam um grande arco triunfal, distribuído como se fosse um retábulo feito de pedra. Finalizou-se com a incorporação de várias estátuas, realizadas pelo escultor Ochoa de Arteaga, que representam personagens de relevância do antigo Reino de Castilla, da própria cidade de Burgos e da Espanha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO arco está presidido pela Virgem de Santa Maria, padroeira da cidade. Entre os personagens representados, destacam o herói castelhano El Cid, que viveu na cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAE o Imperador Carlos V

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a fachada posterior do arco, construída no século XIV…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Arco de Santa Maria foi a sede da Prefeitura da cidade até a construção da atual Casa Consistorial, erguida no século XVIII e situada na Plaza Mayor de Burgos. O mais interessante é que podemos visitar seu interior. Uma escada de origem medieval nos conduz à sala principal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a sala principal, formada por dois níveis…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO espaço está coberto com uma grande estrutura de vidro e decorada com o Escudo da cidade de Burgos

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro elemento decorativo de interesse é uma pintura mural realizada em 1971 pelo pintor José Vela Zanetti, nascido na cidade, e dedicada ao Conde Fernán González e a Independência do antigo Reino de Castilla.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre 1878 e 1955, o Arco de Santa Maria foi a sede do Museu Arqueológico da Província de Burgos. A seguir, vemos a Sala de la Poridad, de formato octogonal, onde eram realizadas as reuniões do Conselho de Burgos até 1780.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASeus muros foram decorados com pinturas murais datadas do século XVI, que representam, entre outros, ao Imperador Carlos V e seu filho, Felipe II.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA sala está coberta por um belo artesanato de estilo mudéjar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre os diversos objetos históricos que conserva, destacam, entre outros, uma cadeira onde se sentavam os juízes de Castilla para impor a justiça…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAE um osso de El Cid Campeador….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAcolhe também um Museu de Farmácia, com uma interessante coleção de recipientes de cerâmica dos séculos XVII ao XIX, procedente do desaparecido Hospital de San Juan, considerada uma das mais importantes do país.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1943, o Arco de Santa Maria foi devidamente protegido por sua relevância histórica, ao ser declarado Monumento Histórico-Artístico Nacional. Atualmente, também é utilizado como Centro Cultural, onde se organizam diversas exposições temporárias.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Hospital del Rey – Burgos

Nossa viagem por Castilla y León iniciou e finalizou-se em Burgos, capital da província homônima, e uma das cidades mais importantes do norte da Espanha. Estivemos dois dias na cidade, alugamos um carro para percorrer a Comarca de Las Merindades, e a ela retornamos para tomar um ônibus a Madrid.  Burgos foi o tema de uma série de várias matérias publicadas entre 28/9/2015 e 1/11/2015, quando publiquei posts relativos aos monumentos históricos mais importantes da cidade castelhana. Desta vez, pude mostrar a cidade a meu irmão Marcelo, e ainda conhecer lugares que não conhecia.

20150725_201436Burgos é uma das cidades fundamentais do Caminho Francês, o mais popular e famoso dos Caminhos que levam à Santiago de Compostela. Na Idade Média, o fluxo de peregrinos era intenso, de forma que foi necessária a construção de centros assistenciais para auxiliar àqueles que realizavam o caminho. Um dos mais importantes de toda a rota jacobea, o Hospital del Rey encontra-se na saída da cidade…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste hospital foi fundado pelo Rei Alfonso VIII de Castilla e por sua esposa Leonor no ano de 1195. Sua construção reflete a importância de Burgos na Idade Média, e desde sua fundação até o século passado esteve governado pelo Real Monastério de las Huelgas, situado próximo ao hospital (sobre este importante  monastério, ver a matéria publicada em 27/10/2015). Abaixo, vemos uma foto do monastério…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAntes de entrar no hospital, se construiu uma Ermita, dedicado a Santo Amaro, e um cemitério, onde os peregrinos  falecidos eram enterrados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a Porta de los Romeros, a principal porta de entrada ao Hospital del Rey. Ao longo do tempo, o hospital foi reformado, e esta bela porta foi construída já no século XVI no estilo renascentista por Juan de Salas. A seguir, vemos duas fotos, de sua parte externa e também desde o interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XV, o Hospital del Rey chegou a contar com 87 leitos, um número considerável para a época. Sua excelente estrutura fez com que fosse considerado o melhor centro assistencial de todo o Caminho de Santiago. A igreja atual é barroca e data do século XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA Se conservam, no entanto, elementos construtivos de época anterior, como este arco ojival…

OLYMPUS DIGITAL CAMERADurante a Guerra Civil Espanhola do século XX (1936/1939), o Hospital del Rey foi utilizado pelo bando nacionalista como hospital das tropas marroquinas que integravam o exército de Franco. Se construiu, inclusive, uma mesquita, que infelizmente não se conservou.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o antigo hospital foi convertido na sede da Universidade de Burgos, onde se situa o Reitorado, uma Biblioteca e a Faculdade de Direito.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFelizmente, sua parte histórica está protegida desde 1931, quando o Hospital del Rey foi declarado monumento histórico em 1931, na categoria de Bem de Interesse Cultural (BIC).

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O Castelo de Medina del Pomar

O principal monumento de Medina del Pomar é seu robusto Castelo, que impressiona por suas dimensões e aspecto maciço.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFoi construído a partir de 1370 por Pedro Fernández de Velasco, que tornou-se o senhor de Medina del Pomar durante o reinado de Enrique II. Composto por duas grandes torres quadrangulares, unidas por um corpo central, é também conhecido popularmente como “Las Torres“, e foi concebido como palácio e fortaleza defensiva.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPedro Fernández de Velasco foi camareiro maior do Rei Enrique II e depois foi nomeado Condestable de Castilla, considerado o máximo representante do monarca durante sua ausência. Por este motivo, o castelo é denominado de “Alcázar de los Condestables“.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAVale muito a pena conhecê-lo por dentro, pois atualmente constitui a sede do Museu de História de Las Merindades, sendo reabilitado de maneira impecável para poder realizar esta nova função a partir de 2001.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1896, o castelo passou a ser propriedade da Prefeitura de Medina del Pomar e em 1931 recebeu a distinção de Bem de Interesse Cultural (BIC).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Museu conta com 4 andares onde o visitante poderá conhecer a história desta maravilhosa região da Província de Burgos nos aspectos econômicos, jurídicos, administrativos, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO acervo do museu conta com documentos históricos de grande valor, como o manuscrito original de doação da vila a Pedro Fernández de Velasco, feito de pergaminho.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo plano econômico, Las Merindades desenvolveram-se graças à agricultura e, principalmente, à pecuária. Abaixo, vemos instrumentos que foram utilizados nos campos da comarca e também um curioso calendário agrícola, formado por pinturas que representam as principais atividades realizadas em cada mês do ano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERARestos arqueológicos encontrados fazem parte do acervo do museu…

OLYMPUS DIGITAL CAMERADentro do recinto se construiu, inclusive, uma típica sala escolar de época antiga, que não difere muito das que existiam e que continuam existindo no Brasil. A única diferença são as carteiras, construídas para que dois alunos se sentassem juntos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADentro das antigas dependências do castelo, destaca o chamado “Salão Nobre“, que conserva o friso realizado no estilo mudéjar, composto pelo Escudo dos Velasco e por desenhos e adornos entrelaçados. Atualmente, é usado como local de conferências e celebrações nupciais…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Medina del Pomar – Província de Burgos

O último local que conhecemos em nossa viagem pela Província de Burgos foi a cidade de Medina del Pomar. Situada no centro da Comarca de Las Merindades, é o maior município da região, com 6 mil habitantes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADurante uma parte de sua história, Medina del Pomar foi uma vila de realengo, isto é, esteve sob a jurisdição dos Reis de Castilla. No entanto, em 1369, o monarca Enrique II doou a vila a Pedro Fernández de Velasco, que passou a integrar seu senhorio. Seu centro histórico conserva edifícios de grande interesse, como a Igreja Paroquial de Santa Cruz, situada na parte mais elevada da cidade e construída junto à antiga muralha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma das portas da muralha, situada ao lado da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma das ruas principais do centro também conserva uma bela porta…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAMedina del Pomar recebeu o título de cidade em 1894, outorgado pela Rainha Regente María Cristina de Habsburgo-Lorena. Abaixo, vemos a Plaza Mayor, uma das principais zonas da cidade do ponto de vista histórico. Nela se realiza o mercado semanal. O Edifício do Ayuntamiento que a preside foi construído no século XIX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA cidade faz parte da denominada Rota de Carlos I, formada por 24 municípios que foram visitados pelo imperador antes de seu retiro no Monastério de Yuste (Província de Cáceres, Comunidade de Extremadura), local onde passou a etapa final de sua vida.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAUm detalhe que me chamou a atenção da cidade foi a quantidade de jardins verticais que decoram seus edifícios…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste elemento decorativo foi também utilizado nas muralhas

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMedina del Pomar é conhecida principalmente por seu impressionante Castelo, que veremos no próximo post…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos principais personagens históricos da cidade foi Juan de Salazar y Espinosa. Nascido em Medina del Pomar em 1509, foi o fundador de Assunção, capital do Paraguai, onde veio a falecer em 1560. Um monumento o recorda…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo a matéria com outras imagens da cidade…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA